A arrancada para o deca: faltam dois atos

CalculadoraNo dia 30 de agosto, após a rodada 22 e com 14 pontos de distância para o rival, o Verdazzo planificou uma arrancada em três etapas, na qual era prevista despretensiosamente uma virada na tabela considerando a brusca queda de rendimento do pessoal de Itaquera e uma estabilização dos resultados do Palmeiras no Brasileiro, já sem as disputas das copas para nos dividir a atenção.

A primeira das três etapas se encerra hoje, com a partida entre Botafogo e SCCP (o Periscazzo desta noite vai acompanhar a partida e secar os caras ao vivo, não perca!). O Palmeiras ficou a apenas dois pontos da previsão – certamente o resultado que ficou completamente fora de qualquer previsão foi o empate com o Bahia, que causou a demissão de Cuca.

Já o rival fez a previsão despretensiosa ficar um pouco mais séria ao despencar mais que o esperado. Mesmo uma pouco provável vitória esta noite no Rio de Janeiro os deixará a quatro pontos da previsão. A diferença entre os dois clubes, que deveria ser de 11 pontos a esta altura da planificação, pode ser de 6, 7 ou 9 pontos.

O segundo ato

Curtinho, contemplando apenas as próximas três rodadas, o segundo ato desta projeção deve chegar bem perto da virada, desde que o Palmeiras vença o Derby, na rodada 32. Sendo pessimistas, considerando que o SCCP vai conseguir uma vitória esta noite no Engenhão, a diferença de nove pontos cairá para apenas um, considerando que a Ponte Preta segura um empate no próximo domingo e que, depois de perder o Derby, o SCCP seguirá em parafuso para Curitiba e perderá do Atlético.

Em paralelo a isso, o Verdão precisa fazer valer o mando contra um Cruzeiro que já perdeu o interesse na temporada e que vem chamuscado pela derrota de virada, em casa, no clássico local; depois de vencer o Derby, precisa manter a bola cheia para chegar ao triunfo em Salvador, contra o Vitória – disparado o pior mandante do campeonato.

Arrancada: segundo ato

Se o Botafogo não perder esta noite, a rodada 33 pode significar até a virada na tabela. O diabo é ter que confiar na Ponte Preta, um time que, é sabido, não serve para nada.

O ato final

As cinco rodadas finais mostram Palmeiras e SCCP com tabelas muito semelhantes. Entrar na rodada 34 com vantagem na tabela pode ser decisivo. Até lá, muita coisa pode acontecer e não se pode levar muito em conta o que os times estão jogando hoje. Podemos precisar de uma força do Cheirinho, por isso é importante que eles ainda estejam lutando por vaga na Libertadores na rodada 36.

Arrancada: terceiro ato

O time de Fábio Carille sofre com o elenco limitado, com reservas que não seguram o nível dos titulares num final da temporada que está sendo bastante duro no aspecto físico pelos lados de Itaquera. Por aqui, o elenco tem segurado bem a pegada; Alberto Valentim, com um esquema simples, consegue fazer o time se impor diante dos adversários na base da qualidade técnica. Estas cinco rodadas apresentam uma leve tendência do Palmeiras abrir dois ou três pontos.

Esperança

Sabemos que no futebol as coisas mudam muito rápido. Há dez dias, estávamos em profunda depressão vendo nosso técnico ser demitido após um empate em casa contra o Bahia e não havia uma alma viva que apostasse um tostão no título do Palmeiras; os sites estatísticos definiam nossas chances em torno de 3%. Hoje, esse número oscila entre 13% e 15% – ainda pouco, mas já é considerável.

Tem o fator arbitragem. Tem o imponderável. Muita coisa pode acontecer. Mas o Brasileirão de pontos corridos de 2017, que muita gente dava como definido ao final do primeiro turno, ainda pode ter capítulos emocionantes – e, quem sabe, um espetacular plot twist pintado de verde e branco no final.

É permitido sonhar. E também é muito divertido.

Depois desta projeção, vamos jogo a jogo. Foco no Cruzeiro.

E secar o rival esta noite, pode, sim!

VAMOS PALMEIRAS!


Verdazzo é patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Aqui, o link para se tornar um padrinho deste site: https://www.padrim.com.br/verdazzo