Rony pede cabeça erguida após vice na Supercopa: “Somos um time cascudo e sabemos lidar com esta situação”

Rony em disputa pelo Palmeiras contra o SPFC, durante partida válida pela final da Supercopa Rei, no Mineirão.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Rony foi o único jogador do Palmeiras a falar com a imprensa na zona mista do Mineirão

Titular na Supercopa, Rony foi o único jogador do Palmeiras a falar com a imprensa na zona mista do Mineirão, após o revés para o SPFC. O camisa 10 palmeirense fez uma análise sobre seu desempenho, lamentou mais uma derrota nos pênaltis e pediu para que a equipe siga em frente de “cabeça erguida”.

Confira as respostas de Rony após o jogo:

– Pênaltis
“É a eficiência né? Treinamos durante a semana. Acredito que todos estavam preparados, mas é lógico que acabamos errando. É treinar, acredito que só com treinamento que vamos superar este tipo de situação. Faz parte do futebol”.

– Torcida do Palmeiras no Mineirão
“Só tenho que parabenizar a nossa torcida, que vem nos apoiando muito nos últimos anos”.

– Desempenho do Palmeiras
“Nós criamos. O adversário chegou pouco e tivemos mai volume. Infelizmente não fomos eficientes durante os 90 minutos. Isso também faz parte do futebol e temos que continuar trabalhando de cabeça erguida. Saímos infelizmente sem o título, nem sempre vamos ganhar, agora é seguir em frente”.

– Análise individual
“As poucas chances que eu tive, eu finalizei. Teve uma no começo do jogo que o Rafael foi bem. Mas tive poucas chances até por conta de como o jogo se formou. O importante pra mim, porém, é ter a consciência tranquila de saber que dei o meu máximo e acredito que no decorrer da temporada vamos crescer ainda mais”.

– Sequência da temporada
“Somos um time cascudo e sabemos lidar com este tipo de situação. Dentro do clube não tem esse tipo de mentalidade de que uma derrota vai afetar a gente nos próximos jogos. Somos uma família e acreditamos um nos outros”.

Um comentário em “Rony pede cabeça erguida após vice na Supercopa: “Somos um time cascudo e sabemos lidar com esta situação”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *