Símbolo de uma Era vitoriosa, Dudu era anunciado pelo Palmeiras há exatos 7 anos

Dudu nas comemorações do Palmeiras pela conquista da Copa Libertadores 2021.
Cesar Greco

Com 30 anos recentemente completados, Dudu soma 333 jogos no clube, com 74 gols marcados e 6 títulos conquistados

No dia 11 de janeiro de 2015, o Palmeiras surpreendia e, em suas redes sociais, anunciava a contratação do atacante Dudu. Em meio a uma enorme reformulação no elenco, o Verdão contratava um jogador que estava sendo disputado pelos rivais SCCP e SPFC e havia sido um dos destaques do Brasileirão de 2014.

Depois de sete anos, Dudu tornou-se ídolo de muitos palmeirenses e o símbolo de um período vitorioso do clube (que ainda perdura). Com ele em campo, o Verdão conquistou a Copa do Brasil (2015), dois campeonatos Brasileiros (2016 e 2018) e a Libertadores (2021). Além disso, participou do início da trajetória dos títulos Paulista (2020) e da Libertadores de 2020.

Com exceção das conquistas de 2020, em todas as outras Dudu foi um dos principais nomes do Palmeiras. Na final da Copa do Brasil contra o Santos, em 2015, anotou os dois gols da equipe na vitória por 2 a 1. Nas campanhas do enea e do decacampeonato brasileiros, foi o maior assistente do Verdão e decisivo nas rodadas finais.

Já no tri da Libertadores, mesmo fora de toda a primeira fase, anotou o segundo gol do triunfo sobre o SPFC nas quartas-de-final e levou o time à final contra o Flamengo ao marcar o tento diante do Atlético-MG, no Mineirão, nas semifinais.

Ao todo, o Baixola soma 333 partidas pelo Palmeiras, 74 gols marcados, 81 assistências e diversas marcas históricas atingidas:

  • Artilheiro do Palmeiras no século: 74 gols;
  • Jogador com mais vitórias no século: 189;
  • 25º jogador na História que mais vezes vestiu a camisa do Palmeiras: 333 jogos;
  • Artilheiro do Allianz Parque: 35 gols;
  • Mais vitórias no Allianz Parque: 98;
  • Mais jogos no Allianz Parque: 141.

Dudu e o retorno para a camisa 7

Na metade do ano passado, quando voltou ao Palmeiras após um ano jogando no Al Duhail, Dudu utilizou a camisa 4+3, já que a 7 – vestida por ele nos anos anteriores – estava com Rony. Para 2022, contudo, o atacante retornará para essa numeração, enquanto que seu companheiro de clube usará a camisa 10, que era de Luiz Adriano.

“Agradeço ao Rony porque ele me deixou usar de novo a camisa 7, uma camisa que sempre me senti bem. Tenho a história com o Mattos que falei que eu viria com a camisa 7. Eu agradeço mesmo o Rony por ter tido a compreensão. Nosso time não tem vaidade, nada disso. Acho que agora ele está com a camisa 10, uma grande camisa”, disse Dudu ao SporTV, na noite passada.

Com Dudu no elenco, o Verdão tem no próximo mês a disputa do Mundial de Clubes. A equipe estreará no torneio no dia 8, contra Monterrey-MEX ou Al Ahly-EGI.

  • Sem a menor sombra de dúvidas, Dudu é o grande craque do século XXI – até o momento. Seus números são mostra inquestionável do seu talento e do quanto este talento foi de fundamental importância para as conquistas do Palmeiras nos últimos anos. Com toda sua contribuição trouxe carisma, muita identificação com o clube e exemplo para os pequenos. VIDA LONGA A DUDU, JOGANDO NA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS!!!