Gabriel Veron volta a marcar pelo Palmeiras após 10 meses

Gabriel Veron comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Cuiabá, durante partida válida pela trigésima sexta rodada, do Brasileirão 2021, na Arena Pantanal.
Cesar Greco

Gabriel Veron precisou superar as lesões e 23 jogos para fazer um gol novamente pelo clube

Ainda comemorando o título da Libertadores sobre o Flamengo, o Palmeiras entrou em campo para enfrentar o Cuiabá, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Pantanal, e venceu o adversário por 3 a 1.

Após abrir 2 a 0 com gols de Gabriel Silva e Giovani, no primeiro tempo, o Verdão viu Alan Empereur descontar e só foi definir o resultado nos minutos finais, com um golaço de Gabriel Veron – o atacante aproveitou passe errado de Paulão para acertar um chute no ângulo do goleiro Walter.

Além de sacramentar a vitória sobre o Dourado, o tento de Veron fez com que o atacante quebrasse um jejum de pouco mais de 10 meses sem ir às redes, já que a última vez que havia anotado um gol foi em 24 de janeiro deste ano, em um confronto diante do Ceará.

O jogador até chegou a marcar contra o mesmo Ceará na atual edição do Brasileirão, porém o tento foi equivocadamente anulado pela arbitragem. Sendo assim, passaram-se 23 jogos e duas lesões musculares para que o atacante celebrasse novamente um gol com a camisa do Palmeiras.

O clube, buscando prevenir que ele se machucasse outra vez, realizou um cronograma individualizado com o jogador durante três meses e o trabalho deu resultado: desde o confronto diante a Universidad Católica, no dia 21 de julho, que Veron não se lesiona.

“Ele foi muito bem trabalhado na base, mas sabemos que as exigências no profissional são diferentes. Então como a situação de recuperar e jogar não estava sendo eficaz para o Veron, decidimos dar mais tempo para ele [na última lesão] e realizar trabalhos específicos. Mesmo que esteja recuperado, nós não deixamos de fazer os monitoramentos diários. Outro ponto importante é que o atleta está ciente de todos os processos que ele ainda precisa percorrer”, disse Daniel Gonçalves, coordenador científico do clube, ao Verdazzo.

Ainda que não tivesse ido às redes no período, o prata-da-casa foi decisivo na semifinal da Libertadores frente ao Atlético-MG, ao dar a assistência para Dudu fazer o gol de empate, que classificou o time à final.

Gabriel Veron brinca com expulsão

Gabriel Veron comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Cuiabá, durante partida válida pela trigésima sexta rodada, do Brasileirão 2021, na Arena Pantanal.
Cesar Greco

A emoção de voltar a marcar pelo Palmeiras foi tanta que Gabriel Veron esqueceu que estava pendurado na partida e tirou a camisa na comemoração. Como consequência, foi expulso pelo juiz Paulo Roberto Alves Junior.

Depois do jogo, o atleta utilizou as redes sociais para se desculpar com a torcida palmeirense e revelar que não lembrava do primeiro cartão amarelo levado.

Sem Veron, o Palmeiras, que terminará o Brasileirão na terceira colocação, volta a campo na próxima segunda-feira para encarar o Athletico-PR, na Arena da Baixada. A partida está prevista para começar às 19h.