Gustavo Gómez alcança outro recorde pelo clube e declara: “Melhor decisão foi vir ao Palmeiras”

Gustavo Gómez em jogo do Palmeiras contra o Ceará, durante partida válida pela vigésima rodada do Brasileirão 2022, no Castelão.
Cesar Greco

Capitão da equipe, Gustavo Gómez chegou a 122 vitórias pelo Palmeiras e igualou os números de Valdivia

Titular absoluto da zaga palmeirense e um dos líderes do elenco, Gustavo Gómez celebrou mais uma marca pelo clube no último sábado, quando o Verdão bateu o Ceará por 2 a 1, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

O camisa 15 chegou a 122 triunfos com a camisa do Palmeiras e se tornou o estrangeiro com mais vitórias em toda a História do clube, ao lado do chileno Valdivia. “Muito feliz, muito grato ao Palmeiras, aos meus companheiros, à diretoria, à comissão técnica. Sem eles, eu não conseguiria as vitórias”, disse o zagueiro, que no critério é seguido por Arce (115), Villadóniga e Echevarrieta (85 cada).

No Palmeiras desde 2018, após passagem sem tanto sucesso pela Europa, Gómez acumula diversos feitos pelo clube. Dentre eles: é o estrangeiro com mais títulos conquistados (7); o terceiro zagueiro com mais gols marcados (25) e está próximo de alcançar 200 jogos – atualmente contabiliza 198 partidas.

“Tomei a melhor decisão de vir ao Palmeiras. Aqui, o jogador tem tudo para mostrar sua capacidade e comigo aconteceu isso. Foi muito natural”, declarou Gómez, que em setembro do ano passado, já havia dito que no Palmeiras ele encontrou seu “lugar no mundo”.

Artilheiro do time no Brasileirão, Gómez era anunciado pelo clube há exatos quatro anos.

Gustavo Gómez projeta Atlético-MG x Palmeiras

Vindo de vitórias seguidas no Brasileirão, o Palmeiras enfrentará o Atlético-MG nesta quarta-feira pela Libertadores, no jogo de ida das quartas-de-final. As duas equipes voltam a se enfrentar na competição continental pouco menos de um ano depois do Verdão ter levado a melhor na semifinal de 2021.

Gustavo Gómez comemora seu gol pelo Palmeiras, contra o Internacional durante partida válida pela décima nona rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

“O mais legal do nosso elenco é que vivemos cada jogo. Será um jogo de Libertadores, contra um rival muito difícil e que já enfrentamos no ano passado na semifinal. Sabemos que é um estádio muito difícil também. Estamos nos preparando para fazer o nosso melhor e tentar trazer a vitória”, finalizou Gómez.

Diferentemente do ano passado, o Palmeiras fará o primeiro jogo fora de casa e decidirá a vaga no Allianz Parque, no próximo dia 10. Os ingressos para a partida de volta já estão sendo comercializados e mais de 21 mil foram vendidos antecipadamente.

Aposentado, Valdivia recebe homenagem do Palmeiras e manda recado à torcida

Valdivia comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Atlético Sorocaba, durante partida válida pela terceira rodada do Paulistão 2014, no estádio municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba/SP.
Cesar Greco

Aos 38 anos, Valdivia anunciou aposentadoria no último final de semana

Na última sexta-feira, aos 38 anos, Jorge Valdivia anunciou a aposentadoria do futebol. O ex-meio-campista, que atuou pelo Palmeiras em duas oportunidades – de 2006 a 2008; e de 2010 a 2015 –, foi homenageado pelo clube na noite de segunda-feira.

Descrito pelo clube como “ídolo de uma geração e lenda eterna do Palmeiras”, o chileno teve sua trajetória recontada com destaques para atuações marcantes, como o gol do “chororô” diante do SCCP em 2008; o tento sobre o SPFC na semifinal do Paulista de 2008, além do pênalti convertido frente ao Coritiba no primeiro jogo da final da Copa do Brasil de 2012.

O clube, ainda, o introduziu na “Galeria de Craques” do site oficial, que também conta com a presença de Ademir da Guia, Emerson Leão, Edmundo, Evair, entre outros ídolos da história palmeirense.

Nas redes sociais, o maior jogador da História do Palmeiras, Ademir da Guia, e o ex-jogador Alex, camisa 10 da primeira conquista de Libertadores, também homenagearam Valdivia; confira:

Valdivia manda recado à torcida

Também através das redes sociais, o Palmeiras divulgou um vídeo de Valdivia agradecendo o clube e a torcida. Confira:  

Entre ‘magia’ e lesões

Valdivia comemora seu gol pelo Palmeiras contra o SPFC, durante partida válida pela quinta rodada do Paulistão 2014, no Pacaembu, em São Paulo/SP.
Cesar Greco

Valdivia chegou ao Palmeiras em 2006 após ser destaque do Colo-Colo. Conhecido como “El Mago”, o ex-camisa 10 recebeu poucas oportunidades no primeiro ano de clube, mas com a chegada do técnico Caio Júnior, em 2007, firmou-se como titular e um dos principais jogadores da posição no país.

Disputou 38 partidas e encantou a torcida palmeirense em sua primeira temporada completa; jogador de técnica apurada e com ótima visão, Valdivia, ainda, foi às redes em 10 oportunidades.

No ano seguinte, comandado por Vanderlei Luxemburgo, manteve a performance e conquistou o primeiro troféu pelo clube: o Campeonato Paulista, torneio no qual foi decisivo na semifinal diante do SPFC ao marcar o tento da classificação para a final. Em agosto de 2008, após 40 jogos disputados e 14 gols marcados, foi vendido para o Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos, por cerca de R$ 20 milhões.

O retorno ao clube ocorreu em 2010, mas ‘El Mago’ não conseguiu repetir o sucesso na segunda passagem. Ainda que dentro de campo o desempenho técnico se mantivesse o mesmo, Valdivia conviveu com seguidas lesões musculares e desfalcou a equipe por muitos jogos. De 2010 a 2015, ano em que encerrou sua passagem, o chileno foi a campo em 148 dos 332 jogos que o Palmeiras realizou no período que esteve integrado ao elenco.

Ao todo, contabiliza 241 partidas pelo clube (estrangeiro com mais jogos na História do Palmeiras, ao lado de Arce), 41 gols marcados e três títulos conquistados: Campeonato Paulista de 2008 e as Copas do Brasil de 2012 e 2015.