Após classificação para final do Mundial, Rony destaca o ‘plano’ feito por Abel

Após classificação para final do Mundial, Rony destaca o ‘plano’ feito por Abel.
Fabio Menotti

Para Rony, o tempo maior de preparação foi a principal diferença para que o Palmeiras conseguisse a vitória

O Palmeiras está na final do Mundial de Clubes. Na tarde desta terça-feira, a equipe venceu o Al Ahly por 2 a 0, com gols de Raphael Veiga e Dudu, e agora está no aguardo pelo confronto entre Chelsea e Al Hilal para saber o adversário na decisão.

Para o atacante Rony, que concedeu entrevista após o apito final de Clément Turpin, o plano armado por Abel Ferreira para o confronto foi um dos fatores que levaram o Verdão à vitória.

“Nós sabíamos que seria uma partida complicada, de muita correria e marcação. Estudamos muito o adversário. Nós tivemos, praticamente, uma semana para treinar contra os dois possíveis adversários que teríamos na semifinal [Al Ahly ou Monterrey]. O Abel montou duas formações e, graças a Deus, o plano dele deu novamente certo e saímos com a vitória”, disse Rony, que em seguida projetou a decisão.

“O Abel sempre tem um plano e com certeza ele irá elaborar um para quem passar [entre Chelsea e Al Hilal]. Agora é esperar, descansar e treinar”.

Presente em campo por quase todos os 90 minutos, Rony não chegou a produzir ofensivamente (apenas um chute tentado), mas destacou-se nos duelos individuais: ganhou dois pelo chão em três combates, e teve sucesso em três duelos pelo alto em sete disputados.

Rony fala o que mudou no Palmeiras do Mundial do ano passado para o de 2022

Após classificação para final do Mundial, Rony destaca o ‘plano’ feito por Abel.
Reprodução

Questionado sobre a principal mudança do Verdão no Mundial de Clubes desta edição em comparação à do ano passado, quando a equipe sofreu um revés para o Tigres na semifinal, o camisa 10 palmeirense destacou a importância do tempo de preparação.

“A diferença [em relação ao Mundial do ano passado] é que nós tivemos tempo para nos preparar. Ano passado nós ganhamos a Libertadores, rapidamente viajamos e uma semana depois do título nós jogamos. Esse ano foi totalmente diferente porque nós conseguimos nos preparar fisicamente e mentalmente, além disso tivemos os jogos do Paulista como ‘testes’. Viemos para fazer história”, finalizou Rony.

A final da competição acontecerá neste sábado, às 13h30 (horário de Brasília), no Estádio Mohammed Bin Zayed.