3
X
1

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Guaraní

Na noite desta terça-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Guaraní, do Paraguai, clube bacana com ótimos serviços prestados à coletividade palmeirense – mas que hoje é adversário.

Depois de poupar sete titulares na partida do fim-de-semana contra a Ferroviária, Vanderlei Luxemburgo terá força total para tentar a vitória, que significará um passo enorme em direção à classificação antecipada.

PalmeirasPalmeiras

DESFALQUES
Lesionados: Mayke e Luan Silva

Vanderlei Luxemburgo ainda vê caminhos para o esquema com Dudu jogando por dentro funcionar, e treinou na tarde desta segunda-feira com a mesma formação ofensiva dos jogos contra o Tigre e contra o Santos (no segundo tempo).

Se mantiver o time que ensaiou na atividade realizada no Allianz Parque, Luxa vai mandar a campo Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Ramires, Bruno Henrique e Dudu; Rony, Luiz Adriano e Willian.

Guaraní

GuaraníO time do Guaraní, comandado pelo treinador Gustavo Costas, empatou no fim-de-semana com o pequeno Sol de América – mas, a exemplo do Verdão, mandou uma equipe alternativa para a partida.

Um princípio de crise se abateu sobre o time paraguaio, já que o treinador argentino chegou a pedir demissão na sexta-feira alegando interferências superiores em sua escalação. Mas após algumas reuniões a situação foi revertida e Costas foi convencido a voltar atrás em sua decisão.

O time que vem ao Allianz Parque enfrentar o Palmeiras é o que o treinador tem de melhor à sua disposição e deve alinhar com Servio; Dávalos, Romañan, Báez e Guillermo Benítez; Redes e Ángel Benítez; Morel, Cedrés e Édgar Benítez; Bobadilla.

Números

  • As duas equipes se enfrentaram na fase de grupos da Libertadores de 1968 e os mandantes venceram: 2 a 0 no Paraguai e 2 a 1 no Pacaembu.
  • O Palmeiras já enfrentou quadros paraguaios 28 vezes e venceu metade: 14 vitórias, com 9 empates e apenas 5 derrotas.

No calendário

O Palmeiras já disputou 16 jogos no dia 10 de março e ganhou 7. Veja a lista completa clicando neste link.

Arbitragem

Roberto TobarÁrbitro Principal:
Roberto Tobar

Parpite

Amigos, amigos; confrontos diretos à parte. A partida desta noite é fundamental para o bom posicionamento no grupo e na almejada fase de mata-matas. O Verdão tem obrigação de mostrar que o simpático clube paraguaio não pode ser páreo para um gigante brasileiro.

Para 33.876 pagantes, dá Verdão: 2 a 0, com gols de Rony e Bruno Henrique, para assumir a ponta geral da fase de grupos. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Fox SportsFox Sports

Pós-Jogo

Palmeiras 3x1 Guaraní-PARCesar Greco/Ag.Palmeiras

Foi complicado no começo, mas o Palmeiras abriu a porteira e engatou uma bela sequência de gols, vencendo o Guaraní do Paraguai por 3 a 1 e abrindo uma boa vantagem no Grupo B da Libertadores da América. Luiz Adriano foi o grande nome do jogo, marcando os três gols.

Depois de um primeiro tempo complicado, encruado, o time achou a melhor forma de rodar a bola no ataque e envolver a bem armada defesa do time paraguaio, que até sofrer o primeiro gol só quis saber de catimbar e fazer o tempo passar. Com a marcação do primeiro gol, Dudu, Rony e Willian tiveram os espaços que precisavam e ficou fácil construir o placar.

Primeiro tempo

2'
Palmeiras

O goleiro saiu jogando errado; Rony roubou, entrou na área e iniciou-se uma enorme salseiro na área – Willian foi quem conseguiu um chute ao gol, mas foi prensado.

6'
Palmeiras

Após escanteio da direita, a zaga afastou e a bola voltou para Dudu, que cruzou de novo; Viña surgiu no meio dos zagueiros e testou forte, por cima do gol.

27'
Palmeiras

Rony roubou e tocou para Willian, que enfiou a bola de volta para Rony aberto na esquerda; o cruzamento por baixo passou por Ramires, que chegou um pouquinho atrasado para escorar para o gol.

28'
Palmeiras

Dudu, como um meia, enfiou  na lateral da área para Luiz Adriano, que rolou para o meio – Ramires, mais uma vez fechando como um centroavante, desta vez passou um pouco da bola e tentou dar de letra, mas não foi feliz.

32'
Palmeiras

Viña aparou uma bola esticada na esquerda e fez um passe curto por elevação para Rony, que cruzou forte; a bola atravessou a pequena área e ninguém apareceu para colocar o pé.

34'
Palmeiras

Bruno Henrique bateu falta da meia direita com perigo – a bola saiu perto do ângulo esquerdo de Servio.

50'

Depois de cinco minutos de acréscimo – pouco, diante do antijogo praticado pelos paraguaios – o chileno Roberto Tobar encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

6'
Palmeiras

Após bola de escanteio rechaçada, Rony pegou a sobra na intermediária e arriscou de longe; mandou a bola quicando para tentar induzir o goleiro a rebater, mas Servio pegou firme.

7'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Dudu fez o passe por elevação para Luiz Adriano por trás da zaga; o camisa 10 driblou Servio e entrou com bola e tudo.

14'
Palmeiras

Aberto pela direita, com liberdade, Luiz Adriano deu o tapa para o meio; Rony chegou como centroavante e escorou, mas pegou mal na bola e mandou à direita do gol.

18'
Guaraní-PAR

Após roubada de bola de Báez, Merlini girou e bateu de fora, tentando acertar o ângulo esquerdo de Weverton, mas  a bola saiu.

21'

Patrick de Paula entrou no lugar de Ramires, exausto.

25'
Guaraní-PAR

O árbitro resolveu complicar de vez. Depois de não dar duas faltas claras dos paraguaios em lances anteriores, Dudu foi tropelado na lateral do campo e o juiz mandou seguir de novo. O Guaraní teve espaço e Bobadilla chutou de frente; a bola foi mascada e tirou Weverton da jogada, mas para nossa sorte saiu em escanteio.

26'
Palmeiras

Contra-ataque do Palmeiras, com Rony lançado em velocidade na direita; ele cortou para dentro e tentou acertar a gaveta direita de Servio, mas errou o alvo.

27'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Tabela de Bruno Henrique com Rony, que enfiou uma bola perfeita para Luiz Adriano girar dentro da área e guardar no cantinho direito de Servio.

31'

Saiu Willian para a entrada de Zé Rafael.

36'
Palmeiras

Viña  deu um bom passe dentro da área para Zé Rafael, que bateu rasteiro, para defesa de Servio.

37'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS – Dudu recebeu ótimo passe de Patrick de Paula, fez linda jogada pela ponta esquerda em cima de Romañan e cruzou por baixo; como uma flecha, Luiz Adriano chegou na pequena área e encheu a rede de Servio.

39'

Vitor Hugo fez sua estreia no ano, substituindo Gustavo Gómez.

42'
Guaraní-PAR

Gol do Guaraní – Bobadilla apareceu livre dentro da área, aproveitando relaxamento de nossa defesa, e tocou na saída de Weverton, diminuindo o placar. Viña estava dormindo.

49'

Aos 49 minutos, Roberto Tobar encerrou a partida.





Fim de jogo

Depois de 30 minutos muito complicados no primeiro tempo, Luxemburgo avançou o time. Tanto os laterais quanto os volantes passaram a pisar mais no campo ofensivo, com destaque para a presença de Ramires quase que como um centroavante, já que Luiz Adriano estava saindo bastante da área para criar os espaços para as penetrações de Dudu e Rony. O time melhorou, mas não o suficiente para chegar às finalizações.

No segundo tempo a estratégia mudou. Luiz Adriano ficou mais dentro da área, se tornando a referência que faltou ao time no primeiro tempo. O talento de Dudu e Rony fez o resto. O Verdão abriu vantagem na Libertadores, tem a campanha 100%, o melhor ataque e o artilheiro – ao menos neste início de segunda rodada.

Num grande anticlimax, o time volta a virar a chave para o Paulista, para enfrentar a Inter de Limeira. Que coisa. Mas se tem Verdão em campo, estaremos juntos. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

28.267

R$ 1.900.019,84

Roberto Tobar

Guaraní-PAR

Servio
Dávalos
Romañan
Báez
Guillermo Benítez
Redes
Fernández
Ángel Benítez
Morel
Barrientos
Édgar Benítez
Merlini
Bobadilla
Gustavo Costas
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Deu uma saída meio doida na lateral no primeiro tempo, mas se garantiu no lance. No gol, foi fuzilado.
6
Marcos Rocha
Partida discreta, sem muito apoio e sem maiores problemas na marcação.
6
Felipe Melo
Alternou bons desarmes com alguns lances em que perdeu o tempo da bola - numa dessas, pode ser fatal.
6
Gustavo Gómez
Mais uma partida muito acima da média do paraguaio. Existe zagueiro jogando melhor que ele no país?
7
Vitor Hugo
Que bom que teve a chance de estrear. Agora é aguardar uma chance.
s/n
Viña
Mais uma grande partida, que acabou prejudicada pelo cochilo final, no lance que deu origem ao gol do adversário.
6
Ramires
Taticamente foi perfeito, sendo responsável pela melhora do time na parte final do primeiro tempo e se convertendo no centroavante que o time não tinha. Correu de área a área e saiu extenuado.
7
Patrick de Paula
Se o titular foi bem, o reserva não ficou atrás. Patrick marcou com perfeição, preencheu os espaços e deu até bronca no resto do time. De quebra, iniciou o lance do terceiro gol com um lindo lançamento.
7.5
Bruno Henrique
Melhorou bem em relação ao jogo anterior, claro. Ótima participação no segundo gol. Mas ainda deixou uma sensação de que poderia fazer mais.
6.5
Dudu
Prejudicado no esquema no primeiro tempo, destruiu depois da mudança tática de Luxa, com passes primorosos e dribles desconcertantes.
8
Willian
Desta vez foi só coadjuvante. Guardou para os próximos.
6.5
Zé Rafael
Se tivesse um bom drible entraria com bola e tudo no lance contra Romañan.
6
Luiz Adriano
Três gols na Libertadores é para poucos. Quando jogou como NOVE-NOVE, guardou.
9.5
Rony
Vai justificando o investimento com partidas sólidas e sendo decisivo. Tá só faltando o gol.
7.5
Vanderlei Luxemburgo
Vanderlei Luxemburgo
Enxergou o caminho e colocou o time nos eixos. Continua sendo técnico que ganha jogos.
7.5





  • Achei muito importante o Luxa ter mantido os 4 atacantes e acredito que este modelo tático trará ótimos resultados contra times que propõem o jogo.

    A conferir…

  • Wewerton, Matheus Rocha, Gustavo Gomes, Felipe Melo e Vinas; Patrick de Paula, Bruno Henrique e Lucas Lima; Rony, Dudu e Luis Adriano – esse é o time.
    (reservas que entram sempre: Willian, Scarpa, Ramires e Zé Rafael)
    (reservas que jogam jogos menores Veron, Gabriel Menino, etc)

  • Achei o time do Palmeiras um pouco pilhado no primeiro tempo, acho que se tivesse um pouco mais de calma ja faria 1×0 no primeiro tempo, mas o segundo tempo foi perfeito, segundo hat-trick do Luiz Adriano, parece que quando ta inspirado mete gol mesmo. Estou muito confiante para o Derby, ainda tem mais dois jogos antes, inclusive mais um pela Libertadores fora de casa, mas acho que da pra ganhar e bem dos gambas, mesmo em itaquera.

  • Patrick de Paula realmente elevou o nível do time. Até entendendo que, pela idade, tem que ir devagar com ele, não colocar ele em arapucas. Mas acho que em pouco tempo ele ta no time titular.
    Acho que o meio de campo com ele e Zé Rafael ficou mais dinâmico, mas já estávamos vencendo o jogo, né.
    Pelo que eu entendi da ideia do Luxemburgo, ele quer os 4 atacantes se movimentando bastante, trocando de posções. Não é que o Dudu é o meia, todos eles serão em algum momento do jogo.
    Esse sistema depende da confiança que o luxembrugo tem demonstrado no sistema defensivo, que de fato está monstruoso: os 4 da linha da defesa (mas principalmente FMelo, GGomez e Vina) estão jogando muito.
    Está no começo do trabalho ainda. Esse time tende a se entrosar mais e acho que vai dar gosto de ver o Palmeiras jogar em poucos meses.
    Não tem como um palmeirense dizer que não ficou feliz vendo o time no segundo tempo ontem, principalmente depois de fazer o primeiro gol e continuar pressionando muito.

  • Achei que o primeiro tempo foi ruim muito pela postura do time adversário, quando o Palmeiras encaixou seu jogo, a coisa ficou mais fácil.

    Achei que o Rony melhorou bastante, não gostei dele no jogo passado, mas nesse jogo foi bem, mesmo ainda produzindo algumas jogadas irritantes, como um cruzamento na lua, um erro na matada de bola na linha lateral, a perda de um gol “imperdível”, de novo, e te finalizado quando tinha o Dudu sozinho dentro da área e tem pecado nas finalizações, acertou 1 de 4.
    Mas quando roubou a bola no ataque, quase saiu nosso primeiro gol, a assistência que deu foi linda, entrou perigosamente na área várias vezes, fez uma bela dupla com o Viña quando subia.
    É bom, jogador, com mais entrosamento, vai ajudar muito.

    LAdriano foi o CA que precisamos, meteu a bola pra dentro até de joelho.. kkkk

    Quando o Dudu se achou em campo, destruiu.

    Também achei o Ramires bem, vi muita gente criticando ele, mas discordo.

    Por fim, mais um passo dado em direção a fase mata mata e, o mais importante, vimos um time organizado em campo.

  • Prestem atenção nesse muleke Patrick de Paula, joga DEMAIS!!!! EU alguns momentos me lembra o estilo de jogo do César Sampaio. Achei que o Felipe Melo jogou melhor que nota 6, vários lançamentos precisos e um bote ou outro errado, no mais tira tudo por cima e arredonda por baixo, com mais experiência como zagueiro vai virar um ENORME acerto assim como o Sérgio Ramos da lateral para a zaga, com o mesmo Luxa, no Real Madrid. No mais é isso, time tá bem, tem que continuar nesse crescendo e AVANTI PALESTRA!

  • a verdade é que o time todo melhorou no 2o tempo, BH fez um 1o tempo ridiculo mas no 2o voltou mto melhor, mesmo vale pra dudu… se o Dudu e Rony nao tivessem perdido aqueles gols incriveis na pequena area poderiamos ter feito uma goleada mais elastica. mas no geral foi uma partida ok, só precisamos começar a jogar bola no 1o tempo, pq se toma um gol ali meu amigo…sei nao

  • Discordo de algumas situações. Ramires é BH é um meio de campo embora técnico, muito lento e burocrático, e camarão que dorme a onda leva. Patrick entrou monstruoso no jogo e Gabriel Menino da uma dinâmica excelente ao meio de campo pelo que já mostrou, bem como Zé Rafael. Um pecado o Vina ter cochilado, mas felizmente pelo resultado ótimo isso não apaga pra mim a partida absurda que ele fez. Ataca e defende, com força física o suficiente pra aguentar o jogo todo. Uma monstra de uma contratação. Dudu não pode ser meia e jogar de costas, é matar o melhor jogador do time. Jogando nos flancos é infernal. E o Rony jogou demais pra mim, incisivo tentou muito o jogo todo. Só tá faltando o gol mesmo. Luiz Adriano matador, prefiro muito mais ele ali de referência do que saindo fora da área.

  • Tá loko Conrado, o Ramires tá muito mal, mas muito mal mesmo. Comemorei como se fosse um gol qnd ele foi substituído.
    O Patrick merece ser titular. O moleque joga muito, ocupa os espaços, tá em cima de todo lance, na saída de bola procura os espaços pra dar opção de passe.
    E esse esquema com Dudu no meio não tá legal, quando foi pra ponta deu passe pro terceiro gol. Hoje o Rony é banco. Pra fazer o meio tem o Lucas Lima, Scarpa, Veiga… Sei q nenhum deles estava jogando bem, mas o Dudu tbm não tá rendendo nessa posição.

    • Concordo totalmente.
      Ramires deixou meio de campo muito lento…ele pode ate ter vontade mas nao da concistencia…e o BH só melhorou nos egundo tempo quando entrou o Patrick e deu liberdade para ele….
      Discordo da nota do FElipe melo que fez a partida correta e uns lancementos precisos..
      e desculpa 6 para o Vina ta de brincadeira…o cara foi o destaque da partida…pode ter vacilado mas o jogo tava decidido…..

      • Pois é, Viña e Gomez estão jogando muito… Quando o gol saiu, se não me engano, o Vitor Hugo já havia entrado.
        O Viña fez uns desarmes absurdos, corre o tempo todo, sobe e volta o jogo inteiro.

  • Acredito muito que Ramires nos dará muitas alegrias! Gosto muito do futebol dele. Mas ele está longe de estar bem. Discordo da nota dada a ele. Patrick de Paula, nesse momento, tem que ser titular.

  • Pra mim a maior alegria, além da vitória, foi ver o primeiro gol saindo num lance de pura malandragem e inteligência ao bater a falta rápido.

    Pra um time covarde como o Guarani que vivia de catimba e das tentativas malandras de cavar uma expulsão num lance de contato, provar do mesmo veneno foi lindo de se ver.

  • Eu estava no Allianz e vi o jogo diferente. Felipe Melo um monstro. Jogou demais e distribuiu belos lançamentos, nota 7,5. Gomes 8. Viña não perdeu uma bola e jogou demais, enquadrou os paraguaios, nota 7. Ramires um veterano talentoso, mas não deu ritmo, nota 5,5. B Henrique 5. E nossa volancia pode muito bem ser Patrick e Zé Rafael.

  • Não concordo com a nota sobre a atuação do Ramires que mais uma vez me pareceu fora da rotação do restante do time e de quebra travou a performance do BH, também no primeiro tempo achei que Luiz Adriano e William inverteram de posição, muito por opção tática do Luxemburgo mas o Luiz Adriano funciona melhor jogando de costa para área do que o Bigode. No segundo tempo credito a melhora significativa do time a entrada do Patrick de Paula que deu mais liberdade ao Bruno Henrique e ao Rony, retrato do segundo gol, fora a atuação do menino que merece o destaque individual. O Rony ainda desperdiçou algumas boas jogadas, sendo o Dudu que recebesse aquelas bolas talvez o perigo fosse maior. Melhor experimentar essa formação nos 90 minutos, dificil com o calendario apertado, mas seria interessante. Seguimos fortes e com alternativas. Avanti Palmeiras.

  • Primeira vez que discordo das notas! Bruno Henrique só passava a bola pra trás e Ramires estava frouxo em todos os lances, caiu muitas vezes no campo. Mereciam notas menores que o Felipe Melo

  • Por enquanto não tá bom não, Ramires nesse momento é 1 a menos, o que desprotege toda a defesa, é esse negócio de 4 atacantes sem nenhum meia não é promissor não, enfim, Luxa tá demostrando estar meio perdido ainda na minha visão.

  • O problema do Dudú na meia é a falta de compactação do time.

    Gostaria de ver o meio formado por P. de Paula (Menino), Ramires e BH (ou Zé Rafael)

    Dudú na direita e Roni na esquerda com o Willian de avante.

  • Com poucos ajustes esse time pode fazer muita coisa.. colocar o patrick e o ze rafale no meio de campo, manter o menino na lateral.. e o mais importante: com 4 atacantes, os laterais devem jogar por dentro (qdo o time ataca), se aproximando do dudu. assim q se preenche o buraco que ficou no ultimo jogo, e se faz um time com muito volume de jogo.

  • Todo jogador tem um final de ciclo em um clube, acredito que no meio do ano teremos mudanças plenas nos nossos meio campistas.

    Hoje dá 4 a 0 pro verdão, gols de Dudu, Rony e dois de Willian. Para 32187 torcedores…

  • Por pior que L. Lima, Veiga ou Scarpa estejam, eles são nossos meias de ofício. Não o Dudu!
    Time praticamente num 4-2-4 com aquele buraco no meio de campo e volantes lentos com BH + Ramires.
    Primeiro tempo de fortes emoções, até Luxa se tocar e mudar no segundo.

  • Luxemburgo pode tomar as piores decisões nesse momento. Não pode trocar o Gabriel Menino pelo MR. Bruno Henrique é banco. Dudo não é armador. Luís Adriano também é banco

  • bruno henrique é o que está jogando pior nessa posição, talvez fosse melhor recupera-lo no paulista do que num jogo de liberta.

  • Tomara q vc esteja errado, meio campo com Ramires e Bruno Henrique não dá. Colocaria o Patrick no lugar do Ramires, moleque bom de bola e que não sente a pressão.