5
X
0

Palmeiras 5x0 Independiente Del ValleCesar Greco

Jogando com muita eficácia, o Palmeiras encaixou um grande jogo, venceu o Independiente Del Valle por 5 a 0 no Allianz Parque e abriu vantagem na fase de grupos da Libertadores.

Com muita aplicação e numa noite em que quase todas as jogadas deram certo, os gols saíram nos melhores momentos possíveis e o placar poderia até ter sido maior, não fosse um certo relaxamento nas conclusões nos minutos finais.

Primeiro tempo

10'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Após roubada de bola no ataque, Veiga enfiou para Rony no facão; o camisa 7 aproveitou e soltou uma bomba, deixando Ramírez sem ação.

18'
Palmeiras

Após lateral da esquerda, Luiz Adriano fez o pivô e Patrick de Paula emendou um canudaço de canhota; Ramírez foi no ninho da coruja e espalmou para escanteio.

19'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Rony tocou para Patrick de Paula que enfiou para a infiltração de Luiz Adriano, que contou com a falha de Pacho e tocou rasteiro no canto esquerdo de Ramírez.

47'
Palmeiras

Luiz Adriano lançou Victor Luis na corrida; ele saiu por trás do marcador e bateu cruzado; Ramírez conseguiu fazer a defesa.

47'

Logo na sequência, o árbitro, tranquilo, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo.

4'
Indep. Del Valle

Faravelli recebeu de Perellano, com liberdade, e bateu forte – Weverton fez boa defesa, espalmando para o lado.

10'
Indep. Del Valle

Murillo bateu falta da meia direita no canto do goleiro, mas com força e bem colocada – Weverton espalmou para o lado mais uma vez.

O Independiente Del Valle voltou inteiro no campo do Palmeiras, que ficou encaixotado e não conseguia sair.

11'
Palmeiras

Após contra-ataque, o Palmeiras ficou com lateral. Danilo recebeu, driblou dois adversários e bateu cruzado – a bola saiu tirando tinta do rodapé direito de Ramírez.

12'
Indep. Del Valle

Brayan Garcia recebeu por dentro, com espaço, e bateu – Gustavo Gómez se atirou na bola que saiu espirrada para escanteio.

16'
Indep. Del Valle

Murillo conseguiu dominar na meia-lua e bateu rápido buscando o ângulo direito – a bola saiu com muito perigo, com Weverton batido.

19'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Raphael Veiga pressionou no campo de ataque, Patrick de Paula brigou pela bola e saiu livre na área; na primeira Ramírez ainda conseguiu a defesa, mas no rebote o camisa 5 marcou o terceiro do Verdão e o 12.000 da História.

22'

Willian, Danilo Barbosa e Zé Rafael entraram nos lugares de Luiz Adriano, Raphael Veiga e Patrick de Paula.

27'
Indep. Del Valle

Faravelli conduziu por dentro, Danilo Barbosa tentou cortar e ela sobrou com Montenegro, que saiu na cara de Weverton – nosso goleiro deu dois passos à frente e fechou o ângulo.

27'
Indep. Del Valle

Na cobrança, a bola ficou pendurada no alto e Segovia conseguiu testar buscando o ângulo esquerdo de Weverton, que tirou com os olhos.

28'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Victor Luiz foi lançado em velocidade e cruzou por baixo; como um raio, Rony fechou no primeiro pau e escorou inapelável para Ramírez.

31'

Felipe Melo e Wesley entraram nos lugares de Danilo e Rony.

34'
Palmeiras

Victor Luis bateu falta de longe e obrigou Ramírez a ir na última gaveta para desviar a escanteio.

35'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Na cobrança de Wesley, Danilo Barbosa testou no canto direito e fez o quinto do Verdão.

36'
Palmeiras

Willian foi lançado em velocidade por Felipe Melo, saiu na frente de Ramírez e bateu na saída do goleiro, que defendeu bem.

39'
Palmeiras

Mais um passe de Felipe Melo, agora para Wesley, que saiu na frente do goleiro mas demorou para finalizar, dando chance à zaga desviar. Gol feito desperdiçado.

46'
Indep. Del Valle

Mera bateu falta da meia direita; Weverton foi no ângulo esquerdo e mandou a escanteio

47'

Com o placar resolvido, o juiz terminou o jogo com apenas dois minutos de acréscimo.



Ficha Técnica

0

R$ 0,00

Roberto Tobar

Indep. Del Valle

Ramirez
Schunke
Pacho
Segovia
Guerrero
Landázuri
Sánchez
García
Pellerano
Vite
Faravelli
Mera
Chavez
Montenegro
Escobar
Murillo
Renato Paiva
TÉCNICO


Fim de jogo

Foi uma enorme combinação de fatores positivos. No primeiro tempo a tática de Abel Ferreira foi perfeita, e a execução de nossos jogadores foi sempre precisa, tanto na marcação alta, como nas saídas rápidas e nas transições.

O posicionamento de todo o sistema defensivo na primeira metade do jogo foi impecável; o Del Valle conseguiu finalizar pouquíssimas vezes, sempre pressionado. O Verdão também não teve lá muitas chances, mas todas claras, e duas foram para as redes. A dinâmica da partida lembrou o jogo de ida contra o River Plate, na Argentina.

No segundo tempo, o adversário veio com uma proposta mais ofensiva ainda e conseguiu encaixotar o Palmeiras no campo de defesa – houve momentos em que a partida ficou parecida com a do River Plate – o arrepiante jogo da volta. Em menos de 20 minutos o Del Valle finalizou quatro vezes e a bola não saía da frente de nossa área.

Mas uma roubada de bola no campo de ataque decidiu o jogo – Veiga brigou, Patrick pegou a sobra e fez o terceiro, matando o jogo. Aí faltou um pouco de qualidade técnica ao adversário, coisa que não acontece com a defesa do River, por exemplo.

Com 3 a 0 no placar o adversário desmoronou. O DNA ofensivo do time não segurou o abatimento do sistema defensivo e virou um massacre de contra-ataques. Rony fez o quarto após jogada veloz de Victor Luis, com lançamento de Zé Rafael; o quinto veio de um escanteio no primeiro pau; e não saíram mais dois com Willian e Wesley por falta de capricho.

Cinco a zero foi um castigo duro demais para o bom adversário desta noite. Mas o futebol proporciona esses placares, da mesma forma que tantas vezes um time amassa o adversário e o placar não sai do zero. A diferença é sempre a eficácia.

A noite estrelada na capital paulista foi o cenário perfeito para um resultado espetacular e também para uma marca notável: o terceiro gol da noite, marcado por Patrick de Paula, foi o de número 12.000 na História do Palmeiras. Nossa Cria da Academia fez por merecer escrever seu nome com tintas vivas mais uma vez no livro de ouro do clube. Parabéns Patrick e VAMOS PALMEIRAS!

 





  • Hoje sim, o Victor Luis mostrou que pode ser um bom reserva pro Viña. Comentei no jogo do Universitario o fato de ele ter ido mal (fazendo o feijão com arroz apenas) e ontem foi totalmente diferente. Além de fechar muito bem as investidas do lateral do Del Valle, conseguiu duas ou três escapadas ótimas (uma delas no fim do primeiro tempo que o goleiro espalmou e a outra no gol do Rony) além de um belo chute de falta.

    Mesmo com a ótima atuação, sempre me parece que o Luiz Adriano está em uma rotação bem menor. Em alguns momentos beira o desinteresse; desinteresse de pressionar alto como o Rony, de reclamar que o Veiga não fechou o espaço junto…andando a maior parte do tempo…pode até ser o jeito dele, enfim, que continue marcando seus gols pra manter a motivação.

    • Ele (L.Adriano) teve covid. Saiu um estudo sobre o impacto da doença em atletas de alto rendimento. O mesmo caso do Marinho. Leva tempo pra se recuperar. Além disso, é inicio de temporada. A temporada passada acabou em março. Tem tudo isso…

  • Foi uma grande partida, os jogadores estão de parabéns.

    E Abel está certo, este ano o lema é “Contra tudo e contra todos !!!”

    Bom, a gente já sabia há muito tempo deste lema, ele descobriu neste ano.

    Bem vindo Abel à nossa realidade…

  • Esse “deu vale” é aquele mesmo time em que os jogadores apareceram em um vídeo torcendo pra pegar o Palmeiras no sorteio das oitavas no ano passado? Interessante…

  • Torcer pra gente ganhar, fazer um jogo bom e dar uma acalmada na encheção de saco das cornetas e dos “anti”, tanto internos (principalmente ) quanto externos. VAMOS PALESTRA

    • Não há jeito de acalmar os “antis” internos.

      Parece até que quando o time vai bem eles ficam ainda mais irritados.

      Bando de PNC

      • vou te falar mano, eu fico muito irritado com “torcedor de jogo”, o cara que decreta que fulano não presta por causa de um jogo, tinha um falando do Rony semana passada, o que será que esse mané tá pensando agora? Lembro de um pedindo goleiro sub23 no lugar do Weverton depois do jogo do Libertad. Eu não aguento mais isso, acho que tô ficando velho… Mas, graças a San Genaro hoje não vai ter isso. Enfim, a paz… até a proxima.

  • Agora sim! Uma vitória deixa a gente em situação confortável no grupo.

    Parpito em 2×0, gols de Luan de cabeça e RR7 num contra-ataque fatal.

  • Pode fazer isso, esconder a indentidade do atleta contaminado com covid ? Achava que era obrigado divulgar o nome

      • É estranho mesmo isso, achava que era obrigado a divulgar. Espero que não venham contaminar ninguém, não estamos precisando de mais esse problema, mas, é o risco de se forçar a barra a todo custo.