Abel Ferreira destaca papel da torcida do Palmeiras em virada sobre Atlético-GO: “nunca vivi isso”

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Atlético-GO, durante partida válida pela décima segunda rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Em entrevista coletiva, Abel Ferreira fez questão de também citar o poder de reação dos jogadores

As 38.888 pessoas que estiveram no Allianz Parque na noite desta quinta-feira presenciaram uma das grandes viradas da História do Palmeiras. Após sair perdendo por 1 a 0 para o Atlético-GO, o Verdão precisou de sete minutos para transformar o placar em 4 a 1. 

A reação palmeirense no duelo fez até o técnico Abel Ferreira virar um torcedor à beira do gramado. “Eu mesmo, no banco, que costumo ser controlado, no segundo ou terceiro [gol] festejei como se fosse um dos torcedores”, contou o treinador em entrevista coletiva, que enalteceu o papel das arquibancadas na partida.

“Gostaria de dedicar essa vitória de modo especial aos nossos torcedores, acho que é a primeira vez que faço isso desde que estou no Brasil. Eles tiveram um papel importantíssimo na virada. Nunca vivi isso. Foi bonita a atmosfera, o ambiente, o momento, espetacular. Foram sete minutos incríveis, sete minutos à Palmeiras”, disse ele.

“Hoje eles deram aquele empurrão. Era fácil vaiarem após o gol. Se o fizessem, seria difícil. Mas, depois de sofrermos o gol, começaram a gritar ‘O Palmeiras é o time da virada, o Palmeiras é o time do amor’. Isso ajuda de uma maneira… quero agradecer”, concluiu.

Ao final dos 90 minutos, o placar apontava 4 a 2 para o Palmeiras, que chegou aos 25 pontos no Brasileirão e abriu três de diferença para o segundo colocado. Além disso, a equipe não é derrotada na temporada há 18 duelos.

“O momento do jogo hoje foi quando sofremos o gol. Estávamos deixando o time deles jogar, dando espaços, o Atlético-GO é uma equipe que joga bem, tem jogadores experientes, mas se abre toda. No último jogo perguntaram qual é o nosso limite, e eu não sei. Não sei qual é o limite desses jogadores, qual a vontade, o desejo deles. O que sei, o que sinto, é um amor por jogar futebol e uma paixão muito grande por competir”, declarou Abel.

Abel Ferreira fala sobre Gabriel Veron

O treinador aproveitou a entrevista coletiva para falar também sobre Gabriel Veron, novamente titular. Abel elogiou a Cria da Academia, que contribuiu com duas assistências na partida.

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Atlético-GO, durante partida válida pela décima segunda rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

“O Veron é um jogador talentoso, tem muito futebol. Ainda é um moleque, que tem que aprender que o futebol é coisa séria. É difícil dizer para eles não verem TikTok, sair do celular, porque faz parte dessa nova geração. Eu tento falar para eles serem mais sérios, focados, se dedicarem mais aos treinos porque vão tirar resultado disso”, disse.

“É normal, com o tempo passando, que ele fique mais maduro, tenha maturidade competitiva. Ele está a crescer com a equipe. É uma peça importante dentro de um conjunto de 24, junto com os moleques da base que nos têm ajudado muito”, finalizou Abel Ferreira.

O Palmeiras volta a campo na próxima segunda-feira para enfrentar o SPFC, às 20h, no Morumbi.