Piquerez se recupera e pode reforçar o Palmeiras na Libertadores

Piquerez durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Desfalques nos últimos dois jogos, Piquerez havia sofrido um trauma no ombro direito na final contra o SPFC

O Palmeiras entra em campo nesta terça-feira, no Allianz Parque, para enfrentar o Independiente Petrolero (BOL), em duelo válido pela segunda rodada da Fase de Grupos da Libertadores. Na semana passada, o Verdão estreou na competição com goleada sobre o Deportivo Táchira, na Venezuela, por 4 a 0.

Para o duelo, a comissão técnica pode ter o retorno do lateral-esquerdo Piquerez, desfalque da equipe nos últimos dois jogos. O uruguaio se recuperou de um trauma no ombro direito sofrido no segundo jogo da final do Paulistão, diante do SPFC.

No treino de ontem, Piquerez foi a campo e participou normalmente de todas as movimentações comandadas por Abel Ferreira e seus auxiliares. O grupo realizou uma atividade técnica em campo reduzido e o lateral serviu de ‘coringa’, auxiliando na troca de passes das equipes.

Jorge foi o titular nas duas partidas em que Piquerez ficou de fora. Contra o Táchira, o camisa 6 ficou em campo por todos os 90 minutos; já diante do Ceará, saiu no intervalo. A sequência de jogos a cada três dias tem sido uma dor de cabeça para Abel Ferreira. Na última entrevista coletiva, ao ser perguntado se o Palmeiras terá que priorizar algum campeonato na temporada, o comandante afirmou: “vamos ter que pensar muito bem quais são os tiros que temos que dar”.

“Terça-feira estaremos aqui outra vez. Este é o nosso destino: jogar de dois em dois dias, três em três dias. O problema é que é consecutivo. Já demos três tiros, acertamos em dois [Recopa e Paulistão] e falhamos um [Mundial de Clubes], e agora temos mais três para dar [Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores]. Não sei se vamos ter balas para atirar para todo lado”, completou.

Piquerez volta; Luan segue lesionado

Com Piquerez novamente à disposição, Luan é o único jogador ainda sem condições de ir a campo pelo Palmeiras. O zagueiro lesionou a coxa logo após o Mundial de Clubes e há dois meses não joga. O camisa 13 segue fazendo trabalhos em campo e na fisioterapia do Centro de Excelência.

Atualmente, o Palmeiras conta com 24 jogadores no elenco principal. Para ajudar o time na maratona de jogos, atletas do Sub-20 estão integrando os treinamentos e sendo convocados para as partidas. No último sábado, Giovani e Vanderlan foram relacionados, enquanto na quarta-feira passada Fabinho, Garcia e Jhonatan também estiveram com a delegação na Venezuela.