Contra Ferroviária, Abel Ferreira comandará o Palmeiras pela centésima vez

Abel Ferreira acena para os torcedores do Palmeiras, na chegada do time a Academia de Futebol.
Fabio Menotti

Contratado em outubro de 2020, Abel Ferreira acumula vitórias históricas e três títulos pelo Verdão

No Palmeiras há menos de um ano e meio, Abel Ferreira atingirá uma marca importante no próximo jogo da equipe, diante da Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. O treinador comandará o Verdão pela centésima vez. Na lista dos técnicos que mais vezes dirigiram o time, está na 16ª posição (empatado com Telê Santana).

Até o momento, Abel soma 99 jogos, com 54 vitórias, 18 empates e 27 derrotas (60.6% de aproveitamento). Com ele à beira do gramado, o Palmeiras anotou ainda 153 gols e sofreu outros 85.

Anunciado como treinador do Verdão em 30 de outubro de 2020, Abel avisou logo em sua primeira entrevista coletiva que não ‘atravessou o Atlântico para passar férias’ – antes, o técnico estava no PAOK, da Grécia. E em três meses de clube já conquistou seu primeiro título, a Libertadores sobre o Santos. Na sequência, ainda, vieram as conquistas da Copa do Brasil e outra Libertadores, desta vez diante do Flamengo.

Por conta de suspensões, Covid-19 e férias, Abel desfalcou o Palmeiras em algumas partidas. João Martins, Vítor Castanheira e Paulo Victor Gomes (do Sub-20) já o substituíram no banco de reservas.

Confira outras marcas atingidas por Abel Ferreira

Primeiro português a comandar o Palmeiras, Abel foi o único técnico a ganhar dois títulos em uma mesma temporada pelo clube neste século. Na história, ele se iguala a Humberto Cabelli (1933), Ventura Cambon (1951), Oswaldo Brandão (1972), Vanderlei Luxemburgo (1993 e 1994) e Felipão (1998) no grupo dos que conquistaram mais de um título no mesmo ano.

Abel Ferreira durante treinamento do Palmeiras no Zayed Sports City Stadium, em Abu Dhabi-EAU.
Fabio Menotti

O treinador, também, foi o primeiro estrangeiro desde Filpo Nuñez, em 1965, a ganhar um título pelo Verdão (o Palmeiras já teve 23 técnicos não-brasileiros) e o que levou a equipe a mais finais (7) em menos tempo (1 ano e 3 meses). Campeão da Libertadores com apenas 26 jogos à frente da equipe, Abel só não conquistou um título mais precocemente neste século do que Vanderlei Luxemburgo, que faturou o Paulista de 2020, já em sua quinta passagem pelo clube, com 20 partidas após assumir o cargo.

Abel também se notabiliza pelas frases fortes e que são ecoadas por palmeirenses mundo afora, como ‘todos somos um’ e ‘cabeça fria e coração quente’.