Destaque na Copinha, Giovani mantém os pés no chão ao falar sobre jogar pelo profissional

O segundo gol do Palmeiras foi uma pintura de Giovani.
Fabio Menotti

Aos 18 anos, Giovani teve chances na equipe principal na temporada passada e chegou a marcar um gol

O atacante Giovani foi um dos grandes nomes do Palmeiras na conquista da Copinha. Autor de um golaço na final contra o Santos, o jogador terminou a competição com quatro tentos anotados e foi um dos artilheiros do time, ao lado de Gabriel Silva (5) e Endrick (6).

Além disso, de acordo com o site de estatísticas SofaScore, o canhoto foi o líder do time em assistências e o segundo em participações diretas em gols.

“Nem nos meus melhores sonhos eu imaginava essa conquista. Claro que não só eu, mas todos os atletas da base pensam em ganhar esse título, ainda mais sendo uma conquista inédita”, revelou o jogador após o triunfo na final.

Apesar das boas performances em campo e toda a expectativa gerada na torcida, Giovani mantém os pés no chão ao falar sobre a possibilidade de ser efetivado na equipe principal, comandada por Abel Ferreira.

“Eu entrego tudo nas mãos de Deus. Tenho que continuar trabalhando firme, com humildade e pés no chão porque eu sei que dará tudo certo”, disse o atacante.

Giovani soma 14 partidas pelo profissional do Palmeiras

No Verdão desde o sub-11, Giovani ganhou suas primeiras oportunidades na equipe de Abel Ferreira no Paulista do ano passado. Foram 10 jogos pelo Estadual, sendo cinco como titular. Ao todo, o atleta soma 14 partidas pelo profissional (10 pelo Paulista, 1 pela Libertadores e 3 no Brasileirão) e um gol anotado, diante do Cuiabá, na Arena Pantanal.

De acordo com o técnico Paulo Victor Gomes, do Sub-20, a decisão de subir ou não um garoto da base é tomada pelos profissionais do time principal.

“Todos eles [os jogadores] tiveram grande participação na competição, pra mim o destaque foi o coletivo. Agora vamos ver a transição de um ou outro para o profissional. A gente deixa isso a cargo do departamento profissional”, declarou.

Com mais de 100 gols pela base palmeirense, Giovani, que tem 100% dos seus direitos econômicos pertencentes ao Palmeiras, tem contrato até o final de maio de 2024.