Abel rasga elogios a Aníbal Moreno e confirma chegada de reforço

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Ituano, durante partida válida pela quarta rodada do Paulistão 2024, na Arena Barueri.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Após vitória sobre o Ituano, Abel também defendeu Breno Lopes

Após a vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre o Ituano, que mantém a equipe invicta no Paulistão, o técnico Abel Ferreira foi direto ao comentar mais uma partida de destaque de Aníbal Moreno: “A qualidade se paga, não há outra forma”. O treinador voltou a afirmar que gostaria de ter contado com o argentino ainda no ano passado e se diz feliz por ter o jogador no elenco.

“O Aníbal infelizmente não conseguimos contratá-lo antes, mas chegou quando tinha que chegar. Todos já perceberam que aqui no Palmeiras é possível comprar jogadores por 8 milhões e vender por 15, como fizemos com o Artur. Tem que arriscar. O Aníbal nos traz qualidade e competitividade ao elenco, ele abre a possibilidade de a gente também mudar a posição do Zé Rafael”, disse Abel.

O treinador novamente ressaltou a importância de aumentar a competitividade interna, falou sobre a chegada de Lázaro e sacramentou a vinda de Rômulo, que atualmente está no Novorizontino e chega ao Verdão após o Paulistão.

“Já disse outras vezes que gosto dessa competição interna. O López fez gol, o Rony também. Queremos que os jogadores sintam essa competição. Não dá para adormecer. O difícil é ganhar de forma consistente”, disse.

“Contratamos mais dois ‘miúdos’. O Lázaro é um jogador de muito potencial e que pode se firmar, não sei quanto tempo vai demorar, mas não deixa de ser esse perfil. Não sei se foi divulgado, mas posso dizer sobre o Rômulo [do Novorizontino]. É uma política minha dar oportunidades aos destaques do Paulistão, foi assim que encontramos o Ríos e foi uma grande contratação. O Rômulo é um jogador que já tínhamos visto no ano passado e esse ano as coisas deram certo, vem para nos ajudar”, acrescentou.

O Palmeiras volta a campo na próxima segunda-feira, dia 12, contra o Santo André, no Bruno José Daniel.

Confira outras respostas de Abel Ferreira

– Escalação com três volantes

“Minha função é escolher aqueles jogadores que eu acho que são os melhores para cada partida. No jogo seguinte, posso mudar. O meio-campo é o setor que temos mais concorrências. O Aníbal chegou bem, depois teve alguns problemas físicos, mas se recuperou bem. O Fabinho e o Menino entraram bem; o Zé Rafael jogou em uma função um pouco diferente; o Ríos teve boa dinâmica; e o Veiga estava um pouco cansado. Estamos muito bem servidos no meio-campo”.

– Mayke

“O Mayke lesionou-se e vai ficar de fora algum tempo, espero que não seja muito”.

– Marcos Rocha

“O Rocha é um jogador inteligente e experiente, por isso que com apenas um passe consegue deixar o companheiro na cara do gol. Há princípios na nossa equipe. No momento em que recuperamos a bola, temos que olhar para frente, se tiver condições de lançar, é pra fazer; se não, trocamos passes curtos. As decisões técnicas são sempre dos jogadores”.

– Breno Lopes

“É tão difícil contratar jogadores que eu não posso dispensar jogadores como o Breno. Ele é um jogador que gostamos e precisamos de atletas que nos ajudem, seja entrando em campo ou não. Sei que o jogador está satisfeito por pertencer ao grupo e só isso que posso dizer”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *