Abel Ferreira fará contra o Chelsea sua 7ª final comandando o Palmeiras

Abel Ferreira durante treinamento do Palmeiras no Zayed Sports City Stadium, em Abu Dhabi-EAU.
Fabio Menotti

Contratado há menos de um ano e meio, Abel Ferreira levou o Palmeiras ao título em metade das oportunidades

O Palmeiras entra em campo neste sábado, no Estádio Mohammed Bin Zayed, para enfrentar o Chelsea, na final do Mundial de Clubes. A equipe chegou até a decisão após vencer o Al Ahly, no último dia 8, por 2 a 0 (Raphael Veiga e Dudu foram às redes).

O confronto diante dos ingleses será a sétima final do Palmeiras sob o comando de Abel Ferreira, em menos de um ano e meio. Até o momento, o retrospecto aponta 50% de aproveitamento: o Verdão venceu os troféus da Libertadores (2020 e 2021) e da Copa do Brasil (2020); já os insucessos foram no Campeonato Paulista (contra o SPFC), na Supercopa do Brasil (diante do Flamengo) e na Recopa Sul-Americana (frente ao Defensa Y Justicia).

Nenhum outro técnico do Palmeiras conseguiu alcançar tantas finais em um período tão curto – isto se deve, também, à pandemia, que fez o calendário futebolístico brasileiro de 2020 se juntar ao de 2021. Em 1993, Vanderlei Luxemburgo chegou a levar o clube a cinco finais seguidas em 1 e 8 meses.

“Eu estou no futebol profissional desde os meus 19 anos e eu não comecei lá de cima. Não iniciei num Barcelona, Bayern de Munique ou Real Madrid. Tudo que conquistei foi com muita persistência e trabalho. Cada final que disputamos, as ‘borboletas’ dentro da barriga são exatamente as mesmas, mas isso é normal e falo isso aos jogadores”, disse o treinador sobre chegar em mais uma decisão.

Na lista dos técnicos que mais vezes levaram o Palmeiras a uma final de campeonato, o recordista é Luiz Felipe Scolari, com dez (cinco títulos e cinco vices), em três passagens. Neste ranking, Abel é o segundo colocado ao lado de Luxemburgo, que também foi a sete decisões (seis triunfos e uma derrota), mas em cinco passagens.

Abel poderá disputar sua 8ª final daqui a algumas semanas

Se no começo de fevereiro Abel chegou à sua sétima final, até o começo do mês que vem, caso siga no cargo, o treinador disputará sua oitava. Isto porque o Palmeiras, por ter vencido a Libertadores sobre o Flamengo, jogará novamente a Recopa Sul-Americana, desta vez contra o Athletico-PR.

Os dois duelos diante do Furacão acontecerão no dia 23/02, na Arena da Baixada, e no dia 02/03, no Allianz Parque.

Abel Ferreira durante reconhecimento do Al Nahyan Stadium, em Abu Dhabi-EAU.
Fabio Menotti

Com contrato até o final deste ano, Abel Ferreira esteve à beira do gramado comandando o Verdão em 98 oportunidades, com 54 vitórias, 18 empates e 26 derrotas. Vale lembrar que, devido às suspensões e Covid-19, o treinador desfalcou o Palmeiras em 13 oportunidades. Ao levarmos em conta todo o período desde sua contratação, os números apontam 113 jogos, com 61 vitórias, 25 empates e 27 derrotas (João Martins comandou em 11 duelos; Vítor Castanheira e Paulo Victor Gomes em duas partidas cada).