Raphael Veiga agradece apoio da torcida em Londrina e comenta sobre Seleção Brasileira

Raphael Veiga comemora seu gol pelo Palmeiras contra a Juazeirense, durante partida válida pela fase um dezesseis avos da Copa do Brasil 2022, no Estádio do Café.
Cesar Greco

Raphael Veiga anotou o segundo gol da vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre a Juazeirense

O Palmeiras está classificado para as oitavas-de-final da Copa do Brasil. Após vencer o jogo de ida por 2 a 1, na Arena Barueri, o Verdão repetiu o placar contra a Juazeirense em Londrina, com gols de Danilo e Raphael Veiga.

O tento do camisa 23 saiu em uma de suas especialidades: cobrança de pênalti – são 23 acertos em 23 batidas pelo clube. Depois do jogo, em entrevista, Veiga falou sobre a marca.

“Cada pênalti é uma história diferente. Todos acham que eu fico tranquilo para bater, mas sempre dá aquele frio na barriga. Eu treino muito, pra esse jogo eu treinei para bater cruzado. Hoje a bola bateu na trave e entrou. Às vezes precisamos contar com a sorte também. Estou confiante”, declarou o jogador.

Raphael Veiga aproveitou para agradecer a presença dos palmeirenses no Estádio do Café. Apesar do mando ser da Juazeirense, as arquibancadas estavam tomadas por torcedores do Verdão.

“Agradeço a todos que vieram nos assistir aqui. Teve um pessoal que invadiu o campo, mas eu os entendo. Eles não têm muito acesso à gente e estão aproveitando”, complementou.

Raphael Veiga fala sobre Seleção Brasileira

Outro assunto da entrevista do meio-campista foi a sua não convocação para a Seleção Brasileira. Artilheiro do Palmeiras no ano, com 17 gols, Veiga admitiu que tinha expectativa de ser chamado, mas ainda mantém o sonho de vestir a camisa amarela.

“Tinha a expectativa e ainda tenho a expectativa de ir pra seleção. É um sonho, assim como ganhar a Libertadores, a Copa do Brasil. Todos esses sonhos eu tenho realizado e eu acredito que o da seleção também se realizará. Tenho que continuar trabalhando e mantendo a paz”, disse o jogador, que escutou os gritos dos torcedores pedindo sua presença na seleção. “É legal o reconhecimento deles, mostra que estou no caminho certo”, finalizou.

Classificado, o Verdão volta a campo pelo Campeonato Brasileiro. No sábado, a equipe enfrenta o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque.