Palmeiras repete sequência de vitórias do 1º turno e encontra tranquilidade a 23 dias da final da Libertadores

Elenco do Palmeiras comemora o gol de Breno Lopes contra o Grêmio, durante partida válida pela vigésima nona rodada do Brasileirão 2021, na Arena do Grêmio.
Cesar Greco

Após um momento de instabilidade no Brasileirão, Palmeiras não perde há 5 partidas

Depois de passar um período turbulento dentro do Campeonato Brasileiro, no qual ficou cinco jogos sem vencer – sendo três derrotas e dois empates – o Palmeiras se restabeleceu na competição e encontrará o Santos, no próximo domingo, vindo de cinco jogos sem perder.

Os triunfos diante Internacional (1 a 0), Ceará (2 a 1), Sport (2 a 1) e Grêmio (3 a 1), mais o empate em 0 a 0 frente ao Bahia, trouxeram tranquilidade para o time, que terá no dia 27, em Montevidéu, o jogo mais importante da temporada, diante do Flamengo pela final da Libertadores.

“O ambiente muda. Os bons resultados ajudam a gente a trabalhar melhor”, chegou a dizer Gustavo Gómez após a equipe vencer o Inter. E o Palmeiras encontrou essa calmaria em confrontos contra as equipes que o fizeram chegar na liderança, no primeiro turno.

Após também atravessar um momento delicado na temporada, quando foi eliminado da Copa do Brasil para o CRB e, em seguida, empatar com o SCCP no Allianz Parque, o Verdão encaixou uma ótima sequência de resultados. Foram vitórias consecutivas contra Bahia, Internacional, Sport e Grêmio, além de sucessos diante de Santos, Atlético-GO e Fluminense.

Abel cita dificuldades de o Palmeiras se manter no topo e usa Santos e Grêmio como exemplos

Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Grêmio, o técnico Abel Ferreira comentou sobre o momento da equipe, os altos e baixos dentro do Brasileirão, e discursou sobre as dificuldades de se manter em alto nível no Brasil, principalmente pelos desfalques dos jogadores que são convocados por suas seleções.

“Aqui no Brasil é 8 ou 80 em absolutamente tudo. Como é difícil manter o sarrafo tão alto, ainda mais quando perdemos os melhores para as seleções. Exige de nós uma dedicação enorme, sacrifícios e renúncias. Nos alimentamos de muito trabalho de qualidade e de resultados. Parece fácil ganhar. Para quem está em casa, parece fácil ganhar e quando perde, manter o equilíbrio e o foco”, contou.

“Olha o Grêmio, disputou a final da Copa na temporada passada conosco e hoje vive uma grande pressão. O Santos, nosso próximo adversário, estava no Maracanã para disputar a final da Libertadores. Os jogadores têm percebido essa dificuldade e têm crescido mentalmente” , finalizou.

Atualmente, o Palmeiras está a 10 pontos do Atlético-MG, líder do Brasileirão. Até a partida contra o Flamengo, o Verdão tem confirmado cinco partidas (Santos, Atlético-GO, Fluminense, SPFC e Fortaleza).