1
X
0

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Emelec

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Emelec, em partida válida pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores da América.

O Verdão tentará recuperar a primeira colocação geral e quebrar mais alguns recordes provavelmente com um time mesclado, já que as maiores atenções neste momento da temporada estão sendo dedicadas ao Brasileirão.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Mayke, Piquerez e Jailson
Transição física: Luan e Gabriel Veron

Pendurado: Wesley

Abel Ferreira vai contar com a volta de Wesley, recuperado da Covid-19. O treinador também deve abusar mais um pouco da fenomenal condição física de Gustavo Gómez, que fará um descanso forçado no fim de semana no Brasileirão por suspensão. A dúvida é quanto ao aproveitamento de Jorge, que sofreu um covarde ataque de lunáticos na manhã de terça-feira e pode ser poupado.

Uma possível escalação para esta noite em no Allianz Parque é Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge (Vanderlan); Atuesta e Gabriel Menino; Breno Lopes, Gustavo Scarpa e Wesley; Rafael Navarro.

Emelec

EmelecNo Emelec, o técnico espanhol Ismael Rescavo tem muitos problemas. Não bastassem os desfalques do lateral Pittón, dos zagueiros Leguizamón e Mejía, o time azul perdeu seu melhor atleta por mais uma lesão no clássico contra o Barcelona: Joao Rojas nem veio ao Brasil; seu provável substituto será Chalá.

Uma possível formação para esta noite é Ortiz; Carabalí, Quintero (Canto), Guevara e Jackson Rodríguez; Arroyo, Sebastián Rodriguez e Cevallos; Zapata, Cabeza e Chalá.

Números

  • Nas três vezes em que os dois times se enfrentaram, deu Palmeiras: 3 a 1 em Guayaquil e 2 a 1 no Palestra, na Libertadores de 1995; e 3 a 1 no jogo em Guayaquil, há três semanas;
  • Em 21 jogos contra equipes equatorianas, o Palmeiras venceu 15 vezes, empatou 2 e perdeu apenas 4 partidas;
  • Foram 7 jogos contra equatorianos no Brasil: sete vitórias do Palmeiras, com 26 gols marcados e apenas 2 sofridos;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

Odds

O favoritismo do Palmeiras é inegável; vitória do Emelec retorna mais de dez vezes o prêmio da vitória do Verdão. Os principais sites de aposta pagarão, em média, para cada real aplicado:

PalmeirasPalmeiras: R$ 1,20
Empate: R$ 6,30
EmelecEmelec: R$ 12,88

No calendário

O Palmeiras já disputou 23 jogos no dia 18 de maio e venceu 12 vezes. Veja a lista completa clicando neste link.

Arbitragem

Nicolás GamboaÁrbitro Principal:
Nicolás Gamboa

Previsão do tempo

Temperatura: 14°C
Chuva: Não há previsão de chuva
Vento: W 33km/h
Umidade: 38%

Parpite

Os próprios equatorianos estão considerando a derrota por um placar baixo um bom resultado. O Palmeiras precisará lutar contra a falta de concentração para confirmar mais uma vitória.

Ela virá, com gols dele: Palmeiras 2 a 0, com dois gols de Rafael Navarro, o homem-Libertadores, para 34.654 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

ESPNESPN

Star+Star+

Pós-Jogo

Palmeiras 1x0 EmelecCesar Greco

O Palmeiras venceu o Emelec por 1 a 0 no Allianz Parque e depende apenas de um empate contra o Táchira, também em casa, para garantir a primeira colocação geral da fase de grupos da Libertadores pela quarta vez em cinco anos. Uma vitória assegura ao Verdão  a melhor campanha da História nessa fase da competição.

Mesmo poupando cinco titulares, o Palmeiras foi o dono da partida e construiu muitas chances de gol. O placar magro não refletiu o que foi a partida – e no final do jogo, numa chance isolada, quase o time equatoriano colocou uma zebra para desfilar na zona oeste da capital paulista.

Primeiro tempo

7'
Palmeiras

Scarpa bateu escanteio pela direita mas a zaga afastou; Gabriel Menino pegou a sobra e devolveu para Scarpa, que fez a jogada individual, entrou na área e disparou cruzado – a bola passou perto da trave direita de Ortíz.

22'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita; a bola fez a curva rápido e Ortíz precisou se esforçar para espalmar para novo escanteio.

34'
Palmeiras

Rony tentou cruzar da direita; a bola resvalou no zagueiro e veio no balãozinho em direção à pequena área – Ortíz tentou o encaixe e Atuesta disputou pelo alto com o goleiro – houve o contato, a bola pingou e Atuesta fez o gol, mas o árbitro deu falta do colombiano no goleiro.

37'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu falta da direita, na lateral da área, com força em direção ao gol – Rony não conseguiu  desvio e Ortíz rebateu para aliviar o perigo.

42'
Palmeiras

Rony recebeu na área pela direita, foi ao fundo e cruzou por baixo; Rafael Navarro não conseguiu escorar no primeiro pau, e a bola  chegou a Gustavo Gómez, como um centroavante – mas o paraguaio, com o gol aberto, escorou bem na direção de Ortiz, no canto esquerdo.

46'

Nicolás Gamboa, que não marcou um pênalti em Kuscevic, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

As duas equipes voltaram sem alterações dos vestiários.

6'
Palmeiras

Atuesta tabelou com Gustavo Scarpa e cruzou do fundo; Rony fechou da direita para o meio e testou firme, para boa defesa de Ortíz, sem rebote.

10'
Palmeiras

Danilo pegou uma sobra na intermediária, enquadrou o corpo e bateu de canhota buscando o ângulo direito de Ortíz, mas a bola passou sobre o travessão, por pouco.

13'
Palmeiras

Gabriel Menino cruzou da meia direita no meio da área; Rafael Navarro mergulhou para escorar, meio de ombro, em direção ao gol, mas Ortíz conseguiu espalmar para mais um escanteio.

21'

Raphael Veiga, Dudu e Vanderlan entraram nos lugares de Atuesta, Gustavo Scarpa e Jorge.

23'
Palmeiras

Após jogada de Raphael Veiga, Vanderlan chegou no fundo e cruzou por baixo; Rony escorou no bico da pequena área mas foi travado e a bola saiu em escanteio.

29'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Raphael Veiga bateu escanteio no primeiro pau; Rafael Navarro desviou de cabeça e Danilo chegou no segundo pau para escorar de pé esquerdo para o fundo do gol.

30'

Zé Rafael entrou no lugar de Gabriel Menino.

34'
Palmeiras

Danilo roubou a bola na defesa e lançou vertical para Rafael Navarro, só com o gol pela frente ele arrancou e definiu de fora da área, dando chance para a defesa de Ortíz; Rony tentou aproveitar o rebote mas a zaga chegou antes e cortou em escanteio.

35'

Saiu Rony para a entrada de Breno Lopes.

38'
Emelec

Quiroga rolou para Zapata, que girou rápido e chutou no canto de Weverton, que fez uma enorme defesa e salvou o Verdão de sofrer o empate.

39'
Palmeiras

Dudu foi pra cima de Jackson Rodríguez, pedalou e chutou forte, mas a bola passou ao lado do poste esquerdo de Ortíz.

40'
Palmeiras

Marcos Rocha roubou; Raphael Veiga recebeu e avançou por dentro para a batida seca, que passou ao lado do ângulo direito de Ortíz.

49'

O fraco Nicolás Gamboa encerrou o jogo.





Fim de jogo

O Palmeiras conseguiu a vitória contra o Emelec com muito mais esforço do que todos esperávamos. O domínio da partida foi flagrante, mas as oportunidades de gol, mais uma vez, não eram bem sucedidas.

As entradas de Raphael Veiga, Dudu e Vanderlan elevaram demais o nível de jogo e o gol saiu rapidamente – e se tivessem entrado mais cedo, provavelmente o placar teria sido mais dilatado. Mas Abel segue fechado com o plano de gestão do elenco e calculou os riscos para que as entradas dos dois jogadores mais talentosos do elenco fosse suficiente para chegar à vitória com o mínimo dispêndio de energia.

O Verdão teve o domínio das ações em toda a partida, mas a ausência de Raphael Veiga dando apoio a todas as jogadas ofensivas era notável. Atuesta, um “8” de origem, se esforçou bastante para fazer o “10”, mas não deve ser fácil ter que repetir o desempenho de Veiga na fase atual.

Ainda assim, o Palmeiras poderia ter ido para o intervalo com vantagem no placar nas boas jogadas de bola parada originadas da canhota afiada de Gustavo Scarpa ou se o juiz chileno tivesse marcado um pênalti sobre Kuscevic.

O segundo tempo seguia com o mesmo jeitão; até que aos 21 minutos Abel fez as trocas que definiram o jogo – embora o gol tenha saído de bola parada. Nove minutos depois das entradas de Veiga, Dudu e Vanderlan, com o ritmo muito mais intenso, saiu o gol de Danilo, após casquinha de Navarro no primeiro pau.

Danilão segue em sua trajetória esfuziante, agora também artilheiro. O moleque está demais, esbanjando confiança e resolvendo lances difíceis com jogadas de muita categoria, mostrando todos os recursos que vem desenvolvendo.

Vanderlan mostrou em 25 minutos em campo que é uma excelente alternativa para o flanco esquerdo – não só porque pode jogar de ponta, lateral ou zagueiro, mas também pela segurança e pela compreensão do papel tático que demonstrou.

Rafael Navarro segue os passos de Rony e perde gols feitos, embora tenha feito um bom papel coletivo. Seguindo nessa toada, Merentiel, assim que adquirir condições de jogo, deve tomar posse da posição sem maiores problemas.

E a torcida, mais uma vez, fez um belo papel, enchendo o Allianz Parque e apoiando nossos jogadores mesmo num jogo um pouco abaixo das expectativas. Como sempre, todos fomos um.

E assim o Verdão melhorou um pouco mais os números da temporada, se aproximando demais do principal objetivo da fase e de mais um recorde histórico. Sem machucar ninguém, e poupando a energia do elenco. Este trabalho é sério demais e merece toda a nossa gratidão. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

32.533

R$ 2.090.453,10

Nicolás Gamboa

Emelec

Ortíz
R. Caicedo
Quintero
Guevara
Jackson Rodríguez
Sebastián Rodríguez
Arroyo
Lastre
Gracia
Zapata
Carabalí
Chalá
Cabeza
Quiroga
Ismael Rescavo
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Fez uma única defesa. Dificílima e importantíssima para garantir a vitória.
8
Marcos Rocha
Disperso no primeiro tempo, melhorou um pouco no segundo. Voltou a ter liberdade para apoiar.
6
Kuscevic
Pouco ou nada exigido na defesa, sofreu um pênalti não marcado pela arbitragem.
6.5
Gustavo Gómez
Voltou a dar as caras como centroavante. Esse Abel é muito doido.
7
Jorge
Abaixo, mais uma vez. Tem todo o apoio da torcida no episódio de violência de que foi vítima, mas segue jogando num nível abaixo do necessário.
5.5
Vanderlan
Mostrou em 25 minutos que tem potencial para ocupar uma vaga no elenco principal. Está pronto.
7.5
Danilo
Partida de jogador de seleção. Exuberante e decisivo.
8.5
Atuesta
No sacrifício, fez o "10" sem medo de ter que substituir ninguém menos que o Veiga.
6.5
Raphael Veiga
Em pouco tempo em campo, deu uma dinâmica muito mais forte ao time.
7
Gabriel Menino
Segue retomando a carreira depois de uma oscilação forte. Que siga nessa direção.
7
Zé Rafael
s/n
Gustavo Scarpa
Não é só uma canhota mortal. Está forte e habilidoso. Cria dezenas de chances de gol.
8.5
Dudu
Eu não queria ser lateral esquerdo de time nenhum, só porque um dia teria que enfrentar o Dudu.
7.5
Rony
Não precisa "amar" o Rony, mas não tem como não admirar sua entrega, mesmo com os problemas na técnica.
7
Breno Lopes
s/n
Rafael Navarro
Fez o papel tático com correção, mas o principal é colocar pra dentro, e falhou num lance claro e limpo.
6.5
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Desta vez não teve nenhuma invenção, nada de novo. Botou a máquina pra funcionar e garantiu a boa manutenção.
7





  • O favoritismo de hoje é tão grande… que é nessa hora que a merda acontece.

    Mas tudo é questão de como a liderança lida com isso. Confio no Abel.

  • Dois jogos em casa, para confirmar a liderança geral ao final da fase.
    Dois jogos para, também, dar mais rodagem ao elenco e manter esta gestão de energia, implementada pelo Abel e sua comissão.
    Amplo retrospecto favorável contra times equatorianos. É driblar uma possível falta de foco, que o resultado virá naturalmente.

    VAMOS, PALMEIRAS!!!