Feliz no Palmeiras, Gustavo Scarpa fala sobre futuro: “está incerto”

Gustavo Scarpa comemora o gol marcado por Murilo pelo Palmeiras contra o Independiente Petrolero, durante partida válida pela fase de grupos da Libertadores 2022, no Estádio Olímpico Pátria.
Cesar Greco

Com contrato com o Palmeiras até o final deste ano, Gustavo Scarpa disse estar feliz no clube

Gustavo Scarpa cresceu de produção no Palmeiras com a chegada da comissão técnica de Abel Ferreira e teve em 2021 o seu melhor ano na carreira, tanto em números individuais, quanto em títulos conquistados.

Aos 28 anos, o meio-campista terminou a temporada passada com 55 jogos disputados, oito gols anotados e 22 passes para gol; estatísticas que o credenciaram a ser um dos principais nomes do time.

Em entrevista ao site GE, Scarpa comentou sobre o seu futuro no clube, já que seu contrato se encerra no final deste ano.

“Está incerto. A gente conversou e está buscando a melhor saída para todos os lados. Cada um tenta o melhor para si em busca de um consenso. Não há nada certo ainda”, disse o jogador. Recentemente, o Palmeiras estendeu o vínculo com Marcos Rocha e o desejo da diretoria é fazer o mesmo com o meia.

“Nunca escondi o sonho que tenho [de jogar na Europa], e a cada ano fica mais difícil por causa da idade […] mas a gente não sabe nada do futuro. Se olhar para trás, eu falaria que estava doido para ir à Europa, era minha oportunidade. Não deu certo, mas estou vivendo o maior momento da história do Palmeiras, ganhando títulos absurdos, e estou feliz para caramba”, completou.

Gustavo Scarpa volta a ser utilizado em sua função de origem

Utilizado como ponta-esquerda nos principais jogos do Palmeiras nos últimos anos, como na final da Libertadores de 2021 e na decisão do Mundial de Clubes, o camisa 14 vem ganhando novamente oportunidades para atuar mais centralizado.

Gustavo Scarpa em jogo do Palmeiras contra o Independiente Petrolero, durante partida válida pela fase de grupos da Libertadores 2022, no Estádio Olímpico Pátria.
Cesar Greco

Nos confrontos contra Emelec-EQU, Juazeirense e Independiente Petrolero-BOL, Scarpa foi o substituto de Raphael Veiga e correspondeu: marcou um gol e deu uma assistência. Além disso, mandou duas bolas na trave e teve participação crucial no gol de Rony, diante da equipe equatoriana, ao iniciar a jogada com um lançamento para Wesley.

“Estou feliz para caramba com meu momento. Quando a equipe está bem, facilita o individual, desponta com gols, assistências, boas atuações, e isto é importante”, concluiu.

O Palmeiras volta a campo neste domingo para enfrentar o Fluminense, no Allianz Parque. O duelo, válido pelo Brasileirão, está previsto para começar às 16h.