0
X
0

20/05/2021 - 22:00

Palmeiras 0x0 SPFCCesar Greco

O Palmeiras empatou sem gols com o SPFC e deixou a decisão do estadual de 2021 para ser decidido totalmente no domingo, no Morumbi.

Respeitando excessivamente o adversário, o Verdão desperdiçou a chance de abrir uma vantagem importante e agora está obrigado a vencer o jogo de volta, já que não há a regra do gol qualificado e qualquer empate levará a decisão para os pênaltis.

Primeiro tempo

14'
Palmeiras

Benítez errou o passe atrasado e deu no pé de Rony, que tocou rápido para Luiz Adriano, que entrou na área e finalizou; sem muita força, a bola foi na direção de Tiago Volpi, que não teve problemas para fazer a defesa.

47'
Palmeiras

Patrick de Paula pegou a bola de frente e arriscou de longe, mas mandou por cima do gol.

48'

Flávio Rodrigues de Souza, que como sempre só marcou faltinhas irritantes, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

O Palmeiras voltou sem alterações. O SPFC, que já havia perdido Daniel Alves por lesão no primeiro tempo, teve que trocar Benítez por Igor Gomes.

6'
SPFC

Na bola longa de Miranda, Gustavo Gómez rebateu e Pablo pegou a sobra para fazer o chute frontal; Weverton pegou bem.

13'
Palmeiras

Miranda passou errado; Raphael Veiga aparou, deu dois passos e soltou o míssil; Tiago Volpi teve que se virar e mandou a escanteio.

16'
SPFC

O árbitro inventou uma falta em clara jogada de ombro com ombro de Veiga em Luan. Reinaldo bateu forte e Weverton teve que rebater para a frente.

26'
SPFC

Igor Vinicius teve liberdade, se aproximou e cruzou na medida para Igor Gomes, que estava de frente, a um passo da risca da pequena área, mas errou o cabeceio e desperdiçou grande chance.

29'

Raphael Veiga deu lugar a Gustavo Scarpa; Patrick de Paula saiu para a entrada de Danilo Barbosa.

 

30'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita; Renan disputou por cima e escorou com o ombro; a bola saiu lambendo a trave direita de Volpi.

38'
Palmeiras

Rony entrou em velocidade após enfiada de Mayke e centrou por baixo; a zaga rebateu e Mayke aparou para bater forte, por cima do gol.

40'
Palmeiras

Mais um apoio de Mayke, que levantou na marca do pênalti para Rony, que estava livre e testou buscando o ângulo esquerdo de Volpi, mas errou o alvo.

42'
SPFC

Numa bola de muito longe, Gabriel Sara acertou a trave esquerda de Weverton – que estaria nela se fosse no gol. No rebote, Luan tentou o chute frontal mas foi em cima de Weverton.

44'

Wesley entrou no lugar de Luiz Adriano.

49'

Após muito respeito dos dois lados, o juiz acabou a partida.



Ficha Técnica

SPFC

Tiago Volpi
Arboleda
Miranda
Léo Pelé
Daniel Alves
Igor Vinicius
Luan
Liziero
Benítez
Igor Gomes
Gabriel Sara
Reinaldo
Pablo
Hernán Crespo
TÉCNICO


Fim de jogo

Os dois meios de campo encontraram a forma de marcar bem e anular as tentativas dos adversários. Felipe Melo, o melhor em campo, anulou Benítez. Do outro lado, Luan esteve firme em cima de Raphael Veiga e Léo Pelé ganhou a maioria dos duelos com Rony.

Assim, o primeiro tempo transcorreu de forma bastante intensa, mas amarrada. Os dois times se estudaram durante todos os 45 minutos e era esperado que algum movimento tático fosse feito, principalmente por parte do Palmeiras.

Além de jogar em casa, o Verdão viu o adversário perder por lesão suas duas maiores referências técnicas: Daniel Alves e Martín Benítez. Marcar um gol poderia levar o time visitante, fragilizado, a se perder no aspecto emocional e mais poderiam vir na esteira.

Mas o time de Abel Ferreira preferiu se manter preso à tática segura de não dar chance alguma ao adversário acreditando que o gol poderia sair naturalmente.

Por um lado, o Palmeiras de fato teve chances importantes no segundo tempo e poderia ter feito o gol da vitória. Mas na defesa o time também acabou sofrendo ataques importantes, o que faz cair por terra a justificativa de não estar dando chances ao visitante.

A entrada de Danilo Barbosa no lugar de Patrick de Paula não ajudou em nada na função criativa; apenas fortaleceu ainda mais a marcação. Wesley só foi acionado aos 43 do segundo tempo, o que chega a ser risível e deixa clara a prioridade de Abel na partida.

Foi uma noite pouquíssimo inspirada do Palmeiras, principalmente do treinador, que colocou sobre si uma pressão desnecessária. Mas, é claro, ainda tem todo o segundo jogo para desfazer o nó e mostrar apetite para ser campeão. O adversário e o local para isso são perfeitos. VAMOS PALMEIRAS!





  • A boa notícia é que estamos numa sequencia de vitórias como visitante de respeito. Ganhar na casa do adversário tende a ser mais prazeroso ao Verdão.
    Chega logo domingo. Avanti Palestra.

  • Análise sobre Renan corretíssima, também senti que não estava num bom dia, nervoso…..é tão bom que não compromete. O jogo do SP vai ser esse ai. Não vão jogar de igual porque sabem que dai estariam entregando o título de mão beijada, deverão estar mais “soltinhos” no segundo jogo, oportunidade de Veiga se mostrar mais participativo e menos conformado com a situação de jogo proposta. Vão apostar num erro do Palmeiras nos 90 minutos restantes, cabe ao Verdão criar mais e jogar o peso da falta de títulos nas costas dos bambis. E pelo amor de Deus, sem penalidades.

  • Conrado muito modesto. Aposto num baile hoje. 4×0 com direito a gol de cobertura. E no panetone um jogo mais pegado. 2×2

  • Ganhar esse campeonato vai ser um tapa na cara da FPF.
    Mas, mais do q isso, vamos em busca de mais um título!
    Hoje, acredito num 2 a 1 pra nós.