2
X
1

23/08/2020 - 16:00

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Santos

Na tarde deste domingo, a Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta o Santos, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

O mando é do Palmeiras, mas não foi possível usar o verbo “receber”, porque nossa diretoria decidiu levar o jogo para o estádio do Morumbi. Então é “enfrenta” mesmo.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Gabriel Veron, Viña, Felipe Melo e Luan Silva
Suspensos: ninguém

Pendurados: ninguém

Gabriel Veron era esperado para participar da partida, mas a julgar por sua ausência nos trabalhos com bola realizados nos últimos dois dias, o menino não está pronto sequer para ficar no banco. Viña é mais um que ainda está com problemas, após forte pancada no quadril no jogo contra o Goiás.

Como teremos semana livre pela frente e é um clássico, é pouco provável que Vanderlei Luxemburgo decida poupar alguém, a não ser que a fisiologia acenda a luz vermelha piscando.

O time que deve, portanto, entrar em campo esta tarde tende a ser Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Patrick de Paula, Lucas Lima e Gabriel Menino; Rony e Luiz Adriano.

Santos

SantosNo Santos, Cuca segue tendo que usar o reserva João Paulo no gol. O atleta começou o ano como quarta opção para a posição, mas depois das saídas de Vanderlei e Everson e da lesão de Vladimir, a titularidade enfim chegou.

O time deve ser o mesmo que venceu as duas últimas partidas: João Paulo; Pará, Alison, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Kaio Jorge e Soteldo.

Números

  • Estamos diante do maior freguês de nossa História, o maior saco de pancadas de nossos quase 106 anos de existência: em 337 jogos, foram 141 vitórias do Palmeiras contra apenas 106 do Santos; houve ainda 90 empates;
  • Em Campeonatos Brasileiros, no entanto, a vantagem é deles: 20 vitórias do Palmeiras, 25 empates e 28 vitórias santistas;
  • Nas 50 vezes que as equipes se enfrentaram no Morumbi, o Palmeiras venceu 18 e perdeu 12 vezes; houve ainda 20 empates;
  • O maior público num clássico paulista aconteceu entre as duas equipes: 123.318 pagantes assistiram à vitória do Palmeiras por 2 a 0 em 15 de outubro de 1978, partida válida pelo Paulistão daquele ano.

No calendário

O Palmeiras já disputou 18 jogos no dia 23 de agosto e venceu 12 marcando 48 gols. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Arbitragem

Vinicius Gonçalves Dias AraújoÁrbitro Principal:
Vinicius Gonçalves Dias Araujo

José Claudio Rocha Filho

VAR:
Jose Claudio Rocha Filho

Projeção de pontos

De acordo com a projeção de pontos feita antes do início do campeonato, estamos dois pontos abaixo. A meta para este jogo era de vitória, considerando jogo “em casa”. Mesmo não sendo, precisamos dos três pontos para nos mantermos na margem de alcance da meta.

Parpite

O “efeito Cuca” já deve estar passando e o elenco do Palmeiras é superior. Mesmo assim, diante da aleatoriedade dos resultados verificadas neste campeonato atípico, qualquer resultado é possível.

Retomando o otimismo, vamos de 2 a 1 para o Verdão, com gols de Diogo Barbosa e Lucas Lima.

Eu disse otimismo?  VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

TV GloboGlobo –  para SP, PR, MG (Uberlândia, Ituiutaba e Uberaba), MS, BA, SE, AL e CE

PFCPFC

Pós-Jogo

Palmeiras 2x1 SantosCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras venceu o Santos esta tarde no Morumbi, chegou à segunda vitória seguida e está escalando a tabela de classificação do Brasileirão. Melhor do que isso foi ver que o time respondeu bem à pressão e voltou a apresentar um ótimo futebol.

Com uma proposta mais corajosa, o time voltou a correr riscos calculados para poder propor o jogo, e foi recompensado. Sem medo de perder, veio a vontade de ganhar. E que vontade, a julgar pelas patadas desferidas por Patrick de Paula: uma no travessão, e outra inapelável no canto, configurando o gol da vitória.

Primeiro tempo

4'
Palmeiras

Lucas Lima alçou para Luiz Adriano na área, a bola passou um pouco da linha do atleta mas ele conseguiu ainda escorar – João Paulo fechou o ângulo e defendeu; no rebote Bruno Henrique bateu de fora mas errou o alvo.

9'
Santos

Bruno Henrique tentou sair jogando rápido e errou o passe; a bola ficou com Felipe Jonatan que chutou de fora, mas errou o alvo.

14'
Palmeiras

Boa jogada coletiva do ataque do Palmeiras; Gabriel Menino driblou e bateu; a bola desviou na zaga e saiu em escanteio. Lucas Lima bateu da esquerda e Luan cabeceou por cima do gol.

19'
Palmeiras

Ótima enfiada de Lucas Lima para Rony, que rolou para o meio na direção de Luiz Adriano, que mais uma vez passou da bola mas conseguiu recolher e rolar para o chute colocado de Bruno Henrique; João Paulo foi buscar no rodapé esquerdo e desviou a escanteio.

22'
Palmeiras

Marcos Rocha tabelou com Lucas Lima e rolou para mais uma batida de Bruno Henrique; desta vez, forte e alta, no canto direito – João Paulo foi buscar de novo.

27'

Marcos Rocha sentiu o posterior da coxa esquerda e deu lugar a Mayke.

29'
Santos

Em lance individual, Marinho puxou contra-ataque e bateu cruzado, mas a bola passou à esquerda de Weverton.

40'
Palmeiras

Lucas Lima se preparava para finalizar da meia esquerda e foi calçado por Diego Pituca – falta. Bruno Henrique bateu na barreira; ele mesmo pegou o rebote e chutou por cima, com muito perigo.

42'

O VAR foi acionado – Alison abriu o braço enquanto está na barreira e a arbitragem marcou pênalti.

45'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Após muitas reclamações, Luiz Adriano bateu no canto esquerdo de João Paulo, que ainda bateu nela mas não impediu o gol do Verdão.

48'
Santos

Carlos Sánchez bateu falta da meia direita, visando o ângulo esquerdo de Weverton, que estava na bola e viu ela sair ao lado da trave.

50'

O árbitro encerrou o bom primeiro tempo após cinco minutos de acréscimo.


Segundo tempo

Ramires entrou no lugar de Bruno Henrique.

2'
Santos

Gol do Santos – Na falta no bico da área, Carlos  Sánchez bateu cruzado, a bola resvalou na cabeça de Ramires e entrou no canto esquerdo.

8'
Palmeiras

Patrick de Paula bateu falta da intermediária – um balaço no travessão; no rebote Gabriel menino cabeceou para as redes, mas estava ligeiramente impedido no momento da cobrança e o gol foi anulado.

15'

Willian entrou no lugar de Rony.

16'
Palmeiras

Lucas Lima lançou a corrida de Luiz Adriano; a bola correu muito para o lado e Luiz Adriano fez a jogada de ponta, cruzando para a testada de Willian, que passou perto da trave esquerda do Santos.

19'
Palmeiras

Contra-ataque rápido do Palmeiras; Gabriel Menino aparou na meia direita e bateu cruzado, mas a bola saiu à direita de João Paulo.

25'

Gustavo Scarpa e Gabriel Silva entram nos lugares de Gabriel Menino e Luiz Adriano.

27'
Palmeiras

GOLAÇO DO PALMEIRAS! Lucas Lima roubou a bola na intermediária e acionou Patrick de Paula, que abriu para Willian na esquerda; a bola voltou para Patrick que emendou de primeira, da risca da área, e estufou as redes do lado esquerdo de João Paulo.

34'
Palmeiras

Diogo Barbosa levantou no segundo pau, para a chegada de Scarpa, que se atirou na bola mas não conseguiu escorar para o gol aberto.

36'
Santos

Após escanteio da esquerda, Madson testou no canto direito alto, mas Weverton foi buscar. Linda defesa.

51'

O Santos fez pressão no final mas nossa defesa resistiu. O árbitro apitou o fim do jogo aos 51 minutos.

 





Fim de jogo

Que alívio! A vitória, da forma como foi construída, era o sinal de que Luxemburgo ainda é capaz de encontrar saídas que todos estávamos esperando. O veterano treinador mudou a proposta de jogo, talvez fazendo uma auto-análise mais severa, talvez ouvindo os jogadores.

O fato é que o time todo voltou a jogar bola, oferecendo um bom espetáculo sem abrir mão de ser competitivo, mostrando equilíbrio entre ataque e defesa.

Os laterais puderam subir e oferecer opções de jogo, sendo bem cobertos pelos volantes. O risco de sofrer o contra-ataque foi assumido, e anulado pelo sistema defensivo. Assim, joga bem o ataque e joga bem a defesa.

As respostas de Diogo Barbosa, e principalmente Bruno Henrique e Lucas Lima, na bola, foram também grandes notícias. Ganham todos os palmeirenses. Os atletas agora têm como desafio manterem o que acabaram de reafirmar: são sim, capazes de jogar muita bola. Estávamos até começando a duvidar se um dia eles o foram.

O time entra numa semana livre bem colocado na tabela e em paz. Estes seis dias valem ouro, e o fato da pressão ter se dissipado precisa ser muito bem utilizado agora pela comissão técnica, para aprimorar variações táticas e treinar mais as bolas paradas ofensivas e defensivas, bem como a construção de contragolpes.

No futebol a coisa muda muito rápido. Ninguém imaginaria, após o tétrico empate com o Goiás, que apenas 8 dias depois o horizonte estaria tão calmo e tão cheio de otimismo. Assim é o futebol. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Santos

João Paulo
Pará
Madson
Lucas Veríssimo
Luan Peres
Felipe Jonatan
Alison
Diego Pituca
Jobson
Carlos Sánchez
Marcos Leonardo
Marinho
Taílson
Kaio Jorge
Lucas Braga
Soteldo
Cuca
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Bem colocado embaixo das traves, fez uma excelente defesa no segundo tempo; reposições precisas, sem dar chutão.
7
Marcos Rocha
Parecia solto para apoiar, e o fez muito bem, até sentir lamentavelmente uma lesão muscular.
7
Mayke
Mesmo sem ritmo, não prejudicou o desempenho do lado direito. Claro que ficou abaixo do titular, mas deve melhorar com a sequência.
6.5
Luan
Vive talvez sua melhor fase com nossa camisa. Vai ser uma pena tirá-lo do time para a volta de Felipe Melo.
7
Gustavo Gómez
Zagueirou como no manual. A sequência de bolas aéreas na pressão final do jogo foi brilhante.
7
Diogo Barbosa
Se não chegou a ser um primor, pelo menos mostrou muita vontade de responder em campo às críticas que vinha, justamente, recebendo.
6.5
Bruno Henrique
Possivelmente alguém deu aquela voadora providencial no peito. Jogou como nos melhores momentos de 2018 e 2019, pisando nas duas áreas, auxiliando na saída de bola, armando, ocupando espaços e finalizando. Excelente.
8
Ramires
Além de ter entrado no lugar de quem estava arrebentando, teve o infortúnio de marcar um gol contra. Mas não foi tão mal assim.
5.5
Patrick de Paula
O dono do jogo. Destruiu o meio-campo do Santos com onipresença; cobriu o lado direito anulando Soteldo quando os laterais desceram, meteu um balaço no travessão e fez um golaço, o da vitória. Como joga bola!
9.5
Gabriel Menino
Cada vez mais adaptado à nova função, mostrou que pode render se o meia e os laterais encostarem nele pra jogar.
7.5
Gustavo Scarpa
Nunca foi de arranque e explosão. O futebol dele é o de cadenciar o jogo, e foi o que ele fez.
6
Lucas Lima
Que resposta, em campo. Excelente partida, fazendo tudo o que esperamos de nosso meia central. Foi primordial na jogada do segundo gol, mas principalmente: mostrou que não esqueceu como se joga bola. Agora é só manter.
8.5
Rony
Vem melhorando discretamente, jogo a jogo. Mas bem discretamente.
6
Willian
Jogou mais por dentro e daí saiu a jogada do segundo gol - tenha sido proposital ou não o passe para o Patrick.
6.5
Luiz Adriano
Atacante completo, jogou dentro e fora da área. Com o time mais compacto no ataque, seu futebol rende muito mais. E o pênalti foi bem batido, porque se não fosse, o goleiro tinha pego.
7.5
Gabriel Silva
Entrou no momento em que o time recuou e não conseguiu aparecer como atacante. Valeu mais pelo esforço na marcação na saída de bola.
6
Vanderlei Luxemburgo
Vanderlei Luxemburgo
Acertou muito na nova proposta de jogo, acertou em escolher manter o time base apostando na aquisição de entrosamento, mas não foi muito bem na alteração do intervalo: Bruno Henrique estava comendo a bola. Entre mortos e feridos, salvaram-se todos e o saldo é positivo.
7.5





  • Santos deixou jogar , logo o futebol aparece… precisamos treinar jogar contra times fechados e bolas aereas na nossa area.
    Mas o time se comportou bem
    Exceto o Pereba do Rony e Scarpa

  • Interessante notar a mão do técnico.

    No primeiro turno do Brasileirão do ano passado, amassamos a sardinha com 4 a 0, com o time deles ainda confuso tentando entender o que Sampaoli queria.

    No jogo da volta já havia alguma assimilação por parte do time sobre as ideias do argentino. E foi 2 a 0 para eles, simplesmente não deixando a gente sequer ver a cor da bola.

    Agora o peixe voltou a ser o que era.

    E quanto a Luxa? Continuo achando que essa tal de intensidade no jogo era coisa que ele fazia 20 anos antes de Guardiola, Klopp, o próprio Sampaoli entre outros.

    E se ele continuar motivado com o poxéto, poderemos ganhar muita coisa.

  • A torcida precisa dar um trégua pro elenco….. muita gente sem noção que cai na pilha da imprensa!!

  • E o Rony hein? Caramba, que triste…ele ta mais próximo de ser expulso do que de fazer o primeiro gol com a nossa camisa! #voltalogoveron

  • O jogo foi mto melhor, criamos jogadas, Bruno Henrique e Lucas Lima acordaram e tal. Mas, o Santos foi pro jogo… Não ficou naquela retranca que TODOS os times armam contra nós. Ao meu ver nossa dificuldade é em furar retranca, se todos os times entrassem com a proposta de jogar bola, estávamos feitos.

    • Concordo, mas vou lembrar que tivemos um segundo tempo assim contra o time fechado dos gambás, no primeiro jogo da volta do paulista – ainda na fase de grupos, e fomos parados pelo goleiro deles.

  • Assistência de William paga Patrick foi muito consciente. Ele olha para dentro da área e por último para Patrick, e coloca a bola “com as mãos” no pé do moleque para emendar o canhão! Golaço de jogada consciente.

  • Ótima resposta achei melhor jogo do Palmeiras no ano. Dos mais criticados Lucas Lima e Bruno Henrique foram muito bem. Ramires e Diogo Barbosa erraram tudo, nota 0.
    Agora pra mim é claro Gabriel Menino e Gustavo Scarpa não são pontas, é muita professor pardal isso aí. O menino rende bem mais vindo de trás e Scarpa no meio ou no banco, na ponta é besteira.

  • Como tinha falado no último jogo.. achava muito exagerado a cobrança. O Palmeiras tem sido um adversário difícil de digerir. Pode jogar mais e hoje o 4 4 2 mostrou que continua atual. Parabéns pela vitória!. Weverton, Gustavo e LA novamente fizeram a parte deles, BH fez um bom jogo e Patrick novamente comeu a bola

  • Hoje o time evoluiu, inclusive o Lucas Lima, que continue melhorando nos próximos jogos, valeu Verdão (Scarpa e Roni tão muito mal mesmo)

  • Parabéns ao Luxemburgo e aos jogadores que apresentaram um bom futebol.

    Os únicos senões são Rony que erra tudo que tenta e Scarpa que sempre já entra cansado…

  • Decidi guardar minha corneta ( que uso muito poucas vezes). Não vou criticar, por enquanto, o mau futebol apresentado. Como nunca antes o futebol tenha passado por um período de tanto tempo parado, vou esperar o tal ritmo de jogo. Espero que a partir de meados de setembro estejamos apresentando ao menos alguma coisa que possamos chamar de ideia de jogo. Placar de hoje? Meio a zero pra nós!

  • A preocupação de ver que o D. Barbosa vai ter que marcar o Marinho…
    A vitória num clássico sempre muda os ares e dá paz ao elenco!

    1×0 Verdão gol de Lucas Lima

  • Esta escalação, a mesma contra o Athletico, não é de todo mal. Eu faria algumas alterações pontuais, que julgo que matam o time. Mas não adianta falar muito. Esperamos um time minimamente mais organizado para esta partida. Precisamos de um futebol melhor!

    Uma pena o que tem acontecido com o Palmeiras extra-campo. Jogador peitando torcedor em aeroporto, jogador xingando torcedor em rede social, clube divulgando “cartilha” de como torcer… enfim, está tudo errado. Só uma vitória pra amenizar um pouco a situação e dar um pouco de paz para a semana que vem, na qual não teremos jogo e o Luxa terá tempo hábil pra arrumar esse time.

    Nos resta torcer.

    Vamos!

  • O Luxa tem ótimas lembranças do estadio do Morumbi, é um estadio que ja deu muitas alegrias ao professor, vários títulos, varias vitorias, não apenas no Palmeiras, ele coleciona bons momentos neste estadio, eu não sei, mas acho que ele tem um retrospecto positivo lá, outra coisa, vale lembrar que o ultimo clássico que jogamos la como mandantes vencemos o gamba por 1×0 com gol do zagueiro Nem.

    Bom, estou mesmo indo nas superstições e me agarrando em tudo, ja que o futebol tende a ser sofrível de novo, vamos de 1×0 chorado com gol de Luiz Adriano com direito a aquela checada no VAR pra deixar a gente louco.

    Vamos Palmeiras!

  • Dá um desânimo só de saber que já começamos com 10 jogadores uma vez que Lucas Lima é titular absoluto de Luxemburgo. Antes de vendê-lo ao Galo, gostaria de ver o Scarpa no lugar dele, jogando como meia.

    • O Galo vai contratar o Gustavo Soacapa ?

      agora que não ganha o brasileiro mesmo, não entendo esses clubes que querem ser campeões e ficam contratando verdadeiros refugos, o Palmeiras ao menos aposto no Scarpa quando ele estava numa fase boa no fluminenc