Gómez ressalta a volta da tranquilidade após vitória sobre o Internacional

Gustavo Gómez em primeiro plano, junto com companheiros de elenco: Dudu, Deyverson, Gabriel Veron e Renan, durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Desfalque nos últimos jogos ao defender a Seleção do Paraguai, Gustavo Gómez também projetou o duelo frente ao Ceará

O Palmeiras contou com os reforços de jogadores importantes no último domingo para vencer o Internacional por 1 a 0. Além das voltas de Zé Rafael e Marcos Rocha, que estavam machucados, Abel Ferreira pôde contar também com as presenças de Weverton, Piquerez e Gustavo Gómez, que serviram às suas seleções.

Para Gómez, o triunfo diante do Inter foi importante não só para a equipe se manter entre os times que se classificam diretamente para a Libertadores, mas, principalmente, para o retorno da confiança ao elenco. “Foi uma vitória muito importante. A gente precisava desse resultado para trabalhar melhor”, disse o camisa 15 à TV Palmeiras/FAM.

Antes da partida contra os gaúchos, o Verdão ficou cinco jogos sem vencer no Brasileirão, desempenho que resultou na queda da equipe na tabela de classificação. Atualmente com 43 pontos, o Palmeiras é o quarto colocado, a 13 do líder, Atlético-MG.

“O ambiente muda. Enfrentaremos os próximos adversários com mais tranquilidade. Hoje fizemos um treino muito bom, ganhamos confiança. Fico feliz em mais uma vez poder voltar e ajudar o time”, declarou.

Titular indiscutível, Gómez foi escalado para atuar no lado direito da zaga (ele já havia jogado assim contra a Chapecoense) e, por muitas vezes, subiu ao ataque e tabelou com Marcos Rocha e Rony. Abel foi questionado na entrevista coletiva sobre a movimentação exercida pelo zagueiro, mas desconversou.

Gustavo Gómez fala sobre duelo contra o Ceará

Podendo embalar novamente no Brasileirão, o Palmeiras enfrentará nesta quarta-feira, às 19h, o Ceará no estádio do Castelão, em jogo atrasado da 19ª rodada.

Ao falar sobre o duelo, Gómez apontou a dificuldade de se jogar no clima da capital cearense.

“A gente precisa entrar focado amanhã para conseguir a vitória. Além do time do Ceará ser bom, será complicado também pelo campo, clima. Eles estão acostumados a jogar nesse ambiente”, finalizou.