Palmeiras aprimora parte tática antes de enfrentar Cerro Porteño

Danilo e Rony durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Com quase todo elenco à disposição, Abel Ferreira paralisou o treino a todo instante para orientar os jogadores do Palmeiras

Na manhã desta terça-feira, o Palmeiras deu sequência à preparação para o duelo contra o Cerro Porteño com atividades táticas em campo reduzido, realizadas na Academia de Futebol. O técnico Abel Ferreira paralisou a atividade frequentemente para corrigir e orientar os atletas.

Quase todo o elenco participou das movimentações. Apenas o volante Jailson, com lesão no joelho, e Gabriel Veron, que machucou o pé direito no domingo, não foram a campo e permaneceram na parte interna para trabalhos de recuperação com o Núcleo de Saúde e Performance. Já o atacante Giovani realizou atividades físicas em um dos gramados do Centro de Treinamento – o atleta se recupera de cirurgia no tornozelo.

Após o trabalho tático, os atacantes do elenco aprimoraram finalizações tanto da parte central da área quanto partindo das laterais.

Na manhã de quarta-feira, horas antes de entrar em campo para enfrentar a equipe paraguaia, a comissão técnica deve comandar o último treinamento na Academia de Futebol.

Marcos Rocha deve voltar ao time titular do Palmeiras

Marcos Rocha e Gustavo Gómez durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Poupado do último jogo, o lateral-direito Marcos Rocha treinou novamente sem restrições e deve ser a novidade do time titular amanhã. Ao final do treinamento, o camisa 2 falou sobre a partida e pediu atenção com o adversário.

“Jogo de Libertadores não pode cochilar, não pode dar mole. Eles vão vir para tentar buscar um resultado positivo, provavelmente vão vir com uma formação diferente. Vimos que no final do jogo colocaram dois centroavantes que dificultaram a nossa bola aérea. É ter bastante atenção, tenho certeza de que o Abel e sua comissão estão preparando surpresas para que possamos fazer um grande jogo e passar de fase”, disse o jogador, que também comentou sobre o apoio da torcida palmeirense.

“Estamos disputando três grandes campeonatos e brigando por todos. Uma hora ou outra podemos oscilar, mas sabemos o quanto o nosso trabalho é positivo dentro e fora do clube, com o torcedor reconhecendo e lotando o estádio. Isso nos deixa muito felizes e nos faz trabalhar ainda mais para dar a resposta para eles. O trabalho está sendo bem feito, os mesmos jogadores que estão aqui hoje venceram há quatro meses. Temos um grupo especial, com jogadores jovens e trabalhadores, e todos nós queremos algo a mais com a camisa do Palmeiras. Contamos com o apoio dos torcedores, que eles continuem acreditando porque sabemos que juntos já conseguimos algo especial”, finalizou.

Até a última parcial divulgada pelo Palmeiras, às 11h25 desta terça-feira, 37.700 ingressos foram vendidos antecipadamente. Diante do Cerro Porteño, o Verdão fará o quinto jogo seguido no Allianz Parque para mais de 30 mil pessoas.