Potência e Força: Gabriel Veron mostra que físico está em dia e é decisivo no Mineirão

Gabriel Veron do Palmeiras em disputa com Nathan Silva do Atlético-MG, durante segunda partida válida pelas semifinais da Libertadores 2021, no Mineirão.
Cesar Greco

Em 2019, em seu segundo jogo como profissional, Gabriel Veron também deu uma assistência parecida para Dudu

Após sofrer o gol de Vargas, no início do segundo tempo, o Palmeiras precisava balançar ao menos uma vez as redes do Atlético-MG para conseguir a classificação à final da Libertadores. Para chegar ao tento, o técnico Abel Ferreira fez a primeira substituição do Verdão aos 21 minutos: Rony saiu e Gabriel Veron entrou. E a mudança deu resultado no minuto seguinte.

Mais fresco fisicamente, Veron foi lançado por Piquerez no lado esquerdo do campo de ataque, ganhou de Nathan Silva e tocou para Dudu, que empurrou para o fundo das redes.

“Um dos dias mais marcantes na minha vida. Eu estava ansioso no banco, queria entrar logo e ajudar. Quando o Abel me chamou, estava pronto e fui muito feliz no lance. Agora é comemorar a realização de chegar em mais uma final pelo Verdão”, disse o jogador.

Considerado um dos melhores jovens que já passaram por Guarulhos, Gabriel Veron vem aos poucos retomando o ritmo de jogo. No último sábado contra o SCCP, o atacante também entrou no segundo tempo e por pouco não fez um gol (mandou uma bola na trave e uma cabeçada nas mãos de Cássio) – são 75 minutos jogados nos últimos quatro jogos.

Mesmo com tanto potencial, Veron vinha sendo criticado por parte da torcida, principalmente após sofrer com lesões musculares – o atleta chegou a perder 33 jogos seguidos. O Palmeiras, através do Núcleo de Saúde e Performance, realizou trabalhos específicos com o jogador no início desta temporada a fim de prevenir outros problemas.

“O Veron é um atleta muito jovem e a gente ainda acredita que faltam alguns lastros para ele, como potência e força. Ele foi muito bem trabalhado na base, mas sabemos que as exigências no profissional são diferentes. Então, como a situação de recuperar e jogar não estava sendo eficaz para o Veron, decidimos dar mais tempo para ele [na última lesão] e realizar trabalhos específicos. Mesmo que esteja recuperado, nós não deixamos de fazer os monitoramentos diários. Outro ponto importante é que o atleta está ciente de todos os processos que ele ainda precisa percorrer”, declarou Daniel Gonçalves, coordenador científico do clube, ao Verdazzo.

Gabriel Veron deu uma assistência semelhante a Dudu em seu segundo jogo como profissional

Em dezembro de 2019, quando tinha 17 anos, Gabriel Veron realizou sua segunda partida como profissional do Palmeiras contra o Goiás, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Naquele jogo, o camisa 27 deu uma assistência a Dudu semelhante ao lance que resultou no gol de ontem.

Na ocasião, também atuando pela esquerda, o prata-da-casa deixou um adversário para trás com um bonito drible e achou Dudu sozinho na pequena área.

Com o passe para o “Baixola”, Veron chegou à sua sétima assistência no Palmeiras em 54 jogos. Além disso, são 11 gols marcados e três títulos conquistados. Seu vínculo com o clube vai até o dia 1º de setembro de 2025 e o Verdão possui 60% dos seus direitos econômicos.