Raphael Veiga lamenta revés, mas avisa: “lá no Allianz será diferente”

Raphael Veiga comemora seu gol pelo Palmeiras contra o SPFC, durante primeira partida válida pela final do Paulistão 2022, no Morumbi.
Cesar Greco

Raphael Veiga marcou o único do Palmeiras no primeiro jogo das finais do Campeonato Paulista

O Palmeiras visitou o SPFC na noite desta quarta-feira, no jogo de ida da final do Campeonato Paulista, e perdeu para o rival por 3 a 1. Raphael Veiga, aos 39 minutos do segundo tempo, fez o único tento palmeirense na partida.

Ao final do duelo, o camisa 23, em entrevista concedida ainda no gramado do Morumbi, analisou o jogo e disse que o gol no final dá um ânimo a mais para o Palmeiras buscar o resultado dentro de casa.

“Começamos bem, criamos boas chances. O pênalti acabou mudando a história do jogo, eles cresceram. Com certeza o nosso gol dá um gás para nós, a vantagem deles ficou menor. Temos confiança no nosso time, o Palmeiras é muito grande e a gente já mostrou outras vezes o que a gente pode fazer”, disse Veiga.

“Tem mais uma partida, na nossa casa a atmosfera é diferente. Lá no Allianz [Parque] a história será diferente. Temos tudo para fazer uma grande partida e saírmos campeões”, complementou o jogador.

“Aproveitar as oportunidades”, diz Raphael Veiga sobre jogo decisivo

Para o duelo decisivo, que acontece neste domingo no Allianz Parque, às 16h, Veiga falou o que o Palmeiras tem que fazer para conquistar o título Paulista.

“A gente tem que fazer as oportunidades que aparecerem, principalmente se for no começo do jogo. A gente sempre impõe um ritmo forte em casa, muita pressão, ainda que não tivesse saído o meu gol, ia ser difícil lá para eles porque nós colocamos um ritmo muito grande. A motivação continua a mesma, a gente se acostumou a ganhar e vamos fazer de tudo. Quem joga no Palmeiras não desiste nunca”, finalizou.

Para ser campeão no tempo normal, o Palmeiras precisa vencer o rival por três gols de diferença; se ganhar por dois, o duelo será decidido nos pênaltis.