Uruguai: um futebol de fracos e covardes

Felipe Melo
REUTERS/Andres Stapff

Quando Enrique Cáceres apitou o fim do jogo de ontem entre Peñarol e Palmeiras, qualquer torcedor mais experiente começou a desejar que a câmera abrisse porque sabia que o pau ia começar. É tradicional, histórico: jogadores do Uruguai não sabem perder, sobretudo para brasileiros, e quando estão em casa sempre apelam.

O que já é natural ficou mais exaltado ainda diante da forma como o jogo entre as duas equipes tinha acabado duas semanas antes; a imprensa uruguaia tratou de colocar pilha e a diretoria do Palmeiras, já prevendo problemas, se precaveu muito bem, destacando um efetivo reforçado de seguranças.

Começou a treta


Quando a confusão começou, o alvo preferido foi Felipe Melo – certamente reflexo de sua declaração na entrevista de apresentação, quando disse que, se precisasse, daria tapa na cara de uruguaio, mas com responsabilidade. Acuado, Felipe deu uma muquetaça em Mier, o reserva de colete que não teve peito para fazer o que ameaçava, enquanto ia sendo encurralado por três uruguaios – um deles, Junior Arias, chegou a pegar a bandeirinha de escanteio de forma ameaçadora.

Outro que só agitou foi o zagueiro Quintana, que ficou apontando dedo à meia distância o tempo todo, mas quando teve a chance de ir pra cima, guardou o espaço e ficou só apontando o dedo mesmo.

Portão foi aberto na marra para que os jogadores do Palmeiras deixassem o gramado
Reprodução – FOX Sports

Em condições de treta absoluta, nosso time se conduziu à passagem que dá acesso aos vestiários, quando foi surpreendido: o portão havia sido fechado pelos covardes funcionários do estádio, para que nossos jogadores ficassem encurralados. Foi então que nosso corpo de seguranças agiu rápido e abriu o portão na marra, liberando nossos jogadores.

Alguns mostraram sinais de agressões, como Willian Bigode e Fernando Prass, mas nada sério. Ao final, nossos jogadores puderam comemorar a lindíssima vitória conquistada na bola, com o orgulho de terem se defendido com muita honradez da covardia uruguaia.

Histórico

O Uruguai já foi um país importante no futebol; ganharam a Copa de 1950 jogando bola num Maracanã lotado e conquistaram o respeito da comunidade futebolística mundial – respeito que foi caindo ano a ano a partir da década de 60, quando os times uruguaios passaram a apelar constantemente em seus jogos. Quando o Nacional veio jogar contra o Palmeiras em 1971, no Pacaembu, os relatos dos mais velhos dão conta que eles não desceram para o vestiário para descansar – ao contrário, pareciam tão dopados que não conseguiam parar de dar piques mesmo no intervalo.

Foi essa postura que fez com que os times europeus desprezassem a Copa Intercontinental por vários anos na década de 70; ninguém queria expor seus jogadores a terem as canelas partidas por uruguaios (ou argentinos, que mesmo em menor escala, faziam o mesmo jogo).

Com o avanço tecnológico, câmeras de replay e exames antidoping se proliferaram, e com isso o jogo uruguaio minguou – ao contrário dos argentinos, que permaneceram fortes, porque ao menos sabem jogar bola. O Uruguai, no futebol, é hoje um país pequeno, pequeno, pequeno, pequeno, como diria o Mattos. Basta verificar a evolução das conquistas do futebol do país com o passar dos anos.

Quando estão ganhando, não jogam; covardemente evitam que a bola corra para o relógio andar mais rápido. Quando estão perdendo, por serem fracos, não tem a menor capacidade de se impor na bola para buscar o resultado. E quando o jogo acaba e eles não gostam do resultado, mostram mais covardia ainda armando emboscadas e tentando aliviar as frustrações saindo na mão.

Desta vez deu ruim pra eles: pegaram pela frente o Palmeiras. Apanharam na bola, e viram que na mão também não dava, mesmo em casa e com artimanhas torpes. O Peñarol merece estar passando por tudo isto, e o Uruguai merece ter um timinho como o Peñarol como seu maior representante. Chupem, malditos.

HEROIS – Corpo de seguranças que protegeu nossos atletas e comissão técnica em Montevideo
  • É nas dificuldades que se mostra quando uma família é unida, a nossa está e sai mais fortalecida. Vamos ganhar essa Libertadores com certeza, contra tudo e contra todos. Avanti porcada !!!

  • Esse Mier foi que nem cachorro que corre atrás de um carro latindo se fazendo de bravo, quando o carro para não sabe o que faz, enfia o rabinho no meio das patas e foge.

  • Imprensa uruguaia detonou o Penarol.
    Já aqui, um monte de babacas despeitados da imprensa, detonaram o Palmeiras e o Felipe Melo, que só se defendeu.
    Inveja e despeito são fodas.
    KKKKKKKKKK

  • O Palmeiras já está classificado.
    Então o negócio é calcular as chances do Peñarol se lascar.
    Tornou-se o curica do Uruguai.

    Se o Verdão empatar na Bolívia e o Tucumán ganhar do Peñarol em casa, o Peñarol garante… a lanterna do grupo!
    Isso se não for desclassificado antes.
    Que fim de carreira!!!

    Se o Palmeiras ganhar, o Peñarol precisa de pelo menos um empate na Argentina.
    Aí vai jogar contra o JW em casa precisando ganhar (imaginem a roubalheira e a pancadaria) e torcer para o Verdão despachar o Tucumán (muito provável).

    Ou seja, na próxima rodada, sou Atlético de Tucumán desde criancinha!

  • Na gestão do mumu teria levado 1 segurança por economia. E depois daria entrevista dizendo que iria punir de forma exemplar o FM deixando afastado do elenco. Ele seria aplaudido de pé e considerado o melhor dirigente do Brasil.

  • eu dei muita risada do uruguaio afinando pro Felipe Melo, foi pra cima com tudo levo um soco e abriu os braços e fico olhando pro nada acho que fico olhando pro juiz sei la

  • Mais um detalhe pouco lembrado: o Palmeiras, em nenhum momento fez cera, cozinhou o jogo, demorou de rolar a boa. Um exemplo dentro de campo. Estava dando a melhor resposta possível àquela palhaçada no Allianz: “somos maiores e melhores!”
    Obrigado Palmeiras. Que orgulho!

  • Por muito menos, mas muito menos mesmo, o Boca foi desclassificado recentemente. Isso é o mínimo que tem que acontecer com o Peñarol, mas sinceramente não acredito que vá acontecer e pior, o Palmeiras será punido também, por incrível que pareça.
    Em tempo, alguém viu alguma manifestação da CBF ou FPF sobre o caso?

  • Se a Conmebol tivesse um mínimo de seriedade, desclassificaria o Peñarol da edição atual e o deixaria fora da Libertadores por 3 anos no mínimo.
    O que aconteceu em Montevidéu ontem foi inadmissível, tentaram fechar os portões e dar um cacete no time e na torcida.

    Ainda bem que, dessa vez, SOBROU PROFISSIONALISMO na diretoria e mandaram 20 seguranças junto com o time.
    Foram eles que abriram o portão à força e salvaram os jogadores.

    • Pior ainda que a imprensa, foi o Pratto jogar boa parte da culpa para o FM.

      Postura complicada para um gringo aqui no Brasil, deveria ficar mais na dele. Pela visão dele, falou uma coisa e fez outra, pq agora tb acirrou mais ainda a rivalidade entre Palmeiras x bambi…

  • O pior é que dirigentes do Penarol já tão botando a culpa no Palmeiras porque tinha seguranças e no Felipe Melo que bateu primeiro. É ridícula, é absurda, essa mentalidade de sulamericano de não assumir seus erros e botar a culpa em alguém. A culpa foi ÚNICA e EXCLUSIVA do Penarol, a punição tem que ser para eles. Uma punição de 1 ou 2 jogos pro FM é entendível. Mais que isso é sacanagem.

  • Dentro de campo eles não bateram.
    Mas ficaram proferindo palavras racistas ao FM, na esperança que ele explodisse.
    Se ferraram.
    Só espero, agora, que a dona Comebol analise os fatos como eles se deram: o peñarol acuou o Palmeiras, que apenas se defendeu.
    Que puna esse timinho de forma exemplar!

  • A coisa mais emblemática disso tudo é o jogador do Penãrol Mier que corre pra cima do Felipe Melo e quando leva o soco fica sem reação. Cada pessoa pode ver isso de uma forma, eu vejo como o momento em que a covardia é confrontada com uma bela dose de realidade. A gente que anda por ai na internet sabe quantos “Mier” a gente não vê correndo atrás das pessoas, perseguindo, acuando…. quantas pessoas dessas se a gente pudesse socar na cara como fez o Felipe Melo não teriam a mesmo reação?

    Acho que maioria delas teria a mesma reação. Ou, alias, não teriam reação. Porque a maioria das pessoas está acostumada a ser valente somente enquanto sabe que está na zona de conforto.

    Os Uruguaios acharam que iríamos arregar. Só que aqui é Palmeiras, cazzo!!

  • Ótimo texto, Conras. Caras, quando rola essas tretas nosso instinto animal fica louco pra ver o pau quebrar e “os nossos” saírem ganhando na porrada, mas nada disso. Há de ter responsabilidade e torcer pra não haver confusão, assim ninguém sai machucado e o Palmeiras não é prejudicado pelos sempre tendenciosos julgamentos dos tribunais desportivos. Mas bem que o Felipe Melo, defendendo-se, podia ter acertado em cheio e nocauteado aquele sujeito chato que o perseguia. Valeu, Felipe Melo!!! Jogou muito e representou pra caramba!!! Edmundo deve ter ficado se coçando pra entrar em campo e ajudar você (rsrsrsr, brincadeira).

  • ano passado perdemos a vaga para o nacional na catimba também… nojentos…, meus pais me presentearam com duas belas camisas polo do peñarol e do nacional quando foram para o uruguai… depois da libertadores do ano passado, queimei a do nacional, cena que eu deveria ter filmado… e doei a do peñarol, que deveria ter sido queimada junto

      • Andre Ramires não me refiro ao estádio Centenário, mas sim ao título de campeão do século que ambos times consideram. Talvez ali caberia melhor a batalha do século. De qualquer forma os dois time são CENTENÁRIOS e travaram uma verdadeira batalha digna de suas histórias.
        Outra coisa, favor fazer papel de torcedor e não de polícia. Poste algo positivo do Palmeiras neste dia que celebramos um marco na história do nosso clube e torcida.

  • Seria um absurdo punir o Felipe Melo, que agiu em legítima defesa, bem como punir o Palmeiras por conta da confusão com a torcida, que foi covardemente desprotegida naquela merda de estádio.

    Mas eu acho que a Comebol vai. Times brasileiros só se fodem com a comebol. A libertadores deveria ser menos valorizada por nós pq ela é uma várzea, uma organização ridícula

    • Ah, vai sim. A Libertadores só não perdeu o valor AINDA porque é o torneio que credencia ao Mundial atual. No mais, como já ouvi algumas vezes na rádio, a Libertadores é uma “Copa Kaiser com grife”.

      • Pergunto pra todos meus amigos se eles acham que a punição vai ser pesada.

        Espero que punam o Felipe Melo com no máximo 3 jogos. Não faria tanta falta, já que o Palmeiras está praticamente classificado e temos um elenco.

        Talvez coloquem o Palmeiras pra jogar com portões fechados, em semelhança quando foi quando teve Flamengo x Palmeiras.

        Enfim.. que LIXO essa merda de comebol

        • Seria o mais coerente. Se bem que uma agressão em legítima defesa tem atenuante, então dois jogos seria aceitável. Três ou mais já é exagero, diante das imagens que provam que ele tentou a todo momento fugir de confusão.

  • Tapa na cara de uruguaio não, foi um soco, com responsabilidade e legitima defesa claro! shsuhshushsuaaa

  • Que texto espetacular. Que vitória espetacular. Que direito direto no queixo espetacular. O Penarol mereceu passar por tudo o que passou na última semana. Em SP, foi um time leviano e achando que poderia colocar o placar debaixo do braço, foi castigado pelo placar. Ontem, subiu no salto depois do nosso primeiro tempo pífio, não reconhecendo seus limites. Mas a briga ao fim do jogo, foi a pior parte, os caras premeditaram um negócio e ainda apanharam. Covardes. Segue o líder e agora cada vez mais fortes!!! Avanti!

  • Se não me engano, o zé ruela do colete apanhou do FM no meio campo, depois perto do corner e ainda apanhou denovo no caminho pro vestiário… Já pode pedir música!

  • Vergonha total, são tão covardes, que na hr q o Felipe Melo deu o soco, o cara ficou igual um babaca, sem reação.

    Em se tratando de uruguaio, não é novidade, mas a pergunta que fica é: até quando a comenbol vai permitir esses vermes continuarem fazendo isso?

    Parabéns aos Dirigentes do Palmeiras pelo planejamento de levar 20 seguranças. Não fosse isso, poderíamos ter sérias baixas a nível de futebol e até de vidas. Mais uma mostra de quanto é importante o futebol do Palmeiras ser gerido por profissionais de gabarito.

    • Exatamente, o cara estava indo para cima do Felipe e esperava o que??? Pensando agora, foi engraçado a reação dele hehehehe.

    • Ele estava provocando mas achou que os amigos covardes iriam pra cima qdo o FM reagisse. Aí viu que estava sozinho e que iria apanhar feio se reagisse.

  • A declaração do Mattos no fim do jogo foi perfeita:

    “Temos que parar de falar que isso é libertadores, temos que parar de aceitar esse tipo de atitude, espero que esse presidente da Conmebol, que não está envolvido em maracutaia, acabe com isso.”

    Bati palmas em pé na frente da TV! hahaha

  • Excelente post! Apanharam dos dois lados! kkkk
    Agora fico preocupado com será a punição para o Felipe Melo e/ou Palmeiras, será que vamos ter que pagar essa conta? Esse Peñarol pode ser tudo, menos um time de futebol !

  • Cara, mesmo depois de quase 9 horas depois do jogo terminado eu ainda não sei o que deu mais orgulho. Se a vitória do jeito que foi, ou a união de todos pra botar esses peladeiros no lugar que lhes é de direito. Apanharam na bola e na porrada. Isso é Palmeiras.

  • Mostramos pra esses uruguaios de merda como é o verdadeiro futebol! Jogando limpo dentro de campo! E não contavam com nossos 20 grandes seguranças! Perderam em campo e fora dele! Chupa! Avanti Palestra! Orgulho de ser palmeirense

  • O jogo de 71 é uma lembrança doidissima. Time entrou em campoc bandeirinhas dos adversários rivais do país, Porcambu lotado, 0x 3 c 2gols do ex-nosso Luisito Artime. Bom saber hoje q a derrota foi turbinada.
    #ValeuVerdazzo