Abel comenta preparação do Palmeiras para o Mundial e pede para torcedores acreditarem na equipe

Abel comenta preparação do Palmeiras para o Mundial e pede para torcedores acreditarem na equipe.
Reprodução

Em relação ao duelo frente ao Água Santa, Abel disse que Palmeiras foi muito competitivo

No jogo em que marcou a despedida do Palmeiras antes da viagem para o Mundial de Clubes, Dudu foi às redes aos 26 minutos do primeiro tempo e ajudou o Verdão a vencer o Água Santa por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Ao final do jogo, o assunto que dominou a coletiva de imprensa de Abel Ferreira foi o torneio intercontinental. O treinador comentou a preparação da equipe e falou das diferenças para o Mundial do ano passado.

“Logicamente que eu preferiria ter mais uns 3 ou 4 jogos para disputar, mais dias de descanso e não ter entrado em campo a cada dois dias. Mas isso só serve de desculpa e não é assim que eu trabalho. O Mundial já estava marcado para fevereiro há um tempo e estamos nele porque fomos vencedores. Chegaremos melhores e mais experientes do que no ano passado. Estivemos em diversas finais, ganhamos algumas e perdemos outras. As derrotas nos ajudam a crescer. O Mundial do ano passado foi duro”, declarou Abel.

“Vamos disputar uma competição na qual estão as melhores equipes do mundo. Times que são do mesmo nível que nós ou melhores, não há por que esconder isso. Na semifinal enfrentaremos um time super competente, seja o Al Ahly ou o Monterrey. O time mexicano tem grandes jogadores, de alto investimento. Temos que respeitar muito os nossos adversários e entender que tudo é possível. Temos uma porcentagem para ganhar o Mundial e vamos apostar tudo”, acrescentou.

Ao saber que todos os ingressos direcionados aos palmeirenses foram esgotados, Abel fez um pedido à torcida: “Entendo que há torcedores que estão só na vitória, mas eu conheço os verdadeiros, os que estão sempre conosco. Peço-lhes que acreditem e tenham fé antes das coisas acontecerem, porque o acreditar e a fé são maiores do que qualquer adversário”.

Sobre a lista de inscritos, o comandante disse que “todos saberão no momento certo” e lamentou o fato de Piquerez e Gabriel Veron terem testado positivo para Covid-19 nesta terça-feira.

“As ausências deles preocupam. Não sei se será possível contar com os dois, por conta de vários fatores: a quarentena, a falta de treino e o jet lag. Queria muito contar com os dois, mas vamos ver o que iremos fazer. Mesmo que fiquem disponíveis, não estarão em suas máximas forças e precisamos disso neste tipo de jogo”, queixou-se.

Abel diz que Palmeiras foi competitivo contra Água Santa

Abel comenta preparação do Palmeiras para o Mundial e pede para torcedores acreditarem na equipe.
Reprodução

Ao analisar o triunfo do Verdão sobre o Água Santa, Abel destacou a intensidade da equipe contra times “coletivamente inferiores”.

“O Água Santa nos trouxe mais problemas do que muitas equipes de Série A. Os jogadores brasileiros são muito bons e os que jogam em times como o Água Santa precisam de apenas uma oportunidade para conseguir chegar a uma equipe de Série A ou B. Eu falo isso aos meus jogadores. Se diminuirmos um pouco nosso ritmo, eles vêm para cima, fazem o jogo da vida deles. Esse é o nosso grande desafio no Paulista, precisamos ser competitivos, agressivos”, comentou.

“Dentro dos recursos e das capacidades físicas que tinham, os jogadores mostraram muita competitividade no Paulista. Deram o máximo, como fizemos hoje; um jogo difícil, disputado”, finalizou.

O Palmeiras realiza mais uma sessão de treinamentos na manhã desta quarta-feira e, em seguida, seguirá para o Aeroporto de Guarulhos para viajar aos Emirados Árabes Unidos. A chegada da delegação ao país asiático está prevista para às 4h de quinta-feira no horário de Brasília, 11h no horário local.