0
(2)
X
0
(4)

04/02/2024 - 16:00

Palmeiras (2) 0x0 (4) SPFC

Palmeiras e SPFC ficaram no empate sem gols esta tarde em Belo Horizonte, e a decisão da Supercopa do Brasil foi para os pênaltis. Rafael defendeu as cobranças de Murilo e Piquerez e o Verdão amargou mais uma perda de taça nos pênaltis.

Além dos equívocos da partida – na decisão por tiros livres e também nas escolhas do treinador nas alterações – esse revés reacende a discussão da subserviência do Palmeiras na negociação com o Real Madrid, que determinou que o time ficasse sem Endrick numa partida tão importante. Anderson Barros tem essa em sua conta até que explique as razões desta situação. Não parece difícil fazer os espanhóis entenderem que o camisa 9 teria muito mais visibilidade erguendo o troféu da Supercopa do que jogando um reles Pré-Olímpico.

Abel armou bem o time e o Palmeiras teve muito mais dificuldades com a arbitragem de Bráulio Machado do que com o SPFC no primeiro tempo. Com critérios disciplinares incongruentes, o juiz carregou nosso time de cartões e levou a comissão técnica à loucura.

Mesmo assim, o Verdão criou boas chances, com Rony, Mayke e Veiga. fazendo Rafael suar e sujar bastante o uniforme. A proposta do SPFC, claramente, era se defender e tentar explorar uma falha palmeirense.

No segundo tempo Abel começou a cometer erros. Tirou do time Flaco López e Mayke, para posicionar Rony como referência no ataque, sem o espaço necessário atrás da última linha do SPFC. Luis Guilherme segue rendendo pouco jogando aberto, ainda mais tendo que substituir Mayke, que era o destaque do jogo.

Com as mexidas, o SPFC conseguiu até ter momentos de superioridade no segundo tempo e numa falha horrenda de Weverton, Calleri quase abriu o placar – nosso goleiro consertou a bobagem com uma defesa brilhante.

No final, a decisão acabou mesmo indo para os pênaltis, e novamente levamos a pior. Não é possível que o Palmeiras não desenvolva  uma metodologia para tornar o time, no mínimo, um competidor de igual para igual nesse tipo de disputa. Nosso índice não pode, em hipótese alguma, ser tão menor que 50%. Das últimas oito decisões, ganhamos apenas uma e perdemos SETE. É inaceitável.

Por outro lado, os erros cometidos dentro de campo esta tarde foram contingências de um jogo de futebol. O projeto do Palmeiras segue sólido e não há nenhuma correção estrutural a ser feita. Não podemos cair no mesmo erro do Flamengo no ano passado e arruinar toda uma temporada por um revés na Supercopa.

Bons esportistas sabem perder com altivez. Ninguém pode se conformar, sair andando indiferente. Mas a dignidade segue inabalada. Cometer desatinos públicos não combina com a atitude de um esportista vencedor – que ainda assim será vez ou outra batido. Cabeça fria, coração quente, e vamos em frente. O ano de 2024 ainda será longo. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Escalação

SPFC

Rafael
Rafinha
Moreira
Arboleda
Diego Costa
Wellington
Erick
Alisson
Pablo Maia
Nikão
Michel Araújo
Luciano
Galoppo
Wellington Rato
Ferreirinha
Calleri
Thiago Carpini
TÉCNICO

Disputa de Pênaltis

SPFC

Palmeiras

Callleri
Raphael Veiga
Gallopo
Gabriel Menino
Pablo Maia
Murilo
Michel Araújo
Piquerez

Primeiro tempo

2'
Palmeiras

UUHH! Marcos Rocha cobrou lateral na área e encontrou Rony, que matou no peito e emendou um voleio, meio sem ângulo, mais levou muito perigo ao gol de Rafael.

26'
SPFC

PEGA, WEVERTON! Marcos Rocha dividiu com Calleri e a bola sobrou para Nikão chegar batendo; a bola desviou em Gustavo Gómez e enganou Weverton, que teve que se virar para espalmar para escanteio.

27'
Palmeiras

QUE CHANCE! Em contra-ataque rápido, Flaco López descolou grande lançamento para Mayke, que disparou pela direita, saiu cara a cara com Rafael e bateu rasteiro, mas o goleiro defendeu no reflexo.

28'
Palmeiras

QUAAASE O PRIMEIRO DO VERDÃO! Rony recebeu pelo lado esquerdo do ataque, ajeitou a bola para a perna direita e cruzou na entrada da área para Veiga, que desviou de cabeça e a bola passou com muito perigo à esquerda de Rafael.

34'
Palmeiras

Marcos Rocha alçou a bola na área, a defesa afastou e ela sobrou para Zé Rafael, que bateu de voleio, da meia-lua, mas a bola passou à direita de Rafael.

50'

Sem pulso e sem critério na primeira etapa, Braulio da Silva Machado encerrou a primeira etapa após 5 minutos de acréscimo.


Segundo tempo

O Palmeiras voltou para o segundo tempo da decisão com a escalação mantida.

4'
Palmeiras

UUUUHHH! Mayke recebeu pela direita, levou para a linha de fundo e cruzou no segundo pau para Flaco López, que se esticou e bateu de perna esquerda, com perigo, mas a bola saiu à direita de Rafael.

16'

Entrou: Jhon Jhon
Saiu: Flaco López

23'
Palmeiras

QUE PERIGO! Mayke recebeu pelo lado direito do ataque e descolou cruzamento preciso para Jhon Jhon, que cabeceou com muito perigo, pouco acima do gol de Rafael.

29'
Palmeiras

Richard Ríos arriscou finalização de muito longe, com a perna direita, mas Rafael encaixou sem dificuldade.

31'
Palmeiras

GRANDE CHANCE! Mayke recebeu pela direita, fintou a marcação e bateu cruzado, rasteiro, a bola passou por Rafael e Moreira chegou de carrinho para evitar o gol

32'
SPFC

QUE SUSTO! Weverton tentou sair jogando com Gustavo Gómez, errou o passe e entregou para Calleri, que saiu na cara do gol, mas o Paredão se virou e fez grande defesa para evitar o gol.

35'
SPFC

UFA! Galoppo bateu falta muito perto da área, buscando o ângulo esquerdo de Weverton, mas a bola passou pela barreira e pegou do lado de fora da rede, enganando alguns torcedores do SPFC, que comemoraram gol.

36'

Entraram: Gabriel Menino e Aníbal Moreno
Saíram: Mayke e Richard Ríos

41'

Entrou: Luis Guilherme
Saiu: Zé Rafael

43'
Palmeiras

UUUHH! Jhon Jhon dominou pelo lado esquerdo do ataque e acionou Aníbal Moreno; o argentino soltou o pé de perna direita e a bola passou com muito perigo à direita de Rafael.

51'

Após 6 minutos de acréscimo, Braulio da Silva Machado apitou o fim do tempo normal; a decisão será nos pênaltis.



Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
A entregada nos pés do Calleri, numa decisão dessas, não pode acontecer NUNCA.
5
Marcos Rocha
Fez a dele. Com experiência, se manteve firme na defesa e apoiou com correção, fazendo uma ótima dupla com Mayke.
7.5
Gustavo Gómez
Também fez sua parte de forma perfeita. Tirou tudo, sem falhas.
7
Murilo
Murijo. O pênalti. Não! Não!
4
Mayke
Foi a peça ofensiva mais importante do Palmeiras. Jamais deveria ter sido substituído.
7.5
Gabriel Menino
s/n
Zé Rafael
Recebeu um amarelo injusto no primeiro tempo que o segurou no resto da partida. Ainda assim, não precisava ter sido substituído.
7
Luis Guilherme
s/n
Richard Ríos
Começou fora de ritmo, mas depois acabou sendo um dos mais combativos.
6.5
Aníbal Moreno
Entrou e correspondeu.
6
Raphael Veiga
Apagado, tímido. Não encaixou aquela jogada decisiva que nos acostumamos a ver.
6
Piquerez
O Palmeiras atacou pouco pelo flanco esquerdo. Rafael foi bem no pênalti, mas se tivesse batido bem mesmo, teria feito.
5
Flaco López
Estava bem, sempre levando perigo. Sua saída foi um equívoco.
7.5
Jhon Jhon
Parecia ser uma daquelas mexidas do Abel que ninguém entende e vira título. Mas obviamente não foi.
6
Rony
Bem tecnicamente, ficou desencaixado quando foi deslocado para o meio do ataque.
7
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Errou em praticamente todas as mexidas. Essa vai pra conta dele - que tem créditos de sobra, claro.
4




Um comentário em “04-02-2024 – Palmeiras (2) 0x0 (4) SPFC – Supercopa do Brasil 2024

  1. Três pontos chamaram a atenção nesse jogo. O primeiro, nosso ridículo aproveitamento em decisões por pênaltis. Não tem nem o q falar, qdo o jogo vai pros pênaltis, já começo a me conformar com a derrota. O segundo, a falta de opção no banco para tentar mudar o ritmo do jogo. E o terceiro, a tarde ruim do Abel, q não conseguiu ler o jogo e mexeu mal demais. A temporada tá só começando, mas espero q o Abel não cometa com o Estevão o mesmo erro q cometeu com o Endrick no ano passado. Bota o mlk pra jogar pq ano q vem ele vai embora!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *