1
X
1

23/12/2020 - 21:30

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x América

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o América-MG, em jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

Tendendo a colocar todo o foco nas copas diante da situação delicada no Brasileirão e de olho na premiação polpuda, o Verdão deve partir com tudo pra cima dos mineiros em busca de um placar confortável, a fim de encaminhar a passagem à final.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Luan Silva, Wesley e Felipe Melo
Transição física: Patrick de Paula
Sem condição legal: Breno Lopes
Suspensos: ninguém

Pendurado: ninguém

Abel Ferreira tem “apenas” cinco desfalques para a partida e vai se dar ao luxo até de poder fazer escolhas táticas. O grande trunfo é a volta de Luiz Adriano, que deve aparecer no banco para entrar no segundo tempo após oito jogos em tratamento.

O “novo” desfalque é Breno Lopes, que sabidamente não pode disputar a competição por já ter atuado pelo Juventude.

Diante do poder de contra-ataque do time de Lisca, o mais provável é que Gabriel Menino volte à lateral e que Zé Rafael seja novamente escalado entre os titulares. Um possível time para a partida é Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo e Zé Rafael; Gabriel Veron, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Rony.

América

América-MGNo América, Lisca tem problemas: Diego Ferreira, João Paulo, Zé Ricardo e Guilherme seguem no Departamento médico. Alê também é desfalque, por suspensão, e Léo Passos, que pertence ao Palmeiras, ficará de fora por cláusula contratual.

Assim, o time que deve enfrentar o Verdão no Allianz Parque tende a ser Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson e Sávio; Flávio, Juninho e Geovane; Felipe Azevedo, Rodolfo e Ademir.

Números

  • Em 25 jogos, o América só conseguiu 4 vitórias sobre o Palmeiras. Foram 13 vitórias do Verdão e 8 empates;
  • Jogando como mandante, o Palmeiras venceu 6 vezes e só perdeu um jogo; houve ainda 3 empates.
  • Palmeiras e América se enfrentaram pela Copa do Brasil em 2018; o Verdão avançou com uma vitória por 2 a 1 no Independência para depois garantir a vaga com um empate por um gol no Allianz Parque;
  • O América já veio ao Allianz Parque três vezes; além do empate acima, perdeu os outros dois jogos: 2 a 0 em 2016 e 4 a 0 no Brasileirão de 2018;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

No calendário

O Palmeiras disputou apenas 6 jogos no dia 23 de dezembro. Foram 2 vitórias, 2 derrotas e 2 empates – o 0 a 0 contra o Botafogo, em 1972, nos garantiu o quinto título brasileiro. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Do lado de cá: Marcos Rocha
Do lado de lá:
ninguém

Arbitragem

Leandro VuadenÁrbitro Principal:
Leandro Vuaden

Daniel Nobre BinsVAR:
Daniel Nobre Bins

Parpite

O Palmeiras deve sufocar o América desde o início. Se tiver êxito e sair na frente nos minutos iniciais, provavelmente vai intimidar os mineiros e conduzir o jogo com tranquilidade. Só não pode descuidar dos contra-ataques velocíssimos do time que derrotou SCCP e Inter no campo adversário para chegar até esta fase.

Dá Verdão: 3 a 0, com gols de Raphael Veiga (2) e Rony, pra ter tranquilidade e fechar a passagem à final no Independência. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

TV GloboGlobo (regiões de Belo Horizonte, Varginha, Coronel Fabriciano e Montes Claros)

SportvSporTV

Pós-Jogo

Palmeiras 1x1 América-MGCesar Greco/Ag.Palmeiras

Numa partida em que a torcida sofreu de aflição tanto ou mais que os jogadores, o Palmeiras não conseguiu vencer o América no Allianz Parque, ficando no empate por um gol.

O resultado leva a decisão para Belo Horizonte com os dois times em igualdade de condições; não há a regra do gol qualificado na Copa do Brasil e a partida da volta começará com o placar de 0 a 0 levando a vaga para os pênaltis.

Primeiro tempo

1'
América-MG

No primeiro contra-ataque encaixado nas costas de Gustavo Scarpa, Ademir disparou pela direita e cruzou para a finalização de Geovane – Weverton teve problemas para defender no canto direito.

2'
Palmeiras

Rony tentou infiltrar pela direita, entrou na área e bateu cruzado; Matheus Cavichioli rebateu e a zaga aliviou o perigo.

6'
Palmeiras

Willian recebeu de Gabriel Menino, enfiou para Rony que dominou na meia-lua e bateu rápido; a zaga prensou e a bola saiu em escanteio. Na batida no primeiro pau, Rony e Emerson Santos disputaram a bola com perigo, mas a bola saiu à esquerda do gol.

12'
Palmeiras

Willian recebeu por dentro, girou o corpo rápido e bateu com força, mas a bola subiu demais.

19'
América-MG

Gol do América – Emerson Santos, na saída de bola, resolveu atravessar a bola na área mas errou grosseiramente, dando a bola de presente para Ademir, que tocou na saída de Weverton.

25'
Palmeiras

Gabriel Menino tabelou com Rony e bateu de fora; a bola saiu à esquerda, sem perigo.

27'
Palmeiras

Na falta pela meia direita, Scarpa finalizou a jogadinha ensaiada mas a bola desviou e saiu em escanteio. Na batida curta, Scarpa levantou na área, Gustavo Gómez disputou com o goleiro e Raphael Veiga teve a chance de finalizar, mas errou o alvo. Gómez estava impedido e a jogada já não estava valendo.

35'
Palmeiras

Gustavo Scarpa cruzou “reto”; Raphael Veiga tentou o cabeceio, mas não conseguiu dar a direção.

36'
Palmeiras

Gabriel Veron entrou na área e tentou cruzar duas vezes; na segunda a bola bateu em Matheus Cavichioli, pipocou sobre a linha do gol mas o goleiro ficou com ela. O VAR checou a imagem e atestou que a bola não entrou.

46'
Palmeiras

Gabriel Menino inverteu para Marcos Rocha, que colocou no peito e cruzou na pequena área; Cavichioli bloqueou e Marcos Rocha cruzou de novo; Veron cabeceou e a bola encobriu o goleiro, mas caiu sobre a rede atrás do travessão.

48'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Em jogada de lateral, lá de trás, Marcos Rocha colocou na cabeça de Gustavo Gómez, que cabeceou com força, colocando no cantinho esquerdo de Matheus Cavichioli.

49'

Logo após o gol, Leandro Vuaden encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

1'
Palmeiras

Após escanteio da direita, a zaga rebateu; Veiga pegou o rebote e emendou. O lance se repetiu: a zaga rebateu e Veiga emendou de primeira, para a zaga finalmente aliviar em definitivo.

3'
Palmeiras

Marcos Rocha bateu lateral na risca da pequena área; a bola passou pela zaga do América e chegou limpa para Rony, que errou o movimento e escorou com a orelha, fraco e sem direção.

4'
Palmeiras

Rony foi lançado em velocidade pela esquerda; ele entrou na área e bateu sem o melhor ângulo; a bola desviou na marcação e saiu, batendo na rede por fora, junto ao poste direito.

10'
Palmeiras

Zé Rafael inverteu para Scarpa na esquerda e o camisa 14 aproveitou o espaço e tentou o arremate de fora; a zaga rebateu e Scarpa emendou alçando a bola para a área; Willian testou no primeiro pau mas errou o alvo.

12'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita e quase fez gol olímpico; Messias afastou e Gabriel Veron emendou em direção ao gol; a bola passaria pelo goleiro mas a zaga conseguiu desviar.

14'
Palmeiras

Gabriel Menino enfiou para Veiga centralizado; ele girou, bateu e Cavichioli pegou no canto esquerdo. Veiga tinha mais opções.

19'

Danilo, Lucas Lima e Luiz Adriano entraram nos lugares de Zé Rafael, Raphael Veiga e Willian. Rony foi para a ponta.

23'
Palmeiras

Lucas Lima recebeu com liberdade por dentro e bateu forte; a bola explodiu em Messias e saiu em escanteio.

27'
Palmeiras

No lançamento longo de Gabriel Menino, Rony apareceu por trás da zaga, livre, mas não conseguiu o domínio e Cavichioli ficou com a bola. Se tivesse tentado finalizar de primeira, pegaria o goleiro fora do gol.

30'

Viña entrou no lugar de Scarpa; Gabriel Silva no de Veron.

34'
Palmeiras

Viña cruzou por baixo; Messias furou e a bola sobrou para Luiz Adriano, que reagiu rápido e tocou para o gol; Matheus Cavichioli fez uma defesa monstruosa, atacando o lance e fechando o ângulo.

50'

O Palmeiras empurrou o América para dentro de sua área nos minutos finais mas não conseguiu criar nenhuma situação de finalização perigosa. Vuaden encerrou o jogo e o time mineiro carrega um dos resultados que desejava para a decisão da vaga na final em Belo Horizonte.





Fim de jogo

Levou cerca de dez minutos para o Palmeiras encaixar a marcação nos contra-ataques do América, que já havia levado perigo em dois ou três lances, sempre com Ademir. Quando a ação reativa do visitante estava aparentemente neutralizada, veio o erro que mudou o confronto.

Emerson Santos, muito tranquilo e com confiança, cometeu um erro primário, ao decidir dar um passe cruzado dentro da grande área. O erro deu a vantagem ao time mineiro no  placar e no moral. Demorou para nosso time recuperar a intensidade e o America ficou mais cheio de confiança do que nunca.

Aos poucos as chances do Palmeiras foram aparecendo, embora o time se ressentisse de uma participação maior de Raphael Veiga. Com o camisa 23 apático, mal posicionado, o Palmeiras tinha problemas em rodar a bola rápido. O toque ficou mais cadenciado, o que dava a chance das linhas de defesa do América, compactas, cobrirem os espaços.

Mesmo assim, o Verdão chegou a um quase-quase-gol, com o goleiro salvando a bola de Gabriel Veron em cima da risca – ou até um tiquinho para dentro, mas sem passar a bola toda.

O gol chegou da forma mais inesperada: de um lateral da intermediária, que Gustavo Gómez desviou de cabeça, meio de lado, com muita precisão, acertando o canto do goleiro. O gol no fim do primeiro tempo deu tranquilidade ao Palmeiras e tirou a confiança que o América estava transbordando. A história do segundo tempo seria bem diferente.

De fato, o Palmeiras voltou bem melhor.  Explorando mais os lados do campo, as chances surgiram, e só não foram melhores porque o pé de Gustavo Scarpa não estava tão bem calibrado.

As mexidas, em dois atos, também melhoraram o time.  Luiz Adriano teve a bola do jogo, mas falhou. Mesmo cheio de atenuantes, era lance para colocar na rede, ainda mais no Gol Sul.

Lucas Lima deu mais dinâmica ao time que Veiga; Viña produziu mais no ataque que Scarpa. Danilo, que substituiu o extenuado Zé Rafael, foi importante para garantir que não haveria parmeradas nos contra-ataques do América.

Faltou força no fim. Mesmo com o América nas cordas, só houve um lance nos 15 minutos finais que prendeu o grito de gol em nossas gargantas. Pouco. O América soube resistir à pressão.

A questão é se conseguirão repetir isso por mais 90. Ou mesmo se seguirão com essa postura defensiva ou se terão algum plano para vencer o jogo nos 90 minutos. O jogo da volta promete muito mais emoções.

O Palmeiras segue sendo favorito a avançar à final. Mas vai precisar ter mais volume durante todo o jogo – ou pelo menos enquanto estiver precisando do resultado. E vai ter que saber transformar o volume em placar.

As chances seguem interessantes. A frustração é por saber que dava para ter definido o confronto já nesta partida de ida.

Semana que vem tem mais. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

América-MG

Matheus Cavichioli
Daniel Borges
Messias
Anderson
Sávio
Calyson
Flávio
Sabino
Juninho
Geovane
Marcelo Toscano
Ademir
Lucas Luan
Rodolfo
Felipe Azevedo
Felipe Augusto
Lisca
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Uma boa defesa no primeiro lance do jogo; fez o que dava no lance do gol.
6
Marcos Rocha
Apoiou razoavelmente bem, cobrou o lateral que deu em gol e não prejudicou na defesa.
6.5
Emerson Santos
Cometeu um erro apenas em todo o jogo. Mas foi um erro gravíssimo, que influenciou negativamente no andamento de boa parte do jogo.
3
Gustavo Gómez
Mais uma vez resolveu lá na frente. Vai se transformando num dos grandes zagueiros artilheiros da História do clube, não bastasse ser um dos que joga melhor como defensor.
8
Gustavo Scarpa
Perna descalibrada, errou a maioria dos cruzamentos.
5.5
Viña
Entrou bem, atento na vigilância e efetivo no apoio.
6.5
Zé Rafael
Jogou mais como primeiro volante, tendo que cobrir as descidas dos laterais e eventualmente preenchendo espaços no apoio.
7
Danilo
Foi importante na parte final, garantindo que o time não sofresse nenhum contra-ataque mortal - as típicas parmeradas.
6.5
Gabriel Menino
O dono do jogo. Esteve em todas as partes do campo fazendo todas as funções. E não foi nem substituído.
8.5
Willian
Faltou pisar mais na área. Não reagiu bem à última linha do América.
5.5
Luiz Adriano
Teve a bola do jogo. Diante da rapidez, da falta de ritmo e da ótima saída do goleiro, fez o que conseguiu. Mas nada disso anula o fato de que era bola pra colocar pra dentro.
5.5
Raphael Veiga
Mal colocado, deixou de ser uma opção para fazer a bola rodar mais rápido. Deixou o time com um a menos em boa parte das jogadas.
5
Lucas Lima
Entrou bem melhor posicionado e deu o ritmo que o time precisava na parte final.
6.5
Gabriel Veron
Pouco acionado no primeiro tempo; com mais participações, poderia ter levado mais perigo ao gol adversário.
6
Gabriel Silva
Jogando aberto, como na base, participou pouco do jogo.
5.5
Rony
Primeiro como referência, depois aberto, não foi bem tecnicamente em nenhuma das situações.
5.5
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Não fez as melhores escolhas na escalação, apesar de pressionado pelo cenário físico; no segundo tempo o time exerceu o volume de jogo necessário; mas não teve força para transformar a superioridade em gols.
5.5





  • Estava aqui explicando pro meu filho o que é “entregar a paçoca”. Que presente de Natal pro América…

    Mas na quarta que vem classificaremos!

  • não entendo porque tem torcedor que está metendo pau no time. o desgaste já é visível. temos um jogo agora final de semana onde é bem provável que nenhum titular vai jogar poupando o time pro segundo jogo da CB. continuo acreditando nos jogadores, no técnico e na comissão técnica. nenhum time consegue manter alto nível jogando a cada 3 dias, ainda mais que a maioria pegou covid.
    Então vamos parar de cornetar e apoiar nosso time.
    Temos duas copas pra jogar e ser campeão.

    Avanti Palestra.
    VAMOS SER CAMPEÃO P&*%$

  • O Abel escalou o time da Fox , do Pippo, deu nisso. A zaga é Luan e Gomes (entrosados) Lateral – Vina (só tem esse), na direita Menino ou Mayke, Marcos Rocha não vem jogando bem, Veiga parece não ter se recuperado da covid e o Zé, do tornozelo (sacrifício cobrando a fatura). Espero que o Patrick volte no dia 30 junto com Danilo ao meio.

  • Veiga e Zé estavam sendo o motorzinho do time. Ambos caíram de produção, e tudo está nas costas do Menino. Ainda, não temos um goleador e nem quem chame a responsabilidade pra decidir as jogadas. LA não é esse cara.

  • Weverton
    GM ES GG Vinã
    Danilo ZR Veiga
    Rony, Scarpa, LA ou Veron.
    Se o portuga não poupar todo mundo acima contra o Bragantino, vamos cair na semi na quarta e passarmos vergonha contra o River.
    Ninguém acima tem lesão, mas todos estão visivelmente extenuados, tirando apenas GM que vem mantendo o nivel e LA que não vem jogando.
    Se a “estratégia de português” for mantida, ja era amigos.

  • Se o time estava esgotado fisicamente como já havíamos comentado desde o jogo de ida contra o Libertad, porque não preservou os jogadores principais contra Bahia e Inter ?

    Contra o América todos os jogadores principais deveriam estar em suas condições físicas plenas.

    E não foi isso que aconteceu, o que vimos foi exatamente o contrário.

    Erro de estratégia de Abel é sua comissão técnica…

  • Em Copa não pode dar vacilo, qualquer vacilada pode ser fatal, e foi o que aconteceu, aquele vacilo do Emerson Santos , uma entregada horrorosa, empatamos o jogo e levamos a decisão pro segundo, foi um resultado frustrante claro, todos nós esperávamos a vitória, mas pelo menos não teve derrota, estou confiante pro segundo jogo, vamos avançar. Avanti Palestra

  • O Marcos Rocha batendo lateral na mão do goleiro lembrou o Palmeiras do Felipão. O Lisca no final do jogo estava radiante com sorriso de orelha orelha, a decisão está em aberto , temos totais condições de vencer o segundo jogo…eu quero gritar bem alto “LISCA É O CARALHO!”

    • a hora que eu vi esse lance, xinguei tudo esse Marcos Rocha, bate a merda do lateral na mão do goleiro? é ser muito inútil mesmo. mesmo o gol saindo de um lateral assim continuo achando inútil esse tipo de lançamento. é muito manjado.

  • Hoje infelizmente o Portuga na minha opinião foi muito mal, escalou errado, mexeu na maioria das vezes errado, enfim, péssima noite do nosso técnico. Pode ter colocado o campeonato mais possível no buraco. Ainda acho que temos todas condições de ganhar lá e passar, mas nós complicamos muito. A propósito, o América é realmente um time muito perigoso e chato de enfrentar, mas se entra com o que tem de melhor, tinha ganho. Destacando que colocar o Gabriel Silva num jogo desse, é incompreensível.

  • Emerson Santos, o Papai Noel verde. No mais jogo bem ruim. Muitos erros. Vai ter que melhorar muito pra semana que vem. Esse time do América não é bobo

  • Não entendo esse lugar cativo do Luan no time, só de não jogar marcos Rocha já é uma evolução tremenda. Colocaria o Kuscevic que pelo pouco que jogou, já se mostrou tecnicamente bem superior ao Luan.