Abel elogia consistência do Palmeiras após vitória sobre o Juventude

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Juventude, durante partida válida pela sétima rodada do Brasileirão 2022, no Estádio Alfredo Jaconi.
Cesar Greco

Em entrevista coletiva, Abel diz que triunfo do Verdão foi justo e faz duras críticas à arbitragem

O técnico Abel Ferreira gostou do desempenho do Palmeiras na vitória por 3 a 0 sobre o Juventude. Em entrevista coletiva após o duelo, o treinador destacou o jogo da equipe com e sem a bola.

“Sabíamos que jogaríamos em um dos melhores gramados do Brasil e isso faz total diferença. A CBF tinha que ter como uma Lei os times terem bons gramados. Sobre a partida, fomos muito consistentes com e sem a bola, fomos os justos vencedores. Os jogadores estão correspondendo. Estamos sofrendo com algumas lesões, mas todos estão dando uma boa resposta”, iniciou o comandante.

Com a vitória, o Verdão subiu na tabela de classificação e se aproximou da liderança. Além disso, o Palmeiras tem a melhor defesa e o melhor ataque do campeonato.

“O importante é olhar para a tabela no final do ano. Temos que continuar acumulando pontos, isso é uma maratona. Vamos pensar jogo a jogo. O que peço apenas aos jogadores é que eles deem o melhor a cada partida, sigam o plano de jogo e que coloquem seus talentos ao serviço do jogo. O resultado é consequência”, disse o treinador, que também comentou sobre a consistência da equipe desde o primeiro jogo da competição.

“Não mudou nada [do jogo do Ceará até o confronto contra o Juventude]. Aquela semana tinha sido muito desgastante e nas análises que fizemos após aquela partida, o fator crucial não foi o cansaço físico e, sim, o mental. Eu os entendi e não os cobrei. Mostrei a eles que não erramos daquela maneira. Continuamos com o nosso trabalho. Sempre prezo pelo equilíbrio, não é agora que somos a melhor defesa que tudo está bem. Temos que continuar com esse espírito e esse compromisso”, complementou.

Abel critica arbitragem

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Juventude, durante partida válida pela sétima rodada do Brasileirão 2022, no Estádio Alfredo Jaconi.
Cesar Greco

Abel não estará no banco de reservas do Verdão no próximo jogo do Brasileirão porque levou o terceiro cartão amarelo. O treinador recebeu o cartão após reclamar de uma falta clara não marcada em cima de Zé Rafael.

Ao comentar sobre o ocorrido, Abel fez duras críticas ao árbitro Marcelo de Lima Henrique.

“Não tenho tido muita sorte com esse árbitro. É muito fácil dar o amarelo pra mim naquela reclamação e eu aceito, o chamei de ‘fraco’. Mas foi uma falta clara e ele não marcou, o lance seguiu e o Juventude teve um escanteio. Depois, ele não deu um amarelo no lance do Rony que era claro [Jean Irmer, que estava pendurado, acertou o atacante palmeirense próximo à grande área]”, disse.

“Eu fico nervoso porque ele não é consistente, sempre longe das jogadas, não sei se estava cansado. Não é a primeira vez que temos problemas, não sei se sou eu ou é ele. O que eu sei é que não tenho problemas com bons árbitros. Não há trocas de treinador? Por que então não trocam os árbitros? Coloquem os mais novos”, concluiu.

O próximo jogo do Palmeiras na competição será diante do Santos, na Vila Belmiro, domingo que vem.