Destaque contra o Galo, Wesley volta a marcar depois de quase 3 meses

Wesley comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Atlético-MG, durante partida válida pela trigésima quinta rodada do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Wesley aproveitou a oportunidade dada pela comissão técnica no jogo em que o Palmeiras contou só com os reservas

Focado na final da Libertadores contra o Flamengo, a comissão técnica do Palmeiras escalou na noite de ontem, no duelo diante o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro, um time alternativo.

Sem a presença dos jogadores considerados titulares (exceto Marcos Rocha, que não poderá atuar em Montevidéu por estar suspenso), o Verdão contou com a boa performance do atacante Wesley na partida que terminou empatada em 2 a 2 com o líder da competição.

O camisa 11, que não começava um jogo entre os onze iniciais desde o confronto frente ao Red Bull Bragantino (em 9 de outubro), aproveitou a oportunidade concedida pela comissão técnica e foi autor de um bonito gol: aos 27 do primeiro tempo, Wesley recebeu lançamento de Gabriel Veron; driblou Guga com facilidade e chutou rasteiro, sem chances para Everson.

Com o gol, o jogador quebrou um jejum de quase três meses sem balançar as redes adversárias. A última vez havia sido contra o Flamengo no dia 12 de setembro, em jogo válido pela primeira rodada do returno do Brasileirão – na temporada Wesley tem cinco gols anotados.

De acordo com o aplicativo SofaScore, em 78 minutos jogados, o atacante teve êxito em dois dos três dribles que tentou no jogo, acertou dois chutes a gol, deu um passe decisivo e, ainda, fez um desarme.

Performance credencia Wesley a ter minutos na final

Wesley chuta para marcar seu gol pelo Palmeiras contra o Atlético-MG, durante partida válida pela trigésima quinta rodada do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

O gol feito, somado a sua atuação em campo contra o favorito ao título Brasileiro, aumentam os pontos de Wesley com Abel Ferreira. O atacante pode ganhar minutos no segundo tempo da decisão da Libertadores, já que a escalação inicial deve ter Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Dudu e Rony no comando de ataque.

“Independentemente de jogar lá ou não, o elenco do Palmeiras é muito qualificado e a gente mostrou isso contra o Atlético-MG, time que praticamente [já é o] campeão Brasileiro. O professor Abel montou um plano para Montevidéu e quem jogar estará preparado para fazer um grande jogo e, quem sabe, a gente saia de lá com o tricampeonato”, disse o atleta na saída do gramado.

Em entrevista coletiva, o auxiliar João Martins revelou que o duelo diante do Galo serviu para que os jogadores se preparassem individualmente.

“Dissemos aos jogadores para eles se prepararem individualmente e um pouco coletivamente para o jogo de sábado. Queremos que todos estejam no mesmo nível, todos são fundamentais. E [para] eles usarem a partida de hoje para se prepararem fisicamente e mentalmente”, contou.

“Teremos quatro dias para trabalhar e temos a noção que todos darão o melhor para ajudar a equipe. Só 11 entram em campo e nem todos podem iniciar, mas podem entrar [durante o jogo] e o que a gente quer é que todos ajudem, nem que seja para apoiar o colega que irá a campo”, finalizou.

No próximo sábado, Palmeiras e Flamengo se enfrentam pela final da Libertadores, em Montevidéu. A partida acontecerá às 17h (horário de Brasília).