Palmeiras tem alto índice de finalizações e solidez defensiva em 2022; confira

Raphael Veiga do Palmeiras em disputa com Bruno Silva do Guarani, durante partida válida pela décima rodada do Paulistão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Palmeiras tem a segunda melhor defesa entre as equipes da Série A e é uma das que mais finaliza no Campeonato Paulista

No último domingo, o Palmeiras recebeu o Guarani, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Paulista, e venceu o adversário por 2 a 0, com gols de Gustavo Scarpa e Wesley. Invicto na competição, o Verdão repetiu contra a equipe de Campinas a mesma solidez defensiva que vem tendo desde o início do ano.

A equipe disputou 10 partidas pela atual temporada (os jogos do Mundial de Clubes são contabilizados para a temporada de 2021) e sofreu apenas três gols; por outro lado, marcou 16. Ao contabilizarmos apenas o Paulistão, os números são ainda mais expressivos: nove gols anotados e apenas um sofrido – o que faz com que o Palmeiras lidere as estatísticas de defesa do torneio.

Em entrevista coletiva após a vitória de domingo, Abel Ferreira foi questionado sobre a performance defensiva do Palmeiras e atribuiu esse sucesso ao desempenho ofensivo do time.

“Nossa defesa é consequência da forma que atacamos. Se finalizo mais de 20 vezes, ofereço pouca oportunidade do adversário nos atacar. E quando não finalizamos a jogada, nossos jogadores têm tido um comportamento e um gatilho coletivo de pressionar o mais rápido possível o adversário”, disse o comandante, que completou enaltecendo os atletas.

“Isso é fruto do trabalho e do comprometimento deles. Temos princípios de jogo coletivo e eles estão seguindo. Não importa quem for escalado, dá gosto ver o padrão de jogo ofensivo e defensivo”, finalizou.

De acordo com o site de estatísticas SofaScore, o Palmeiras só não finalizou mais vezes que o adversário em apenas uma partida: contra o Água Santa, no dia 1 de fevereiro – duelo vencido por 1 a 0. Confira os números:

  • Palmeiras 2 x 0 Guarani:
    • Palmeiras: 21 finalizações (total), sendo cinco no alvo
    • Guarani: 9 finalizações (total), sendo duas no alvo
  • Inter Limeira 0 x 0 Palmeiras:
    • Palmeiras: 9 finalizações (total), sendo uma no alvo
    • Inter de Limeira: 8 finalizações (total), sendo duas no alvo
  • Palmeiras 1 x 0 Santo André:
    • Palmeiras: 18 finalizações (total), sendo três no alvo
    • Santo André: 10 finalizações (total), sendo cinco no alvo
  • Ferroviária 0 x 2 Palmeiras:
    • Palmeiras: 18 finalizações (total), sendo seis no alvo
    • Ferroviária: 9 finalizações (total)sendo duas no alvo
  • Palmeiras 1 x 0 Água Santa:
    • Palmeiras: 10 finalizações (total), sendo uma no alvo
    • Água Santa: 11 finalizações (total), sendo três no alvo
  • São Bernardo 1 x 1 Palmeiras:
    • Palmeiras: 17 finalizações (total), sendo quatro no alvo
    • São Bernardo: 8 finalizações (total), sendo uma no alvo
  • Palmeiras 3 x 0 Ponte Preta:
    • Palmeiras: 15 finalizações (total), sendo três no alvo
    • Ponte Preta: 7 finalizações (total), sendo uma no alvo
  • Novorizontino 0 x 2 Palmeiras:
    • Palmeiras: 14 finalizações (total), sendo cinco no alvo
    • Novorizontino: 10 finalizações (total), sendo uma no alvo

A média de finalizações e finalizações no alvo do Palmeiras por partida na temporada é de 16,2 e 4, respectivamente. Enquanto isso, os adversários arriscaram 9,3 chutes contra a meta palmeirense, mas apenas 2,3 vão em direção ao gol. O Verdão ostenta ainda a segunda melhor defesa desta temporada, entre os clubes da Série A do Brasileirão, com média de 0,3 gol sofrido por partida, atrás apenas do Fluminense, com 0,25.

O desempenho do time atacando e defendendo será colocado à prova nos próximos jogos. Isto porque o Palmeiras terá três clássicos em sequência (SPFC – 10/3; Santos – 13/3; e SCCP – 17/3), além de um confronto contra o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, no dia 20 deste mês.

Palmeiras tem melhor início de temporada atuando no Allianz Parque

Os resultados positivos e a performance ofensiva e defensiva do Palmeiras na temporada fizeram com que o clube tivesse seu melhor início de ano jogando no Allianz Parque. Até o momento, o Verdão tem 100% de aproveitamento dos pontos (cinco vitórias em cinco partidas), colocou nove bolas na rede e ainda não foi vazado.

A performance nos primeiros jogos de 2022 em casa supera a dos anos de 2017 e 2020, quando o Palmeiras obteve quatro vitórias e um empate nos cinco jogos iniciais.