Gustavo Gómez retorna em meio à sequência recorde de ‘baliza a zero’ do Palmeiras no Brasileirão 2022

Gustavo Gómez durante treinamento do Pameiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Desfalque do Palmeiras nos últimos jogos, Gustavo Gómez trabalhou na Academia de Futebol na segunda-feira

Vindo de uma vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba, o Palmeiras enfrenta na quinta-feira o Atlético-GO, no Allianz Parque, podendo ter o reforço de Gustavo Gómez, que retornou à equipe após período com a seleção paraguaia. O camisa 15 se reapresentou ontem à Academia de Futebol e realizou atividades na parte interna.

A volta de Gómez ocorre num momento em que o Palmeiras está há seis jogos seguidos do Campeonato Brasileiro sem sofrer gols, sequência recorde da História do clube na era dos pontos corridos – contabilizando todos formatos da competição, a série atual está atrás apenas das sequências obtidas na edição de 1978 (sete jogos) e 1973 (dez partidas). Além disso, o Palmeiras só foi vazado em três dos 11 jogos que disputou na competição – contra Ceará, Goiás e Fluminense – e detém o posto de melhor defesa.

A solidez defensiva do time no Brasileirão é reflexo do que a equipe vem apresentando em toda a temporada, que já se destaca como a menos vazada da História palmeirense na média: 0,51 gol sofrido por jogo (19 em 37 duelos) – números que representam que o clube passou 62% das partidas com a ‘baliza a zero’.

Quem joga ao lado de Gustavo Gómez?

Luan e Murilo em jogo do Palmeiras contra o Coritiba, durante partida válida pela décima primeira rodada do Brasileirão 2022, no Couto Pereira.
Cesar Greco

Sendo Gustavo Gómez titular indiscutível, a comissão técnica precisará escolher entre Murilo e Luan para ser o parceiro do paraguaio. “É ótimo [ter que escolher], adoro ter dor de cabeça. Quando essa situação chegar, de forma fácil e simples eu vou escolher”, revelou Abel Ferreira, logo após o empate em 0 a 0 com o Atlético-MG.

Luan voltou ao time após mais de três meses longe dos gramados e mostrou o mesmo desempenho de antes da lesão; Murilo, por sua vez, aproveitou a contusão do camisa 13 para ter sequência e ajudar o time nas conquistas da Recopa e Campeonato Paulista. Os dois atuaram juntos nos últimos três jogos e tiveram números parecidos, de acordo com o SofaScore:

  • Luan: 14 cortes – 5 interceptações – 3 desarmes – 2 dribles sofridos – 85% de acerto nos passes – 55% de aproveitamento nos lançamentos;
  • Murilo: 15 cortes – 2 interceptações – 1 desarme – 1 drible sofrido – 90% de acerto nos passes – 60,4% de aproveitamento nos lançamentos.