1
X
1

Palmeiras 1x1 FlamengoCesar Greco/Ag.Palmeiras

Depois de um grande circo armado pelo Flamengo durante toda a semana, teve jogo. A partida começou com mais de 20 minutos de atraso. O Palmeiras sentiu a obrigação de vencer o jogo e acabou parando na defesa bem armada do Flamengo, mesmo cheia de garotos, e ficou no empate por 1 a 1.

É o sétimo empate do Palmeiras em onze jogos. O Verdão desperdiçou mais uma chance de colar na liderança e apenas permanece no bolo de cima, mas longe de se apresentar como um candidato real ao título.

 

Primeiro tempo

1'

Em dividida com João Lucas, Gabriel Veron torceu feio o tornozelo esquerdo. A imagem foi muito feia, mas Veron voltou para o jogo.

12'

O Palmeiras tinha o domínio das ações, mas muitas dificuldades para coordenar as jogadas ofensivas.

23'
Palmeiras

Primeira jogada de ataque do Palmeiras: Zé Rafael acionou Luiz Adriano, que ligou com Veron dentro da área; Veron chutou rasteiro, à direita do gol de Hugo Souza.

24'
Flamengo

Troca de passes rápida na meia direita; Pedro recebeu e bateu rápido, obrigando Weverton a se esticar para mandar a escanteio.

36'
Palmeiras

Gabriel Menino bateu da intermediária e deu trabalho para Hugo Souza, que defendeu em dois tempos.

O Palmeiras subiu a marcação e passou a incomodar a saída de bola do Flamengo.

38'
Flamengo

De Arrascaeta fez a jogada pela esquerda e bateu do bico da área, obrigando Weverton a voar no canto esquerdo para fazer a defesa.

47'
Palmeiras

Zé Rafael recebeu na frente da área, avançou e bateu da meia-lua, obrigando Hugo Souza a fazer uma boa defesa no canto esquerdo.

48'

Jean Pierre Gonçalves Lima encerrou o amarrado primeiro tempo.


Segundo tempo

Luxa tirou Gabriel Menino e colocou Raphael Veiga; tirou Gabriel Veron e colocou Willian.

4'
Palmeiras

Veiga tabelou com Willian e bateu de esquerda; Hugo Souza pegou firme no centro do gol.

9'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Luiz Adriano fez o pivô; Patrick de Paula bateu da meia esquerda – a bola desviou na zaga e matou Hugo Souza.

10'
Flamengo

Gol do Flamengo – De Arrascaeta cruzou por baixo da direita, na risca da pequena área; Pedro surgiu entre Marcos Rocha e Felipe Melo e escorou para o gol.

13'
Palmeiras

Viña cruzou para Luiz Adriano; a cabeçada foi no contrapé de Hugo Souza, que conseguiu voltar e fez uma defesa espetacular.

14'

Rony entrou no lugar de Lucas Lima.

Os jogadores do Palmeiras começaram a dar sinais de ansiedade e nervosismo, pressionados pelo cenário do jogo.

23'
Flamengo

De Arrascaeta tabelou rápido com Pedro e bateu forte de dentro da área; a bola passou muito perto da trave direita de Weverton.

24'
Palmeiras

Patrick de Paula lançou Rony na área; ele escorou rasteiro para dentro, mas Luiz Adriano chegou um pouco atrasado.

24'
Palmeiras

Raphael Veiga bateu de fora e Hugo Souza pegou mais uma sem dar rebote.

25'

Bruno Henrique entrou no lugar de Zé Rafael, amarelado.

26'
Flamengo

Lincoln arriscou de fora; Weverton tentou pegar firme para repor rápido mas a bola escorregou, indo a escanteio. Na cobrança, Otávio pegou a sobra do primeiro lance e bateu para fora.

28'
Palmeiras

Veiga acionou Bruno Henrique na meia esquerda e veio a finalização forte, mas por cima do gol.

33'
Palmeiras

Falta da esquerda na área do Flamengo; a zaga cortou e Marcos Rocha tentou emendar para o gol; a bola desviou na zaga e saiu a escanteio.

38'
Palmeiras

Marcos Rocha tabelou com Bruno Henrique e cruzou para a testada de Luiz Adriano, que não pegou em cheio na bola e mandou por cima do travessão.

43'
Palmeiras

Rony bateu de fora, rasante; Hugo Souza pegou firme.

49'

Mais uma vez o Palmeiras parou em sua lentidão e ficou no empate.



Ficha Técnica

Flamengo

Hugo Souza
João Lucas
Yuri
Natan
Otávio
Ramon
Thiago Maia
Gerson
De Arrascaeta
Guilherme Bala
Richard
Lincoln
Lázaro
Pedro
Jordi Guerrero
TÉCNICO


Fim de jogo

O cenário do jogo dava vantagem ao Palmeiras, desde que o time as soubesse aproveitar. A inexperiência da zaga flamenguista não foi explorada; nosso time não conseguia quebrar a primeira linha do Flamengo para incomodar a molecada que estava na frente do goleiro.

A obrigação de vencer pesou também em nosso time, sobretudo no segundo tempo. Faltou tranquilidade e a bola, que já não é movimentada com naturalidade e inteligência, passou a ser trocada de forma afobada.

Mesmo com todos esses problemas, o time conseguiu abrir o placar, mas levou o empate no lance seguinte, em lance em que a qualidade de dois jogadores do Flamengo decidiram o lance.

A postura do time melhorou. O Palmeiras propôs o jogo por mais tempo, não teve medo de atacar; os laterais subiram e o time se expôs mais, correndo os riscos. Mas isso não foi suficiente para se impor diante do Flamengo. Faltou velocidade nos passes, toques de primeira, objetividade.

O Palmeiras se lança ao ataque, chega no chamado “último terço” e quem está com a bola para, olha, pensa e não sabe o que fazer – aí toca de lado.

Vanderlei Luxemburgo já não conta mais com o efeito positivo da vitória no Derby; esse alento já se esvaiu diante da falta de novas vitórias. Voltamos ao estado de cobrança; nossa comissão técnica precisa voltar a responder com um futebol convincente, e que desta vez seja mais consistente, com sequência.

Seguimos oscilando entre o “bom” e o “meia-boca”. Com o agravante que jamais atingimos o “ótimo”. E isso preocupa a quem sonha com um título nos pontos corridos. Num mata-mata, pode até funcionar. Mas esperamos mais. VAMOS PALMEIRAS!





  • 6) Sempre vou torcer para o Palmeiras ganhar, por mais desagradável que seja assistir o Palmeiras hoje.

    Os próximos anos serão sofridos caso não comece uma mudança agora de mentalidade e uma futura mudança de elenco, mudança completa mesmo

    • O que eu mais gosto de ver aqui no Verdazzo é a qualidade do debate, muito bons seus argumentos, também acho que é um ano atípico e não podemos fazer “loucuras” e concordo também que deva haver uma reformulação de elenco sem que haja “doações” de atletas, temos que tentar recuperar investimentos em jogadores como Scarpa, Veiga, Bruno Henrique, Lucas Lima, Ramires, Rony entre outros. Só acho que era hora de trocar o treinador e levar o restante da temporada com um interino e já começar a pensar no planejamento de 2021. Não é que eu esteja abdicando dos títulos de 2020, eu só penso que se ganharmos algo nesse ano será na aleatoriedade e na qualidade do elenco, pois na tática estamos na estaca zero. E como você bem disse, NUNCA irei torcer contra o Palmeiras.

  • 5) Vamos sair dessa e tenho expectativas de mesmo no meio desse sofrimento que estamos passando vamos obter algo com sobriedade..

    Pois estou cansado de ganhar na aleatoriedade de uma troca no meio do ano..

    Temos que pensar agora em uma mudança de mentalidade de futebol para implementar para o pós pandemia e não vejo Luxa com perspectiva de ser essa referência.

    Novos jogadores e treinador com conceito que queremos, pois um futebol bem jogado atrai grana com bilheteria e sócio torcedor.

    Não dá para perder ano como foi ano passado.

    Nosso melhor momento foi em 2016, time perfeito em questão de personalidade e bola do jeito que nós gostamos

  • 4) Esse ano vai passar, tudo se irá se normalizar quem gastou o que não tem hoje vai sofrer amanhã..

    Voltaremos com nosso poder de investimentos e aí será o momento de reformulação do elenco e também do treinador.

    Nosso elenco está reduzido e com peças que claramente não querem estar aqui, entretanto, não podemos simplesmente “nos livrar” deles e ter prejuízo financeiro, pois são ativos do clube.

    Eu tenho convicção que temos de reformular 80% do nosso elenco, mas não vejo como o momento..

  • 2) Mudança radical agora poderia nos prejudicar muito. Depois de hoje eu sou muito a favor de uma mudança substancial no elenco, com uma completa e profunda renovação do elenco.

    Mas este não é o momento, temos que suportar esses jogaores e sofrer com esse time até chegar o momento de recuperarmos nossas receitas e voltar a investir..

    Assim como todos estou muito puto com esses jogadores muito mais do que o técnico.

    Mas pensando mais com o cérebro do que a raiva que sinto, precisamos ponderar o momento atípico e esperar a normalidade voltar para renovar o elenco inteiro no próximo ano.

  • Continuando meu último comentário, explico pq penso que uma mudança, NESSE EXATO MOMENTO, não seria ideial..

    1) Pandemia: com a falta de receita de bilheteria dentre outras tivemos que segurar os investimentos..

    Os concorrentes que estão investindo o que não tem para ganhar e pagarão a conta.

    O Palmeiras manteve todo seu staff técnico e funcionários ao invés de investir em jogadores.

    As coisas voltarão ao normal e teremos água limpa para beber, como disse Paulo Nobre lá trás.

  • Amici 1914, acompanho o canal e ainda estou inconformado com o jogo de ontem, inadmissível o que o time jogou ontem.

    Mas preciso fazer considerações, acredito que uma mudança de técnico agora pode ser um grande tiro no pé, por mais que eu queira mudança.

    Explico, time parece que está travado, entretanto, uma mudança agora, sem tempo para treinar e um jogo após o outro seria muito arriscado.

    O ideal é um estrangeiro, entretanto, não existia tempo hábil para o cara conhecer o Palmeiras e poderíamos mais um ano como foi em 2019.

  • Luxa montou o time para libertadores , o fato é que o torcedor está com pulga atrás da orelha . Já o empate com os mulambos , sem stress .

  • Fiquei muito entusiasmado quando anunciaram o Luxemburgo, porque àquela altura eu pensava que o que faltava no nosso elenco era um técnico motivador, algo que ele sempre foi. Agora está claro que ele não é mais o mesmo. O time continua apático, previsível, inofensivo. Não há triangulação, não há jogada ensaiada. Quando temos uma falta perto da área, por exemplo, a expectativa de gol é ZERO. Não temos um cobrador que represente chance de gol. A condução do futebol está sendo muito mal feita no Palmeiras. Contratações caríssimas que não rendem absolutamente nada, que não se encaixam no estilo de jogo (Cadu, Rony, Ramires…). O Palmeiras não tinha uma equipe de inteligência? Cadê esses caras agora? Como são feitas as análises de elenco, das nossas necessidades e das oportunidades de mercado?

  • O cruzamento pro LA foi do Veiga e não do Viña. Weverton ok, de resto não se salvou um sequer. Me surpreendeu ter nota acima de 4 ali.

  • “Sentiram e pressão de ganhar”. Olha, tá difícil de engolir, tá difícil de não sair falando merda. Mas vamos aguardar pacientemente e ver no que vai dar.

  • O Palmeiras jogou pressionado, como o flamidia estava com um catado sub-20 o Palmeiras tinha toda a obrigação de vencer, isso atrapalhou, o time ficou apavorado, é so ver a quantidade de faltas que o time fez, e hoje no elenco não temos um centroavante e um meia, os jogadores nessa posição são todos ”quebra galho” Lucas Lima, Raphael Veiga, Zé Rafael, até os garotos Patrick e Menino são quebra galho não sao aquele camisa 10 e o centroavante, Luiz Adriano e Willian tbm não são o nove-nove que precisamos

  • Todo jogo é a mesma palhaçada… Sai na frente, recua, deixa o adversário empatar, e aos 30 ou 35 do segundo o Bruno Henrique entra pra fazer sei lá o quê!

    Eu gostaria de saber ou ver o que diabos o Luxa está passando para esse elenco nos treinamentos, se é que está passando alguma coisa. Esse time parece um catado de jogadores que nunca se viram na vida.

  • Palmeiras jogou o mesmo primeiro tempo que tem jogado neste brasileiro. Não adianta dar a desculpa que foi dada pelo Felipe Melo no intervalo do jogo.

    Palmeiras chega no último terço e toca de lado ou para trás porque não tem idéia de jogo. Fica evidente que o técnico não treina, não sabe como apresentar uma solução para este problema.

    Palmeiras jogou a partida com jogadores trotando e se escondendo.

    Já passamos vergonha maior contra o Goiás, não foi surpresa o que aconteceu hoje.

    Já falei algumas vezes, mas irei falar novamente: É o pior Palmeiras que vi tentando jogar futebol na minha vida…

  • Tenho 40 anos, vivi um bom tempo de fila, rebaixamentos, times horríveis etc. Mas nunca tinha visto um time tão chato de se assistir como esse de 2020. Alguns resultados que conseguimos é na minha opinião, exclusivamente da qualidade dos nossos jogadores, temos um ótimo goleiro, dois laterais na média, o melhor zagueiro das américas, boas revelações, um atacante inteligente e lampejos dos meio campistas, ou seja, nosso time é muito bom para os padrões atuais. Eu tentaria uma mudança de rota enquanto ainda há esperança, não consigo crer em uma melhora com o Luxemburgo.

    • Total de acordo. O apego a tal invencibilidade não pode esconder o péssimo futebol. Compartilho da sua resiliência mas não acho que o Palmeiras possa reverter uma situação contra um bom time que eventualmente crie uma vantagem de 2 gols por exemplo em um primeiro jogo de mata mata

      • Pior que perdendo de 2 eu acho que o time joga. Daí não tem mais o que perder e eles começam a jogar bola. O Luxemburgo está fazendo exatamente o contrário da sua própria filosofia de que “o medo de perder tira a vontade de ganhar”.

    • Eu tenho 41 e concordo contigo cara, mas quem poderia resolver isso? Não vejo outro técnico que possa chegar e melhorar o cenário atual.

      • Também não sei qual técnico poderia melhorar o cenário, mas se não tentarmos algo, aí é que não melhora mesmo, como diria Einstein “Não há maior sinal de loucura do que fazer uma coisa repetidamente e esperar a cada vez um resultado diferente”. Temos que tentar, esse “futebol” que estamos praticando é desastroso.

        • Também gosto do Aguirre. O time das meninas só jogou bola nos últimos anos enquanto ele era técnico. Depois que o mandaram embora injustamente, nenhum outro fez nada similar.

    • Concordo plenamente com sua análise. Chega de esperar ser eliminado na Libertadores para demitir o técnico.

      Eu colocaria Wesley Carvalho interinamente e faria uma pesquisa minuciosa no mercado sul-americano…

  • Precisa de mais o quê para demitir o Luxemburro? Tempo, sequência, jogadores, oportunidades ele já teve mais do que o suficiente. Ele não passa a menor vontade de vencer para os jogadores, não contagia o elenco e não consegue inovar em nada. Todo jogo é a mesma postura, as mesmas jogadas, mesmas substituições…

  • Não consigo mais sentir raiva do Ronny, agora já é outro sentimento, sei lá, é uma mistura de dó com indiferença.

    Felipe Melo vacilou no gol do Flamidia , pq não cortou ?? Pq não deu um carrinho na bola que passou na frente dele ?? Vacilou.

    • Eu também achei muito estranho!! Na coletiva o Luxa disse que era uma bola difícil, que o zagueiro poderia fazer contra…. Me lembrou mto os dois lances contra o Boca que ele saiu da bola também… mto estranho…

  • Já estava dando nojo as “lacradas” do Luiz Roberto e sua torcida descarada para os mulambos, ai vem o time e faz um primeiro tempo patético.

    Ai segundo tempo, com a entrada do Rafael Veiga, Lucas Lima começa render bem, time começa melhorar um pouco, ai o Luxa vai lá saca o jogador, põe o Rony e estraga tudo de novo…

    Enfim, já deu pro Luxa, não podemos ficar vivendo do título paulista e nem de vitória no derby, time pode e deve rende rbem mais se quiser ganhar algo de alta relevância.

  • Pô, Conrado, já deu. Luxa não tem mais crédito, já tá no rotativo. Projeto indefensável, simples assim. Não que o mercado esteja uma maravilha, mas o Luxa no comando não dá mais.

    Lucas Lima não faz ABSOLUTAMENTE NADA além de cirurgias plásticas. Fica sumidão, aí quando o adversário vai bater uma falta lá na lateral no meio do campo, ele pula na frente e começa aquele empurra-empurra, acho que pra fingir que tá no “pega pra capar” da partida.

    Zé Rafael tenta, mesmo todo deslocado. O mesmo pra Rony “Microcefalia”, por mais que errei tudo. Absolutamente tudo.

    L. Adriano, Vina e G. Gomez, coitados. Fazem das tripas coração e não tem absolutamente nenhuma recompensa (dentro de campo).

    M. Rocha vai no ritmo do time, dificilmente destoa (pra bem ou pra mal).

    B. Henrique, hein? Cadê o futebol desse cara?

    Mas é assim mesmo. Dudu se foi e Keno voltou destruindo, mas por outro time.

    É a vida.

  • Conrado, não dá mais. O time não fez nenhum jogo ótimo no ano. Desorganizado, sem intensidade, espaçado e não cria absolutamente nenhuma jogada de gol trabalhada. Não tem como defender o trabalho desse treinador.

  • Em termos de trabalho coletivo, este Palmeiras é o pior desde 2006. Os times terríveis de 2012 e 2014 ainda tinham a desculpa de serem muito fracos, a defesa do trabalho do luxa está cada vez mais injustificável, CAG joga melhor que o Palmeiras hj.

    • Concordo, já tivemos times que quando os caras conseguiam fazer uma triangulação, uma jogada trabalhada, dava pra ver que os caras estavam fazendo um esforço sobrenatural porque não tinha intimidade com a bola. Mas esse time de 2020 beira o inacreditável, a única jogada do time é esticar bola pro corredor que estiver em campo, mais nada.

      Parei pra ver alguns outros jogos e ninguém está jogando essa maravilha, mas esse time do Palmeiras parece estar sempre com medo, sempre com o freio de mão puxado.

    • Falou tudo. Este Palmeiras lembra muito aqueles Palmeiras extremamente inofensivos de 2012 e 2014.

  • Impossível defender esse trabalho. Temos um time completamente desarrumado. O primeiro tempo foi uma vergonha. Aliás, como em todos os últimos jogos.

    No segundo, quando entrou o Veiga e a movimentação com o Lucas Lima melhorou, ele me vem com Rony.

    E o Bruno Henrique? Entrou pra quê? Tínhamos Scarpa e Wesley no banco.

    O gol que encontramos foi no acaso: um chute de um dos poucos que se salvam nesse elenco, a bola desviou e entrou. E, mais uma vez, tomamos o empate. Não precisa fazer o segundo gol né, Luxa? Não é, Felipe Melo?

    O time é incapaz de fazer uma jogada decente. Só temos o lançamento do Felipe Melo e a bola cruzada na área pra encontrar um centroavante de ofício que nem temos!

    Falar mais o que?

    Hoje tivemos a chance de dar uma lição nesse time sujo. E ao final do jogo o que se fala? “Orgulho dos garotos da base. Vexame do Palmeiras”.

    A torcida merece?

  • Olha, ao longo dos meus 29 anos, já vi inúmeros times ruins do Palmeiras. Agora, esse, comandado por esse senhor que apenas ele enxerga o jogo, com certeza é um dos piores. Não digo isso tecnicamente, mas em questão tática, o time é horrivelmente mal treinado. E uma vergonha. Uma lástima ! Já deu Conrado, FORALUXA

  • Já deu, né Conrado? Quanto tempo mais tem que esperar para o time sair do estágio “ruim/sofrível” para chegar no estágio “razoável” ( que nos garante um 5º ou 6º lugar no Brasileirão)?
    Enquanto isso, os times “razoáveis” e “bons” vão abrindo distância. A real é que o “Pofexô” não tem “pojeto” nenhum nessa passagem. Tá na base do vamo que vamo e salário no fim do mês.

  • Reformulação já. Temos um elenco com um monte de jogadores nota 5 que são ótimos para os Botafogos e Bahias e nunca para o Palmeiras. Do Meio para frente não temos mais nenhum jogador nota 7/8 ( como Marinho, Keno, Arrascaeta), e por isso o time não consegue jogar. Só toque de lado e medalhão se escondendo. Os moleques não estão prontos para segurar a pressão e vai se queimar. Já estão cornetando o Veron. Lucas Lima , Ramires e Felipe Melo podem começar a arrumar os armários.

  • A lentidão desse time na saída de bola é brochante. Não vemos uma triangulação ou tabela, os jogadores “telegrafam” todos os passes. Bruno Henrique só entra pra tocar para o lado e para trás (e o luxa não passa uma partida sem colocá-lo).

    Com essa CT, a perspectiva de melhora é zero.

  • Não foi resultado ruim.

    Se eles estivessem com todos os titulares teríamos sofrido uma sonora goleada.

    Fomos envolvidos perigosamente várias vezes ficando no três contta cinco ou seis.

  • Sério, eu acho que não fiquei assim nem quando rolava aquelas parmeradas que tomavamos goleadas de times ridiculos. To sem ação

  • Empatar com o reserva em pleno Allianz jogando com menos garra. Bilhete azul para o Luxa que não sabe usar o elenco que tem. Imagino se tivessem investido e dado ezte elenco pro Sampaoli. Quiseram economizar…vamos ficar em 4o ou 6o lugar neste brasileiro.

  • Ja vi Palmeiras maus, bons, medíocres… mas esse é o mais cagao que ja vi.

    Nao da pra sustentar esse time mediocre, ainda que vença uns classicos. Queremos mais!

  • A desatenção do time depois de marcar o gol é inadmissível. Com o Luxa no comando esse time não vai melhorar. Será que é possível esse time melhorar?

  • Pô, pelamordedeus…

    Acho que o título da postagem serviu mais ao Palmeiras do que aos galináceos do Rio de Janeiro. Que vergonha!

    Quero ver a rapaziada defender o Felipe Melo, que errou no gol dos caras e fez uma partida razoável (que não justifica sua titularidade).

    Patrik tá precisando de uma estadia no banco, para ontem.

    E o Luxemburgo… Ah, o Luxemburgo…

  • Seguimos invictos, isso que importa!

    Mais uma PARMERADA! Talvez uma das maiores!
    Pelo amor de Deus, no segundo tempo os caras tocaram bola com uma facilidade e colocaram a gente na roda!
    Achamos um gol cagado e por sorte não perdemos o jogo.

    FORA LUXEMBURGO!

  • Jogo do Palmeiras?

    Que empate o melhor. *

    * sarro que o Casseta & Planeta tirava do retranqueiro Zagalo.

  • Tomando sufoco do sub-20 do cheirinho… achamos um gol e tomamos um logo em seguida…o time só tem jogada de bola área e chute de longe, terrível….

  • Que vergonha de primeiro tempo luxemburro tu és um cagao com medo do su20 do urubu kkk vai empatar de novo

  • O Veron machuca com 5 minutos de jogo e quem entra? Rony, claro, mesmo Wesley jogando muuuuito mais que esse “Carlos Eduardo melhorado”. Vai entender…

  • Desde o começo dessa história de adiamento, mesmo com decisões da CBF e STJD favoráveis à manutenção, minha sensação é a de que não haverá jogo. Um enorme absurdo se realmente for adiado.