Jailson revela conversa com Galiotte e afirma desejo de continuar no Palmeiras

Jailson durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Aos 40 anos e com contrato até dezembro, Jailson vive situação parecida com a de Felipe Melo

Com o contrato se encerrando no final de dezembro, Jailson ainda não sabe se continuará no Palmeiras em 2022. Se depender do goleiro, contudo, ele ficará mais uma temporada no Verdão.

Em entrevista à TV Bandeirantes, o experiente arqueiro revelou uma conversa que teve com Maurício Galiotte meses atrás, no qual o presidente lhe afirmou que sua renovação só dependerá dele mesmo.

“Eu tenho o sonho de jogar mais um ano, pela minha esposa e pelos meus filhos. Sempre renovei no fim do ano, em novembro. Eu estou sossegado, tranquilo. Há dois meses, o presidente me chamou e disse: ‘Só depende de você’. Eu falei: ‘Pode deixar, então. Vou ficar mais um ano aqui’ ”, declarou.

Jailson vive situação semelhante à de Felipe Melo

Contratado no final de 2014, Jailson teve seu grande ano no Palmeiras em 2016, quando substituiu Fernando Prass e foi um dos destaques da equipe na conquista do eneacampeonato Brasileiro, sendo eleito o melhor goleiro da competição pela CBF.

Aos 40 anos, o arqueiro vive uma situação semelhante à de Felipe Melo. Os dois jogadores chegaram a ser comunicados pela atual diretoria que seus vínculos com o clube não seriam renovados.

Em julho, Maurício Galiotte afirmou em entrevista ao UOL que não estenderia o contrato deles enquanto ainda fosse presidente do Palmeiras (o mandato acaba no começo de dezembro). A decisão, no entanto, pode mudar na próxima gestão, que terá início em dezembro.

Há sete temporadas no clube, Jailson tem 103 jogos com a camisa do Palmeiras e quatro títulos conquistados: dois Brasileirões (2016 e 2018) e duas Copas do Brasil (2015 e 2020), além de ter feito parte do elenco nas conquistas do Campeonato Paulista (2020) e da Libertadores (2020).