Jorge fala da sequência, Piquerez avança na recuperação e treino técnico: a segunda-feira do Palmeiras

O preparador físico Marco Aurélio e os jogadores Jorge, Rafael Navarro, Benjamín Kuscevic e Rony, durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Ainda sem Piquerez, Palmeiras enfrenta o Deportivo Táchira nesta terça-feira podendo confirmar a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores

Na manhã desta segunda-feira, na Academia de Futebol, os jogadores do Palmeiras deram sequência à preparação para o confronto diante do Deportivo Táchira-VEN, pela Libertadores, que acontece nesta terça-feira, às 21h30, no Allianz Parque. Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram duas atividades técnicas em campo reduzido.

A novidade do dia ficou por conta do lateral-esquerdo Piquerez, que avançou na recuperação da lesão na coxa direita e iniciou o processo de transição física. O uruguaio fez alguns trabalhos com bola à parte, junto aos profissionais do Núcleo de Saúde e Performance.

Luan e Gabriel Veron seguiram seus cronogramas individualizados de recondicionamento físico. O zagueiro não atua desde a final do Mundial de Clubes; enquanto o atacante entrou em campo pela última vez na goleada do Verdão sobre o Independiente Petrolero, na Bolívia, por 5 a 0.

Como de costume, a comissão técnica deve comandar amanhã, no período da manhã, a última movimentação para o duelo contra os venezuelanos. Com uma inflamação no tendão da perna direita, Mayke segue como desfalque; já a presença de Raphael Veiga ainda é incerta – o camisa 23 desfalcou o Verdão no último sábado após ser diagnosticado com uma virose.

Substituto de Piquerez no Palmeiras, Jorge comenta sequência

Joaquín Piquerez durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Ao final do treinamento, o lateral-esquerdo Jorge falou sobre sua sequência na equipe – o camisa 6 atuou nas últimas cinco partidas e atingiu sua maior sequência desde que foi contratado.

“Essa sequência que estou tendo, com cinco jogos e quatro vitórias, é muito importante para mim. É sempre bom estar jogando e ganhando. A minha avaliação individual é de que venho evoluindo no dia a dia, venho conversando bastante com a comissão técnica e querendo sempre melhorar no que erro nas partidas para poder acertar nas próximas”, disse o lateral.

Jorge vem atuando desde a lesão de Piquerez. Recentemente, o jogador sofreu um ataque de dois indivíduos próximo à Academia de Futebol e teve o vidro do seu carro quebrado. Apesar do episódio, o lateral se diz feliz no Verdão.

“A minha felicidade aqui é imensa. Desde quando aceitei a oportunidade de vir ao Palmeiras, eu sabia da importância de voltar ao Brasil para um grande clube. Sabia também da qualidade do grupo e, sobretudo, da pressão. Todo jogador de alto nível precisa estar sempre focado e me sinto muito feliz porque os meus companheiros estão sempre me apoiando, conversando e brincando comigo e isso é importante para estarmos leves e felizes no trabalho”, completou.