0
X
1

Pré-Jogo

Pré-jogo Vasco x Palmeiras

Pode ser hoje! Esta tarde, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Vasco da Gama no Rio de Janeiro e se vencer, conquistará o Brasileirão pela décima vez. Mesmo em caso de tropeço, o Verdão será campeão se o Flamengo não vencer o Cruzeiro em Belo Horizonte. Convenhamos, a chance é enorme.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
ninguém!

Pendurados: Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena, Diogo Barbosa, Thiago Santos, Willian Bigode, Lucas Lima, Hyoran e Borja

Felipão tem todo mundo à disposição. Já deve ter estudado bastante o Vasco e deve escalar o time que acha que melhor vai encaixar com o que ele imagina que será a proposta de Alberto Valentim. Um dos possíveis times é Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Thiago Santos e Bruno Henrique; Willian Bigode, Lucas Lima e Dudu; Deyverson.

Vasco

VascoAlberto Valentim também não tem problemas em relação ao time que vinha jogando normalmente – apenas os que estão no DM há várias semanas. Ainda dependendo de uma vitória par escapar do rebaixamento, o Vasco deve alinhar com Martin Silva; Luiz Gustavo, Werley, Leandro Castán e Henrique; Desábato e Andrey; Yago Pikachu, Thiago Galhardo e Kelvin; Maxi López.

Lei do Ex

  • Do lado de cá: Fernando Prass, Luan e Diogo Barbosa
  • Do lado de lá: Luiz Gustavo, Fabrício e Kelvin

Árbitro

Rafael TraciRafael Traci não chega a ser o pior árbitro do mundo quando apita nossos jogos, mas costuma nos atrapalhar por erros de seus auxiliares, como se pode ver na sequência abaixo.

Parpite

Vale taça e ninguém além do Palmeiras pode conquistá-la hoje. É hora de passar o filme de toda a temporada na cabeça e ir com tudo em busca da glória. Hoje não tem cansaço. Hoje não tem que se poupar pra nada. Hoje é o dia de ser recompensado por todo o esforço.

O Vasco teme o quarto rebaixamento em onze anos e precisa vencer a todo custo. Vai nos deixar espaços assim que ouvir o clamor da torcida, mesmo que Valentim oriente uma postura mais cautelosa. O Verdão tem que controlar o jogo de forma experiente e dar o bote na hora certa, sem pressa. Com Willian inspirado, dá Verdão: 2 a 0, os dois do Bigode, para 21.123 pagantes.

Chegou o dia! VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Escolha o canal e sincronize a imagem da TV com o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

TV GloboGlobo  – para SP, PR, GO, TO, MS, MT, SE e CE

PFCPFC

Pós-Jogo

Vasco 0x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras venceu o Vasco por 1 a 0 em São Januário e chegou à conquista do tão sonhado decacampeonato. Depois de um primeiro tempo muito difícil, o time mudou a atitude após o intervalo, encurralou o Vasco em sua área e chegou ao gol do título com Deyverson – justo ele.

A conquista coroa várias trajetórias no elenco e comissão técnica, que serão objeto de posts especialmente dedicados. A semana deve ser especial no Verdazzo, com o deca destrinchado como merece.

Primeiro tempo

7'
Palmeiras

Mayke cruzou à meia-altura, Leandro Castán tentou cortar e quase marcou contra – a bola saiu em escanteio.

19'
Vasco da Gama

Yago Pikachu cobrou escanteio e Andrey pegou a sobra para emendar de joelho, para fora, mas assustando Weverton.

Com os laterais presos, o Palmeiras não conseguia triangulações para envolver a defesa do Vasco. Willian não tinha o mesmo espaço que teve contra o América e rendia pouco. O Vasco mostrava um esquema defensivo eficiente, com os jogadores nitidamente se desdobrando para fechar as portas de entrada do Verdão.

27'
Palmeiras

Dudu cobrou escanteio; Luiz Gustavo cortou quando Felipe Melo estava pronto para testar para o gol.

42'
Palmeiras

Dudu sofreu falta de Pikachu no bico da área, pela esquerda. Ele mesmo cobrou, tentando achar o ângulo esquerdo de Fernando Miguel, mas errou o alvo.

42'
Palmeiras

Bruno Henrique tabelou com Dudu e bateu de curva, por baixo, tentando achar o rodapé esquerdo de Fernando Miguel, mas a bola saiu por pouco – foi a melhor chance do primeiro tempo.

Aos 51 minutos, Rafael Traci encerrou um primeiro tempo em que os sistemas defensivos levaram ampla vantagem sobre a criação dos dois times.


Segundo tempo

3'
Palmeiras

Borja brigou pelo lado esquerdo, ganhou o lance e cruzou; Lucas Lima emendou de sem-pulo, mas sem direção.

4'
Palmeiras

Bruno Henrique levantou na área e Werley cortou para trás, cedendo escanteio de forma perigosa.

7'
Palmeiras

Mayke cruzou e Dudu tentou emendar de primeira mas pegou mal na bola, que saiu pela linha de fundo.

14'

Borja deu lugar a Deyverson.

16'
Palmeiras

Dudu cortou pra dentro e bateu mascado; Fernando Miguel defendeu sem esforço.

19'
Palmeiras

Dudu cobrou escanteio da esquerda; Maranhão tirou uma casquinha e Deyverson tentou emenda de voleio, mas a bola foi bloqueada por Pikachu.

Os laterais passaram a participar mais do jogo; Bruno Henrique também se converteu em boa opção de passe e o Palmeiras amassava o Vasco em sua área.

22'
Palmeiras

Dudu puxou contra-ataque e a bola sobrou para a finalização de Bruno Henrique, que foi defendida por Fernando Miguel.

25'

Lucas Lima deu lugar a Gustavo Scarpa, que foi para a esquerda, com Dudu sendo deslocado para jogar por dentro.

27'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Em sua primeira intervenção como armador central, Dudu arrancou e serviu Willian Bigode dentro da área; o camisa 29 fez uma acrobacia no ar e escorou com o lado externo do pé direito para a chegada de Deyverson, que empurrou para as redes de Fernando Miguel marcando o gol do título do Palmeiras.

29'

Willian machucou o joelho direito na queda, na jogada do gol, e deu lugar a Jean.

O Palmeiras passou a controlar o jogo e o relógio. O Vasco não tinha forças para pressionar o Verdão e o que se viu até o fim de jogo foi uma interminável contagem regressiva.

Aos 50 minutos, Rafael Traci encerrou o jogo e o Verdão se sagrou decacampeão brasileiro.





Fim de jogo

Foi uma partida extremamente controlada pelo Palmeiras, sobretudo no segundo tempo. Nosso time parecia estar tentando evitar o erro da partida contra o América, quando entrou muito afobado no primeiro tempo – desta vez, a pilha parecia estar abaixo do necessário.

O erro foi aparentemente corrigido no vestiário, e o segundo tempo do Palmeiras foi impecável, com uma pressão incessante até chegar ao gol – com o dedo de Felipão, que colocou Dudu para jogar por dentro e dois minutos depois o camisa 7, em tarde pouco inspirada, acabou construindo a jogada que Deyverson concluiu.

Foi uma conquista cheia de grandes personagens, com uma trajetória de recuperação impressionante após a chegada de Felipão. O Verdão chegou ao título contra um vice-campeão que deve encerrar o campeonato com a maior pontuação desde  2006, quando os pontos corridos passaram a ter 20 competidores – mas nossos 77 pontos de fato deram a margem suficiente para garantir o objetivo, conforme o Verdazzo postulou na projeção pré-campeonato.

Parabéns a todos os jogadores pela sensacional conquista. Parabéns à comissão técnica e à diretoria, que fizeram o necessário para que o potencial técnico, administrativo e financeiro do clube se concretizasse em um importante título. E parabéns, principalmente, a nós, torcedores, que fomos colocados à prova no dia 8 de abril e respondemos com apoio incondicional em busca de conquistas maiores – a primeira já veio, e em 2019 elas devem continuar chegando, enquanto os rivais e inimigos seguem tentando bolar piadinhas de efeito para as redes sociais.

Quem está rindo mesmo?

AVANTI PALMEIRAS!


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração de Bruno Zanholo e comentários de Conrado Cacace.

Ficha Técnica

21.066

R$ 569.810,00

Rafael Traci

Súmula

Borderô

Vasco da Gama

GOL
Fernando Miguel
LAD
Luiz Gustavo
ZAG
Werley
ZAE
Leandro Castán
LAE
Henrique
LAE
Willian Maranhão
VOL
Desábato
VOL
Raul
VOL
Andrey
MEI
Yago Pikachu
MEI
Thiago Galhardo
MEI
Kelvin
ATA
Marrony
ATA
Máxi López
TÉCNICO
Alberto Valentim

Palmeiras

GOL
Weverton
LAD
Mayke
ZAG
Luan
ZAE
Gómez
LAE
Diogo Barbosa
VOL
Felipe Melo
VOL
Bruno Henrique
MEI
Willian
VOL
Jean
MEI
Lucas Lima
MEI
Gustavo Scarpa
MEI
Dudu
ATA
Borja
ATA
Deyverson
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Fez algumas defesas bem fáceis em chutes de longe. Soube fazer o relógio andar quando teve a posse da bola.
6.5
Mayke
Discretão no primeiro tempo, se soltou após o intervalo e apareceu bem.
7
Luan
O melhor em campo, tirando todas por cima e por baixo e fazendo os vascaínos chorarem de saudade.
9
Gómez
Jogo tranquilo e sem maiores intervenções.
6.5
Diogo Barbosa
Não conseguiu entrar no jogo em nenhum momento.
6
Felipe Melo
Amarelado cedo por uma discussão com Kelvin, jogou todo o tempo restante preocupado em não ser expulso - mas sua participação nos 15 minutos finais foi brilhante.
7
Bruno Henrique
Partida-padrão de Bruno Henrique, se desdobrando no meio-campo para defender e apoiar o ataque.
7.5
Willian
Teve pouco espaço para aproveitar a velocidade, mas sua participação no gol foi magnífica.
7
Jean
20 minutos corretos, preenchendo os espaços e bloqueando as investidas do Vasco em seu setor.
6
Lucas Lima
O mais esforçado do primeiro tempo - prejudicado pela baixa intensidade do resto do time.
7
Gustavo Scarpa
O gol saiu logo após sua entrada, e aí o Palmeiras só administrou o placar.
6
Dudu
Partida tecnicamente sofrível, da qual ele se redimiu completamente ao construir a jogada do gol do título.
7
Borja
Bem quando abriu espaços para a aproximação dos companheiros, mas falhou no posicionamento dentro da área.
6
Deyverson
Que figuraça. Já escreveu seu nome de forma definitiva na História do clube.
8
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Se a pilha do primeiro tempo veio um pouco abaixo do necessário, corrigiu na medida exata no intervalo e ainda mexeu com precisão para deixar o time certinho para chegar ao gol - demorou apenas dois minutos.
8.5