Novamente decisivo, Gustavo Scarpa celebra “melhor momento da carreira”

Gustavo Scarpa em jogo do Palmeiras contra o Atlético-MG, durante primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores 2022, no Mineirão.
Cesar Greco

Foi com participações decisivas de Gustavo Scarpa que o Palmeiras chegou aos gols no empate contra o Atlético-MG, pela Libertadores

O meia Gustavo Scarpa foi novamente a peça principal do Palmeiras em uma partida de 2022. Contra o Atlético-MG na noite de ontem, no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores, o jogador chamou a responsabilidade e de seus pés saíram as jogadas dos gols palmeirenses no empate por 2 a 2.

Quando o placar apontava 2 a 0 para os mineiros, Scarpa recuperou a bola no campo ofensivo que terminou em falta de Keno em cima de Veiga na entrada da grande área. Na cobrança, o meia acertou o travessão de Éverson e a bola sobrou para Murilo diminuir.

Já nos minutos finais, logo após Scarpa ter criado uma grande oportunidade para Dudu, o camisa 14 cobrou escanteio na segunda trave, que Dudu escorou para o meio e Danilo finalizou para o fundo das redes, decretando a igualdade no placar.

São 13 assistências e 9 gols para Gustavo Scarpa na temporada, além de diversas outras jogadas que, apesar de não contabilizarem na estatística de participação direta, começam com ele e terminam em gol palmeirense.

Eu acho que é o melhor momento da minha carreira. Eu fico muito feliz com isso. Confesso que, quando assinei o pré-contrato [com o Nottingham Forest], tive muito receio de ter más atuações e ser julgado por isso”, admitiu Scarpa, em entrevista na zona mista do Mineirão.

“Vivo sim o melhor momento. E isso dá mais tranquilidade para mim, para a torcida, e para o clube de um modo geral, que vê que eu não ‘sentei’ no meu término de contrato e continuo dando o meu melhor. Fico muito feliz com isso”, acrescentou.

Evolução tática de Gustavo Scarpa

Se com a bola no pé a qualidade de Gustavo Scarpa já era conhecida por muitos desde os tempos de Fluminense, até o próprio jogador se impressiona com sua evolução sem a bola. Versátil, o meia se desdobra para fechar na marcação tanto do lado esquerdo quanto do lado oposto.

Questionado se ele sente essa evolução tática, Scarpa foi sincero:

“Demais. Também fico surpreso com minha parte física, nunca imaginei que conseguiria fazer área a área tão bem, com qualidade. Pessoal [da preparação física] do Palmeiras me ajuda demais e eu também me cuido, tenho meus hobbies alternativos que fortalecem minha mente e isso acaba me deixando mais leve”, respondeu.

“Estou realmente muito feliz, vivo um momento marcante e tento não me empolgar, porque é fácil de acontecer. A maturidade chegou na minha vida”, finalizou.

Diante do Atlético-MG, de acordo com o SofaScore, Scarpa realizou três desarmes e três interceptações, além de ter criado as principais chances da equipe na parte ofensiva.