Nos últimos 10 anos, Palmeiras tem retrospecto positivo contra o Athletico na Arena da Baixada

Atletas do Palmeiras comemoram ao final da partida contra o Athletico-PR, válida pela trigésima sétima rodada do Brasileirão 2021, na Arena da Baixada, em Curitiba-PR.
Fabio Menotti

Palmeiras e Athletico-PR se enfrentam na noite desta quarta-feira, em Curitiba, no jogo de ida da Recopa Sul-Americana

Campeão da Libertadores e da Copa Sul-Americana em 2021, Palmeiras e Athletico-PR começam hoje à noite a disputa pelo troféu da Recopa Sul-Americana. A partida de ida acontecerá na Arena da Baixada, estádio no qual o Verdão mais venceu do que perdeu nos últimos 10 anos.

Foram 8 jogos disputados no período, todos pelo Campeonato Brasileiro, com três vitórias palmeirenses contra uma do Athletico-PR, e outros quatro empates. No retrospecto geral, o Furacão ainda possui uma vantagem contra o Palmeiras em seus domínios: são sete vitórias, nove empates e cinco derrotas.

A última vez que o Palmeiras saiu derrotado na Arena da Baixada foi há quase cinco anos, em dezembro de 2017. O confronto mais recente entre as duas equipes na capital paranaense ocorreu no final do ano passado, quando o Verdão, mesmo com o time Sub-20, conseguiu segurar o empate em 0 a 0 diante da equipe titular do Athletico-PR.

Para o jogo de logo mais, o técnico Abel Ferreira não poderá contar com três jogadores importantes: Gustavo Scarpa, Luan e Gustavo Gómez. Os dois primeiros estão lesionados e o atual capitão do Verdão foi infectado pelo coronavírus. Para a zaga, a tendência é que Kuscevic e Murilo saiam jogando; já para o lugar de Scarpa, Abel pode optar por Atuesta, titular do jogo passado, por Jailson, ou por alguns dos atacantes do elenco.

Palmeiras e Athletico-PR se enfrentarão pela primeira vez numa competição de caráter continental

Em toda a História, Palmeiras e Athletico-PR já se enfrentaram 61 vezes, com uma larga vantagem para o Verdão (31 triunfos, 19 empates e 11 derrotas – 61,2% de aproveitamento). O confronto desta quarta, no entanto, será o primeiro em que dois clubes duelam por uma competição de caráter continental.

Em torneios eliminatórios, os times já se encontraram quatro vezes, todos pela Copa do Brasil. O Palmeiras avançou de fase em três oportunidades (1992, 2010 e 2012), enquanto que o time paranaense levou a melhor em uma (2013).