1
X
1

Grêmio 1x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras não fez uma boa partida esta tarde em Porto Alegre e ficou no empate por 1 a 1 com o Grêmio. Os dois times estavam com desfalques importantes e o resultado acabou sendo justo.

Mesmo não jogando bem, o Verdão tinha a vitória nas mãos após o gol de Raphael Veiga no segundo tempo, mas acabou cedendo o empate nos acréscimos numa falta de atenção em jogada de escanteio. O Palmeiras perdeu a chance de colar no Atlético-MG na liderança, mas mesmo assim chegou ao G4, a apenas três pontos do topo da tabela.

Primeiro tempo

O Grêmio ficou mais com a bola no início; o Palmeiras estava bem postado atrás e com o contragolpe engatilhado.

12'
Palmeiras

Gabriel Menino se projetou na área; Viña enfiou no facão mas Vanderlei se adiantou e cortou o ataque do Verdão.

15'
Grêmio

Falta na meia direita; Lucas Silva bateu forte no canto do goleiro; Weverton foi no rodapé e colocou a escanteio.

27'
Grêmio

No escanteio da direita, Victor Ferraz tirou a casquinha e a bola foi para o meio da pequena área, mas Felipe Melo estava atento e afastou o perigo.

39'
Grêmio

Victor Ferraz tabelou com Robinho e cruzou; Felipe Melo tentou cortar mas só raspou na bola, que ficou com Alisson, livre; Weverton cresceu na frente do atacante, fechou o ângulo e mandou a escanteio.

43'
Palmeiras

Viña partiu em velocidade na esquerda e alçou na área; Paulo Miranda desviou e a bola sobrou para Gabriel Menino, que ajeitou e bateu forte, mas a bola ficou na zaga.

47'

O árbitro encerrou o fraco primeiro tempo após dois minutos de acréscimo.


Segundo tempo

Gabriel Menino, amarelado e visado pela arbitragem, deu lugar a Bruno Henrique.

11'
Palmeiras

Bruno Henrique recebeu na meia esquerda e rolou para a chegada de Ramires, que bateu de fora mas pegou muito mal na bola, que saiu fraquinha à direita.

14'

Gabriel Veron entrou no lugar de Rony.

15'
Palmeiras

Danilo puxou o contra-ataque, percebeu o espaço à frente e arriscou de fora, mas a bola saiu à direita.

21'

Bruno Henrique avançou pela direita e bateu rasteiro, cruzado, mas a bola saiu ao lado do poste.

22'

Luiz Adriano entrou no lugar de Willian; Wesley no de Ramires.

23'
Grêmio

Alisson partiu em velocidade pela direita; cercado por Gustavo Gómez, arriscou o chute cruzado do bico da área, mas a bola saiu à direita de Weverton.

25'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Wesley tocou com Viña, que cruzou na marca do pênalti; Raphael Veiga ajeitou o corpo e emendou um belo voleio, mandando no canto direito de Vanderlei.

32'
Grêmio

Alisson pegou uma sobra na direita e rolou para Isaque, dentro da área, que ajeitou e bateu por cima, muito mal.

O Palmeiras, com experiência, diminuiu o ritmo do jogo e fez o relógio passar.

42'
Palmeiras

A bola foi invertida de Marcos Rocha para Wesley na esquerda; ele rabiscou na marcação e bateu do bico da área; a bola explodiu no peito de Vanderlei e a zaga aliviou.

46'
Grêmio

Gol do Grêmio – Alisson bateu escanteio da esquerda e Ferreira atacou a bola para empatar o jogo de cabeça.

49'

O árbitro, que conduziu bem a partida, encerrou o jogo após os quatro minutos de acréscimo.



Ficha Técnica

Grêmio

Vanderlei
Victor Ferraz
David Braz
Paulo Miranda
Diogo Barbosa
Lucas Silva
Ferreira
Darlan
Isaque
Matheus Henrique
Robinho
Guilherme Azevedo
Alisson
Diego Souza
Renato Portaluppi
TÉCNICO


Fim de jogo

O mau jogo coletivo do Palmeiras passou pelas escolhas erradas de Vanderlei Luxemburgo, a começar por insistir com Rony no time titular. O camisa 11 mata todas as jogadas de que participa, ao contrário de Wesley, que quase sempre cria algo interessante.

Ao precisar trocar Gabriel Menino no intervalo – o camisa 25 seria certamente expulso antes dos 10 minutos se voltasse para o jogo – Luxa perdeu a chance de arrumar o time, escolhendo Bruno Henrique, avançando Danilo e deslocando Veiga para a direita. O time seguiu com jogadores desconfortáveis em suas funções.

Quando trocou Rony por Veron o time melhorou um pouco, mas seguia torto – o que foi finalmente corrigido com a saída de Ramires e a entrada de Wesley; Veiga voltou para o meio e Danilo voltou a jogar mais retraído. Luxa ainda trocou Willian por Luiz Adriano e foi com essa formação que o time criou o gol, em boa trama pela esquerda com linda finalização de Raphael Veiga.

O Grêmio não ameaçava; o Palmeiras cadenciou o jogo, esfriou o adversário e Weverton não era ameaçado; a entrada de Vitor Hugo para garantir o empate não foi errada, mas uma precipitação no meio-campo devolveu a bola ao Grêmio, que ganhou escanteio – na cobrança, faltou o “quem-pega-quem” funcionar e Ferreira entrou solto no primeiro pau para empatar.

Jogamos mal, poderíamos ter tido muito mais iniciativa e feito o placar durante o decorrer do jogo não fossem as más escolhas do treinador. Mas mesmo assim a vitória estava na mão e o lance do empate, em si, está todo na conta dos jogadores.

É mais um empate frustrante, mais dois pontos na mão que acabaram desperdiçados, o que aborrece demais a torcida e complica a situação na tabela. Mesmo assim, estamos no bolo.

Segue a rotina de aprender com os erros, levantar a cabeça e virar a chavinha. E assim será por semanas a fio, já que a Libertadores seguirá ativa no calendário. A nossa parte a de torcer, apoiar e apontar os defeitos, seguimos fazendo, como sempre. VAMOS PALMEIRAS!





  • Vocês já perceberam como o Palmeiras normalmente descarta o primeiro tempo e os primeiros 15 minutos do segundo tempo? Nos restringimos sempre a jogar dos 60 min aos 75 min, geralmente achamos um gol nesse período e voltamos a abdicar do futebol dos 75 aos 90, onde geralmente tomamos um gol de bola aérea (aliás vejo muitos elogios a nossa zaga, porém não passamos um jogo sequer sem tomar gol desse jeito). É uma postura bizarra pra quem tem pretensão de ser campeão e isso mostra que não temos essa pretensão. Entrar com o Ronny de titular virou piada de mau gosto, com Veron e Wesley no banco. Pofexo ta de sacanagem

  • 6 empates em 10 jogos. O retrato de um time covarde encabeçado por um presidente banana. O Luxemburgo da década de 90 está envergonhado com o de 2020.

  • O Luxemburgo dos anos 90 já era, realmente. Ontem, na coletiva, ele disse que ‘não há necessidade de fazer o segundo gol’. Se tivessemos feito o segundo gol contra Fluminense, Goiás, Bahia e Grêmio, hoje seríamos líderes com um jogo a menos.

    Essa falta de vontade de marcar gols e agredir o adversário é irritante. Não precisamos jogar feio pra ganhar títulos. Precisamos de um time agudo, que busque o gol adversário. Essa é nossa essência, está na nossa história.

    Defensivamente, embora ontem tenhamos tomado um gol de cabeça do Ferreirinha (!!!), estamos bem. Resta arrumar do meio campo pra frente.

    • Sem dúvida Gustavo, a excência do Palmeiras sempre foi de um futebol ofensivo, não precisamos jogar feio para sermos campeões…

  • O dia que esse time perder o medo de jogar bola, de jogar pra ganhar, ninguém segura.

    A covardia na forma de jogar assusta. Respeita demais times de jogos grande.

    A covardia assusta pq não há motivo pra existir. O elenco do Palmeiras é superior ao de vários outros clubes, e dá pra ver que quando o time dá uma pequena forçada o gol sai.

    Aí se tivesse a ambição de matar o jogo era pra ter acontecido muitas outras vitórias no lugar desses empates.

  • Quanto ao gol tomado, ja havíamos tomado gol do Bolivar desta forma. No jogo de hoje Vitor Ferraz fez duas vezes o mesmo lance, e no final do jogo tomamos novamente o mesmo gol, escanteio no primeiro pau.

    É crônico o problema e Luxemburgo precisa corrigir…

  • Olha, pra quem viu o Luxemburgo sedento em fazer gols e agora ouve ele falar que “não tem a necessidade de fazer o segundo gol” é uma regressão gigatesca…

  • Bom, se for ver o copo meio cheio somamos um ponto que nos deixou 3 pontos do líder, e subimos uma posição na tabela estamos em 5° com a derrota do Vasco, e se o Santos não vencer terminamos no G4, sei que osso tomar mais um empate com a vitória na mão mas estamos no páreo ainda.

  • Coloca 3 zagueiros pra toma um gol de cabeça nos acréscimos do ferreirinha…

    Esse time precisa de uma terapia um psicólogo, sei lá, não é normal ficar tão apavorado em final de jogo, e sempre tomando gols, não aprende, não seremos campeões desperdiçando pontos bobos assim.

  • Eu notei que o Danilo estava errando tudo, mas não ia falar nada porque é improdutivo queimar a molecada.

    Mas…

    Ele tinha um contra ataque ótimo com a bola nos pés, sem marcação e três jogadores descansados no ataque para serem lançados. Errou miseravelmente e deu a bola para o lance de empate.

    Não é o caso de queimar, mas merece um belo puxão de orelha.

  • Está tudo certo pra gente levar 3 pontos e encostar na frente.

    Só o que pode atrapalhar é o instinto altruísta indevido que o Palmeiras tem para ressuscitar defuntos.

  • O Inter tropeçou , perdeu pro Fortaleza se vencermos os reservas do Grêmio já ficamos com a mesma pontuação do líder com um jogo a menos, é só não dar nenhuma parmerada.

    Aposto no 1×0, com Gabriel Menino confiante marcando mais um

    • O galo vai ser uma incógnita, se por um lado só joga o brasileiro, por outro lado está com salários atrasados, e ainda contratando…. tem tudo pra rachar